Siga-nos

OiCanadá

Trabalho

Como conquistar um emprego no serviço público federal do Canadá

São 214 órgãos ou agências distribuídas em mais de mil localidades do país oferecendo todo tipo de trabalho — de cientistas a faxineiros, de analista de dados a fabricante de móveis — e em todo tipo de setor. Mas, diferente do sistema brasileiro de contratação via concurso, o serviço público daqui está aberto a todos os interessados. Veja como funciona.

Vantagens

O governo federal canadense não paga mal. E se em certos casos o salário pode até ser mais competitivo na iniciativa privada, é mesmo difícil encontrar uma empresa que ofereça tantas vantagens ao mesmo tempo. Dependendo da vaga, o serviço público garante uma lista de benefícios difícil de bater, com planos de saúde que abarcam a família toda, plano odontológico, seguros, até três semanas de férias, 15 dias pagos de ausência por doença por ano, uma enorme gama de cursos gratuitos e possibilidades de crescimento e, às vezes, até chance de se fazer um curso superior com o governo bancando seus estudos. Mas, sobretudo, trabalhar no setor garante vantagens consideráveis em termos de aposentadoria.

Como encontrar vagas e se candidatar

O primeiro passo é criar um perfil no sistema geral de candidaturas que o governo federal mantém. Mas, ao mesmo tempo, é preciso verificar a lista consolidada de oportunidades de trabalho disponíveis e que, no momento em que checamos, trazia 851 anúncios, vários deles com múltiplas vagas. Só que, antes de correr para esses dois links (que se encontram no final deste texto), pode ser uma boa prestar atenção ao vocabulário utilizado pelos contratantes. 

Uma posição classificada como indeterminate, por exemplo, é uma vaga permanente. Outras oportunidades são descritas como de curta duração. Nesse caso, o emprego pode ter data certa para começar e terminar, e ter ou não a possibilidade de renovação, e é classificado como term. Ou a vaga pode ser para um trabalho casual, o que significa, em geral, menos de 90 dias de trabalho em um período de um ano. 

Há também casos em que o serviço de recrutamento está apenas organizando um estoque de candidatos para que, na eventualidade de qualquer necessidade, possa acionar rapidamente alguém que já esteja meio que pré-aprovado por eles. Esta é a situação de qualquer oportunidade que venha acompanhada do termo inventory.

A necessidade de domínio de idioma pode ser definida como “English Essential”, “Bilingual Imperative” seguido de um código de letras representando o nível de domínio necessário. Pode ser, por exemplo, que a vaga seja um BBB, ou seja, a pessoa precisa ter nível intermediário em três competências: leitura, escrita e interação oral. Confira aqui mais informações sobre a questão da língua e os testes às vezes realizados para averiguar o nível de competência. 

Por fim, fique ligado no fato de que a página que lista as vagas apresenta tudo em ordem de data de encerramento.

Estudantes e Estrangeiros

O governo federal como um todo está sempre de olho em estudantes, em especial os que estão quase se formando na universidade ou fazendo doutorado ou mestrado, mas até mesmo estudantes do ensino médio podem trabalhar no serviço público. Para isso, há um programa conhecido como Federal Student Work Program (FSWEP) aberto a qualquer aluno de tempo integral de college, universidade, CEGEP ou ensino médio. A preferência no recrutamento é para cidadão canadense, mas nada impede a contratação até mesmo de estrangeiro apenas com visto de estudo. 

Dicas para chegar lá

  • Não desanime se a sua primeira candidatura não decolar. Persista e aprimore. O governo federal emprega quase um milhão de pessoas e é bastante afetado pelo envelhecimento geral da população do país. Ou seja, há muitas vagas sempre em aberto e há um empenho constante e ativo em termos de recrutamento. Insista, se organize, planeje, estude, se prepare melhore seu currículo porque as chances são grandes.
  • Considere a possibilidade de mudar de cidade e até mesmo de província. Há vagas em toda parte do país, mas as posições mais disputadas costumam estar nos grandes centros. Use a sua mobilidade como uma vantagem estratégica e escreva no seu currículo que você está aberto a mudar — lembre-se que depois há sempre chances de pedir uma transferência.
  • As vagas temporárias podem ser um bom começo, primeiro para lhe garantir experiência e uma chance de fazer o tal networking, mas também porque algumas oportunidades são internas, só existem para quem já está dentro da máquina.
  • Falando em networking, sem o sistema de concurso, esta ferramenta passa a ser fundamental. Avise a sua rede de conhecidos, amigos e parentes sobre os seu interesse em atuar no setor. Pode ser que alguém aí pertinho consiga uma entrevista para você. Fique também de olho em eventos. Cada órgão, ministério ou agência costuma ter seu próprio calendário — veja ao final do texto, dois links que servem de exemplo para você.
  • Seja proativo. Ligar, fazer contato via Linkedin ou mandar um email para os gerentes de RH faz parte da cultura de trabalho canadense.
  • O domínio da língua é sempre um fator importante e, apesar de várias posições exigirem apenas o inglês, quem tem algum conhecimento tanto do francês pode ter em mãos uma grande vantagem.

Para saber mais

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Trabalho

Topo