Siga-nos

OiCanadá

Educação

Cônjuge de estudante internacional no Canadá pode trabalhar legalmente no país

Muita gente não sabe, mas quem é casado ou vive em união estável com um estudante estrangeiro no Canadá (matriculado em um curso pós-secundário) pode trabalhar legalmente no país. A permissão de trabalho tem a mesma duração que o curso do cônjuge, e não exige a oferta de emprego ou carta de opinião favorável do mercado de trabalho emitida pelo governo canadense.

A paulista Regina Saddi já está de malas prontas para viajar ao Canadá nas próximas semanas. A decisão de viver no país foi tomada depois que o seu marido se matriculou no curso de Estudos Medievais da Queen’s University, uma das universidades mais conceituadas do país, situada na cidade de Kingston, em Ontário. Por ser casada com um estudante internacional, Regina embarca com uma permissão aberta de trabalho, que lhe dará direito a trabalhar em qualquer província canadense enquanto seu esposo estiver estudando. “Eu preciso ajudar nas despesas de casa, e o custo de vida canadense não é barato. Se eu não tivesse a possibilidade de trabalhar no Canadá, a nossa ida ao país realmente ficaria inviável”, diz ela.

Assim como Regina, qualquer pessoa que seja casada ou viva em comunhão de bens com um estudante internacional no Canadá pode solicitar a permissão de trabalho, desde que o seu companheiro ou companheira esteja matriculado em período integral em uma instituição pública de ensino pós-secundário, como universidade ou college. No caso de escolas particulares de curso superior, é preciso que elas estejam autorizadas por cada província a fornecer diplomas ou que recebam pelo menos 50 por cento de financiamento do governo, como acontece com alguns colleges em Quebec.

A permissão de trabalho aberta permite que o interessado possa atuar em qualquer área, desde que atenda os requisitos mínimos de cada função. No caso de profissões regulamentadas no Canadá, como medicina e engenharia, é preciso que a pessoa passe por todos os treinamentos e testes para que seja autorizada a atuar na área. Aqueles que pretendem trabalhar com crianças ou em serviços de saúde devem se submeter a um exame médico, sendo necessário indicar essa opção na aplicação para o visto.

O fato de acompanhar o cônjuge não permite que o interessado possa estudar no país. Para isso, é preciso seguir todas as normas exigidas para conseguir a permissão de estudos, como carta da escola confirmando a matrícula.

O OiCanadá mostra todos os passos para quem é casado ou vive em união estável com um estudante internacional em território canadense e quer obter uma permissão de trabalho. Mais informações podem ser obtidas no site do Departamento de Imigração e Cidadania do Canadá.

  • Preencha o formulário IMM 5710, referente a mudar condições, estender permanência ou continuar no Canadá como trabalhador
  • Cópia da certidão de casamento
  • Aqueles que vivem em união estável precisam preencher a Declaração Estatuária de União Estável.
  • Cópia das páginas do passaporte que mostrem o número do documento, data de expedição e validade, nome, data de nascimento, qualquer marcação que tenha sido feita.
  • Comprovante de matrícula do cônjuge em um curso pós-secundário de período integral nas universidades ou colleges públicos ou instituições privadas autorizadas pelo governo.
  • Para evitar erros, é aconselhável que o aplicante escreva uma carta afirmando que deseja aplicar para uma permissão de trabalho aberta (open permit), enfatizando ser cônjuge do estudante internacional.
  • Pagar uma taxa no valor de C$150. O valor pode ser pago pela internet ou em qualquer agência bancária no Canadá através do formulário.
  • Enviar todos os documentos (incluindo comprovante de pagamento) online ou através do correio para o seguinte endereço: Case Processing Centre- Vegreville- Work Permit- 6212-55th Avenue- Unit 555- Vegreville, AB, T9C 1X6. Para quem mora no Brasil o pedido pode ser feito através do VAC (centro de requerimento de vistos) ou pessoalmente no Consulado do Canadá em São Paulo.
Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

19 Comentários

19 Comments

  1. Andreia oliver [email protected] com

    10/jan/2016 at 11:38

    Olá, namoro um português há um ano e quatro meses e ele. Mora em Québec há 15anos,então ele vem ao Brasil para nós conhecer melhor, e ele fala em casamento oque devo fazer

  2. Kathellyn De Lima

    07/jan/2016 at 21:13

    Por favor, eu me chamo Kathellyn Stephanie De Lima e fiz um comentário acima, porém gostaria se possível que fosse removido por problemas pessoais.

    Agradeço a colaboração e me desculpo pelo inconveniente.

    Obrigada

  3. Cristina

    29/jan/2015 at 23:27

    Casal de 7anos de casados sendo uma brasileira e um canadense quais são os direitos da brasileira ter permanecido com o marido durante 4anos no canada ?
    O que si pode fazer no canada ou o que acontece quando retorna ao Brasil em relação ao visto,residência ou imigracao?visto vencido tem desvantagem ou não por serem casados
    Aguardo sua atenção !

  4. Marcella

    24/out/2013 at 10:57

    Como fazer para passar do workpermit para residente permanente?! Obrigada.

  5. camila

    19/out/2013 at 13:58

    Boa tarde Márcio, gostaria muito de sua ajuda! Namoro ha 6 anos e já morei com meu namorado durante quase 2 anos na Irlanda, quando fizemos intercambio. Voltamos para o brasil em 2011 e moramos cada um com sua família. Ele vai para o canada pelo ciência sem fronteiras, e lendo info no site do canada, vi que se fossemos casados ou tivesse união estável eu poderia acompanha-lo para o canada e poder pedir a open work permit… Nos então fizemos agora a união estável, entretanto nas coisas que li nao existe uma regra do que é a união estável no canada, se tem que morar junto, ter a união ha alguns anos, etc. Vc sabe como funciona isso? Fizemos a união em outubro para ele embarcar em jan.. O consulado aceita isso? Você sabe onde podemos pedir para fazerem o pedido de visto de cônjuge? Moro numa cidade em que as agências de visto nunca ouviram falar nisso… Muito obrigada mesmo!! ;);)

    • Matheus

      21/ago/2014 at 20:44

      camila vc conseguiu ir para o canada com seu namorado..? Pq estou com a msm duvida.

      Obrigado

  6. carlos

    26/set/2013 at 18:24

    Olá Marcio,
    Gostaria de saber, a minha esposa vai fazer o doutorado em Toronto. Portanto,eu sou formado em ciencias ambientais aqui. Posso também continuar a estudar là, tentando o mestrado? ou mais uma graduação lá ?
    sou poliglota falo english, french, portugues and spanish. Esse também é um requisito para conseguir coisas melhores ??
    aguardo a sua resposta

  7. Nivia

    07/ago/2013 at 00:01

    Oi sou enfermeira e dei entrada no CSQ agora em julho e pedi um visto de visitante agora para ir com um amiga que já está lá. Quero saber se posso pedir um visto de trabalhador temporário enquanto estou lá e espero o meu CSQ sair

  8. kathellyn stephanie Lima

    04/Maio/2013 at 10:19

    Olá Marcio,

    Meu namorado conseguiu um emprego no Canadá e esta apenas esperando o visto ser carimbado , nesse meio tempo(demorado) fiquei com vontade de ir também e então decidimos casar no Brasil antes de ele ir, li no site da embaixada que posso pedir o visto aberto de trabalho, será que tem um minimo de tempo de casamento? ou apenas união estável, queremos casar mesmo, acho que assim que o dele sair posso solicitar já, por favor me corrija se estiver errada rs, estou muito na duvida

    Obrigada

    • Camila

      09/Maio/2013 at 15:08

      Márcio, estou na mesma situação da KAthellyn.

      Eu e meu noivo vamos nos casar para irmos para o Canadá, porém precisamos saber se existe um tempo mínimo para esta união ser válida.

      Obrigada.

    • bruna

      13/jun/2013 at 13:34

      Olá Kathellyn! Eu casei esse mês também para acompanhar meu marido ao Canadá. Em tudo que pesquisei e entrei em contato, não tem um tempo mínimo, e caso a embaixada canadense desconfie de algo, eles pedem uma entrevista pessoalmente com vocês!

      Boa sorte para nós!

  9. Bruna

    26/abr/2013 at 10:08

    Olá Marcio!

    Meu marido está indo pelo programa Ciencia sem Fronteiras cursar 1 semestre de faculdade, e estou nessa exata situação, quero ir junto trabalhar nesse período. Ele receberá todo auxílio financeiro do governo, inclusive bolsa mensal para moradia.

    Além destes documentos que voce mencionou, irão pedir comprovação de renda para mim? Será que a bolsa que meu marido vai receber + minha permissão de trabalho, que irá gerar renda para nos manter lá, é suficiente para eu conseguir o visto?

    Muito obrigada!

  10. Marcel Romero

    11/abr/2013 at 03:22

    Prezados, como faço para consultar se uma instituição específica é ou não, autorizada pelo governo a conceder esse tipo de visto?
    Muito Obrigado!

  11. Manu

    03/mar/2013 at 12:42

    Oi Marcio, obrigada pela informacao, mas tenho uma duvida, Quebec eh diferente???
    Eu morei no canada por 1 ano e agora estou aplicando (aqui no Brasil) para um curso de graduacao em uma universidade em Quebec. caso eu seja aceita, meu marido tem direito de ir comigo??
    Alem do quesito financeiro e de doenca, quais seriam os motivos de eles negarem o visto para os dois?
    eu ja morei no Canada, mas meu marido teve o visto negado 2 vezes, quando tentou estudar ingles la. Porem, ha um tempo, ele precisou ir a Toronto por conta de um premio, mas o visto saiu em cima da hora e ele acabou nao indo.
    isso seria um problema para ambos??? Saberia me informar?

  12. Ludmila

    17/jan/2013 at 09:00

    Oi Márcio, se um conjuge vai ao Canadá com visto de negócios, o outro poderia trabalhar ou estudar? Obrigada.

  13. Clayton Portella

    11/dez/2012 at 17:58

    Olá Marcio,

    estive pesquisando no CIC e vi que uma pessoa pode aplicar para uma Work Permit “dentro do Canadá” se ela estiver entre uma dessas condições:

    You can only apply for a work permit from inside Canada if:

    you have a valid study or work permit, or your spouse or parents have a study or work permit;
    you are a postgraduate from a program at a Canadian university, community college, CÉGEP or publicly funded trade/technical school (or other eligible school or institution);
    you have a temporary resident permit that is valid for six months or more; and
    you are in Canada because you have already applied for permanent residence from inside Canada. You will have to pass certain stages in the main application process before you can be eligible for a work permit.

    Fonte: http://www.cic.gc.ca/english/work/apply-who-eligible.asp

  14. Marcio Rollemberg

    05/dez/2012 at 14:45

    Oi Gabriel e Ana Cláudia! Somente quem é cônjuge de estudante matriculado período integral em curso pós-secundário (college ou universidade) nas instituições de ensinos públicas ou naquelas autorizadas pelo governo tem direito ao benefício. Para mais informações, visite o site do Departamento de Imigração e Cidadania do Canadá na internet. Um abraço!

  15. Ana Cláudia

    05/dez/2012 at 09:53

    Oi Márcio,
    eu tenho a mesma dúvida que Gabriel Bueno tem, você poderia nos informar?
    Porque eu estou indo no ano que vem (2013) pra Toronto estudar inglês.

    Agradeço a atenção.

    Cláudia.

  16. Gabriel Bueno

    04/dez/2012 at 08:22

    Márcio;

    Saberia me informar se para quem irá apenas estudar inglês no Canadá o cônjuge teria direito à este benefício ou apenas instituições de ensino superior?

    Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Educação

Posts Populares

Topo