Siga-nos

OiCanadá

CEO da Câmara de Comércio do Canadá, Goldy Hyder.

Vistos e Imigração

Empresários querem proteger imigração e pedem que o tema não vire disputa eleitoreira

A aposta geral é de que três temas dominarão as campanhas para a eleição de primeiro-ministro marcada para outubro deste ano no Canadá: corrupção, aquecimento global e imigração. Mas as maiores empresas do país já pedem para os partidos não saírem atacando a imigração, sob pena de comprometerem a economia da nação.

A Câmara de Comércio do Canadá, que representa as maiores empresas do país, garante já ter discutido o assunto com os líderes políticos dos grandes partidos. Segundo o CEO da organização, Goldy Hyder, o país está a apenas 10 anos de uma grande virada demográfica, e precisa desesperadamente de manter ou até aumentar o volume de imigração para continuar competitivo e atender às demandas de uma população envelhecida.

Hyder garante que já conversou pessoalmente com as lideranças partidárias e que foi o mais direto possível, pedindo que resistam à tentação de fazer da imigração um tema eleitoreiro.

A mensagem do mundo dos negócios chega em boa hora, justamente quando certos políticos têm feito pressão na mídia e cortado investimentos e apoio à entrada de refugiados e imigrantes. O temor de Hyder é que esta onda possa evoluir para sentimentos xenofóbicos de maneira rápida caso a campanha eleitoral gire em torno do assunto e, assim, comprometer o desempenho da economia que precisa não só de mão-de-obra para girar, mas também de novos consumidores.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Vistos e Imigração

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo