Siga-nos

OiCanadá

Educação

Canadá quer dobrar número de estudantes internacionais no país

O Canadá pretende dobrar o número de estudantes estrangeiros. É o que mostra um relatório de 122 páginas apresentado recentemente pelo governo canadense. Um dos objetivos é preencher a escassez no mercado de trabalho e proporcionar crescimento na economia do país.

O relatório intitulado “Educação Internacional: Uma chave para o futuro próspero do Canadá” foi liderado por Amit Chakma, presidente da Western University, situada na cidade London, a cerca de 195km de Toronto. O documento mostra a necessidade de aumentar o número de estudantes internacionais no Canadá de 239.130 para 450 mil até 2022, incluindo todos os níveis de escolaridade, desde o pré-primário até os cursos pós-secundários.

A presença de estudantes internacionais em escolas canadenses faz com que esse seja um dos setores que mais crescem no país. Só em 2010, segundo um estudo realizado pelo departamento de Relações Internacionais do Canadá, alunos estrangeiros foram responsáveis por gerar uma economia de quase $8 bilhões de dólares no país- $1.5 bilhão a mais que em 2008. De acordo com o relatório, o sistema de educação canadense tem condições de absorver o dobro de estudantes internacionais sem afetar os alunos canadenses ou aqueles que são residentes permanentes no país.

A presença de estudantes internacionais em escolas canadenses também pode ajudar a suprir a escassez de profissionais em diversas áreas. O estudo indica que a imigração é responsável por 75% do crescimento da força de trabalho no país, um índice que deve chegar a 100% até o final dessa década. Estudantes internacionais que optarem por continuar vivendo no Canadá depois de completar seus estudos podem representar um importante grupo de imigrantes capaz de se adaptar muito bem à economia e sociedade do país. De acordo com o relatório, aqueles que decidirem retornar ao país de origem devem se tornar aliados em criar relações políticas e comerciais bem sucedidas entre os dois países, graças a sua experiência com os valores e a cultura canadense.

De olho nos estudantes brasileiros

Os olhos do Canadá estão voltados para os estudantes brasileiros mais do que nunca, principalmente depois que países como China e Índia, campeões em enviar alunos para o Canadá, passaram a tentar manter seus estudantes no país de origem. Em abril desse ano, uma comissão formada pelo governador-geral do Canadá, David Johnston, e por diretores de universidades canadenses viajou para o Brasil com o objetivo de visitar instituições brasileiras de ensino superior para firmar parcerias.

De acordo com o Departamento de Imigração e Cidadania do Canadá, o Brasil já figura na lista dos dez países que mais levam estudantes para o Canadá. Nos próximos quatro anos, o governo brasileiro deve investir cerca $2 bilhões para enviar mais de 100 mil bolsistas às universidades no exterior, sendo 12 mil deles para o Canadá.

O relatório também ressalta a importância do envio de estudantes canadenses ao exterior, contribuindo para uma internacionalização do país. O estudo indica que o governo canadense deveria criar um programa em parceria com instituições acadêmicas e governos provinciais e municipais do Canadá para levar 50 mil estudantes a escolas de outros países, proporcionando um intercâmbio cultural.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

7 Comentários

7 Comments

  1. Karla

    24/nov/2012 at 07:41

    Eles precisam de dinheiro, estudantes brasileiros gastam muito,passei um mês em Toronto. Na minha sala de aula a maioria dos alunos era do BR foi bom para derrubar alguns mitos sobre a perfeição do primeiro mundo, a gente aprende a se virar sozinho, descobre que gastar em dólar é um perigo e compreende que gente boa tem em qualquer lugar bem como as que não prestam. Não penso em voltar apesar de ter feito alguns amigos.

  2. William Barbosa

    25/set/2012 at 22:44

    Será q eles vão abaixar o preço também??

    Porque por ano tem o curso CAN$13000 + CAN$15000 (o minimo para se sustentar q ogoverno pede) , um canadense paga CAN$3000 em um Brasileiro pagaria 5 vezes mais, se eles querem estudantes tem q diminuir o preço

  3. Michele

    11/set/2012 at 20:00

    Ótima notícia e em boa hora!
    Estou querendo fazer college ou university no Canada. Só estou tendo algumas dificuldades na escolha da instituição e também para entender como funciona a permissão para trabalhar neste caso. Vcs teriam alguma indicaçao de como buscar ajuda para tirar essas minhss dúvidas? Alguma agência, algum profissional, ou alguma matéria?!
    Super obrigada!

  4. Junior

    28/ago/2012 at 11:04

    Muito Bom Vamos Para Canáda

  5. Ana Cláudia

    22/ago/2012 at 11:41

    Essa notícia é maravilhosa, vou pro Canadá ano que vem fazer intercâmbio por 6 meses e se houver uma boa oportunidade de trabalho não hesitaria em ficar no país.

    • Laine

      24/ago/2012 at 08:37

      Oiie.. Ana.

      Bom voce vai mesmo pro Canada? Poxa vai por qual escola? Quero muito ir tambem depois me passa o nome da Escola estou pesquisando pra ver qual seria melhor. Voce pretende ir pra qual Cidade?? Sou apaixonada por Toronto.

      • Ana Cláudia

        26/nov/2012 at 14:24

        Tô indo pra Embassy Ces em Toronto… é um sonho que tô realizando.
        Vai aqui alguma informações da instituição de ensino:

        “Em Toronto, a Embassy CES está localizada no centro do moderno bairro de Yorkville. Saindo das instalações da escola, você estará numa fabulosa área de compras, com simpáticos cafés e comércio local. Todas as salas de aula proporcionam vistas espetaculares da CN Tower e do Lago Ontário, e além disso, a estação de metrô Bloor/Bay está localizada muito próxima à escola, tornando fácil o acesso de qualquer lugar que você esteja.”.
        Um Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Educação

Posts Populares

Topo