Siga-nos

OiCanadá

Moda

Tratto Beauty

A marca Natural Braziliss chega ao Canadá e tem conquistado os adeptos da escova progressiva por não utilizar formol na sua composição. O produto é representado no Canadá pela empresa Tratto Beauty. Assista ao vídeo e veja na prática a aplicação do produto e seus resultados.

Como diz o ditado popular, “cabelo ruim é igual a bandido: ou está armado ou está preso”. A verdade é que para muitos, cabelo saudável é símbolo de maciez, pouco volume e de preferência liso. Foi pensando assim que os cabeleireiros brasileiros inventaram a escova progressiva, uma técnica considerada “milagrosa”, mas ao mesmo tempo quimicamente complicada devido ao formol, o principal agente do produto.

O uso do formol em tratamentos capilares traz alguns danos ao cabelo, além de irritação nos olhos, problemas de respiração e até câncer. A situação é tão grave que em 2010, o Departamento de Saúde do Canadá aconselhou os salões de beleza do país a pararem de usar produtos com quantidade de formaldeído superior a 2%, o máximo permitido em cosméticos. Alguns deles possuem até 12% do componente químico, representando um grande perigo à saúde.

Porém, uma marca de cosméticos está ganhando espaço no Canadá exatamente por não usar formol no tratamento de escova progressiva. O Natural Braziliss, trazido ao país pela Tratto Beauty Canada, possui em sua composição produtos naturais cultivados na região Norte do Brasil, como cupuaçu, guaraná e açaí.

“Além de alisar os cabelos, esse produto repõe as proteínas dos fios capilares que foram perdidas em decorrência do uso de química”, afirma Rita Silva, representante da Natural Braziliss no Canadá. Segundo ela, o tanino à base de algas marinhas é o responsável por conservar o alisamento. “Nós percebemos que com o uso desse produto, o cabelo fica com um aspecto mais saudável e natural, sem aquela aparência de alisamento espichado”.

Rita explica que com o uso adequado do produto por profissionais qualificados, o efeito do alisamento dura em média quatro meses. “É aconselhavel depois do tratamento lavar o cabelo somente a cada dois dias, porque quanto mais lavagem, mais o produto vai perdendo seu efeito”.

De acordo com Rita, que viajou pelo Brasil dando palestras sobre a marca Natural Braziliss antes de imigrar para o Canadá em 2010, a utilização do produto para escova progressiva deve ser feito somente por profissionais. “Muita gente pode achar que é fácil, só colocar o produto no cabelo e pronto. Mas não é bem assim. Um profissional treinado vai saber quando a cutícula capilar está aberta ou fechada ou a temperatura certa da chapinha para cada tipo de cabelo. Quando eu vendo o produto em salões de beleza, sempre faço uma demonstração, mostrando toda a técnica e detalhes da aplicação”, diz ela.

A aplicação do produto dura cerca de três horas em salões de beleza. Se o cabelo for crespo, pode levar um pouco mais de tempo. O tratamento custa ao consumidor de $150 a $300. A manutenção pode ser feita em casa com produtos da mesma marca Natural Braziliss, que custa $40 (shampoo e máscara capilar), e desempenha papel importante na hidratação do cabelo.

Segundo Rita, qualquer pessoa pode fazer o uso da escova progressiva com os produtos da Natural Braziliss, incluindo gestantes com a permissão do médico. Além de representar a marca no Canadá, ela também aplica o tratamento em clientes no salão Fusion, com hora marcada. “O Canadá tem um mercado bom para esse tipo de tratamento. Além dos brasileiros, a clientela iraniana, árabe e a de europeus também gosta muito dos resultados”, observa ela.

Os produtos para o tratamento de escova progressiva por profissionais, assim como os para manutenção feita por clientes, podem ser obtidos através do telefone ou pelo site. Uma lista dos salões de beleza de Toronto que usam a marca Natural Braziliss pode ser encontrada na página da internet.

Serviço

  • Tratto Beauty
  • Endereço: Fusion Salon – 1377 Dufferin Street. Descer na estação de metrô Dufferin e pegar o ônibus 29, direção norte.
  • Telefone: 416-460-7621
  • Email: [email protected]
  • Formas de pagamento: Dinheiro em espécie, Cheque, Todos os cartões de crédito, débito automático
Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Mais em: Moda

Posts Populares

Topo