Siga-nos

OiCanadá

Educação

Ontário quer oferecer financiamento para estudantes internacionais de graduação

[THE GLOBE AND MAIL] Segundo algumas universidades canadenses, um percentual razoavelmente alto de alunos estrangeiros qualificados que se matriculam em cursos de graduação acabam tendo suas inscrições recusadas devido à falta de dinheiro. Com o objetivo de melhorar a competitividade global das universidades de Ontário, a província está considerando criar cotas para o financiamento de cursos de graduação para estudantes internacionais.

As universidades e o ministério responsável pelo ensino superior de Ontário se reuniram recentemente para discutir o assunto, e o tema esteve presente nas negociações entre os dois grupos. O governo diz que reconhece a importância de estudantes internacionais para a província e vai implementar políticas que protejam a reputação global de Ontário.

Ontário é uma das poucas províncias que não financiam estudantes estrangeiros de graduação, embora algumas bolsas provinciais estejam disponíveis. Para atrair os melhores pesquisadores, muitas escolas oferecem pacotes completos de financiamento que cobrem tanto despesas do curso quanto o custo de vida.

Uma pesquisa feita em 2012 pelo Conselho das Universidades Ontário (COU) descobriu que as universidades de Alberta, Saskatchewan, New Brunswick e Nova Escócia oferecem o mesmo valor de financiamento tanto para estudantes internacionais quanto para os locais, e Quebec e BC fornecem apenas financiamento parcial. Como resultado da situação atual, apenas cerca de 15%, dos estudantes de graduação da Universidade de Toronto são estrangeiros, em comparação com mais de um terço dos estudantes da Universidade de Alberta.

O número de inscrições feitas por estudantes estrangeiros em áreas como Ciências, Engenharia e Administração é de 3 a 10 vezes maior do que o de inscrições feitas por estudantes canadenses. Neste outono, 94% dos candidatos estrangeiros para programas de doutorado na UofT foram recusados. Enquanto isso, os estudantes canadenses dessas áreas estão se deparando com uma alta demanda no mercado de trabalho, e não sentem a necessidade de ir para o ensino superior, diz Allison Sekuler, reitor de estudos de graduação da Universidade de McMaster, em Hamilton.

Como cerca de um terço dos estudantes internacionais do Canadá vem para Ontário, a falta de financiamento provincial afeta o sucesso global do país em aumentar a sua cota de estudantes estrangeiros.

A Dra. Allison diz que as universidades precisam fazer um trabalho melhor ao explicar os benefícios dos estudantes internacionais, desde a criação de parcerias em pesquisa a futuras relações comerciais.

“Trazer estudantes internacionais para as nossas universidades oferece muitos benefícios à nossa economia e estimula os alunos a ficarem no país depois de formados”, diz ela.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Cinthia Ferreira é professora de português/inglês/francês e tradutora brasileira, residindo atualmente em Toronto, Canadá. Tradutora formada pela Universidade de Toronto especializada em: Marketing, Business, Turismo, Tecnologia e Documentação para processos de imigração como: Certidões de Casamento, Certidões de Divórcio, Atestados de Antecedentes Criminais, Certidões de Óbito, Diplomas, Documentos de Identidade, Históricos Escolares, Extratos Bancários, Cartas de Recomendação, Currículos, entre outros, nos seguintes idiomas: Inglês, Português, Francês e Espanhol. Professora de Inglês e Português formada em Letras, com mais de 10 anos de experiência em: Cursos Regulares ou Intensivos, Preparação para Teste de Cidadania Canadense, Preparação para exames de proficiência como TOEFL/IELTS, Preparação para exames da imigração CELPIP, MELAB e CAEL, Business English, Conversação, Gramática e Vocabulário através de cursos presenciais ou aulas online.

1 Comentário

1 Comentário

  1. katia

    09/dez/2014 at 23:33

    Quem trabalha para sobreviver não sabe o valor do estudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Educação

Posts Populares

Topo