Siga-nos

OiCanadá

Educação

High School no Canadá: O beabá do intercâmbio de ensino médio

Fazer o high school — ensino médio — longe de casa pode ser uma experiência fantástica, mas é preciso se proteger para que o MEC reconheça o que o estudante fez, evitando dor de cabeça futura e se preparando para aproveitar ao máximo a oportunidade. Veja aqui o beabá da experiência.

Calendário e Supervisão

Primeiro vamos à diferenças básicas: o ano letivo canadense vai de setembro a junho. Na época do Natal, os estudantes têm apenas um curto intervalo, com as férias prolongadas sendo durante o verão que, no hemisfério norte, acontece entre julho e agosto. Isso, na prática, quer dizer que há uma chance grande de o aluno “perder” um ano no Brasil e explica também porque muitas vezes os estudantes vêm para ficar por apenas seis meses.

Além disso, no Brasil a educação é supervisionada pelo governo federal, através do MEC, enquanto no Canadá as províncias têm autonomia total. Na prática, então, é preciso analisar bem para onde o estudante vai, porque muita coisa pode mudar de um lugar para outro.

Curso Profissionalizante e Idioma versus Custos

As high schools oferecem sempre um mix de matérias básicas e matérias profissionalizantes. Ou seja, todo aluno aprende matemática, biologia etc, mas também escolhe se quer aprender a consertar um carro, montar uma peça de teatro ou se vai mais fundo em assuntos como psicologia e marketing. Isso quer dizer, então, que a escolha da escola não deve ser apenas pela conveniência, custo ou localização — é preciso ficar atento também aos interesses e aptidões do aluno.

O Canadá é um país com duas línguas oficiais, o inglês e o francês. Mas é raro encontrar lugares onde todo mundo fala as duas línguas. Na prática, mesmo que o curso em si seja em inglês, pode ser melhor evitar ir para uma província ou cidade onde a maioria fala mesmo é francês. A tentação às vezes é grande porque, via de regra, a vida é mais barata onde há predomínio da língua francesa. Mas se o aluno não manja francês, a realidade é que a experiência pode ser de muita solidão e isolamento.

Qualidade e Expectativas

Em geral, o sistema de notas segue a escala A, B, C, D, E, F — com D, E e F significando que a pessoa não passou na matéria. Mas além da classificação diferente do sistema brasileiro, há uma outra filosofia por trás do ensino e é preciso entender isso para não se estabelecer comparações e se chegar à equivocada conclusão de que a escola brasileira é melhor que a canadense.

É que à primeira vista muita gente acha que a escola particular brasileira é mais apertada e exigente. E pode até ser, mas, lembre-se de que o Canadá está em sétimo lugar no sistema PISA e tem 25 ganhadores do Nobel, enquanto o Brasil ocupa a posição de número 63 (dentre 70 países) na mesma classificação PISA e nunca ganhou sequer um prêmio Nobel.

Burocracia

O primeiro passo para um intercâmbio sem problemas é checar com a escola no Brasil que disciplinas o MEC exige que o adolescente curse no exterior para que seu histórico seja validado.

No fim do período, é preciso providenciar a autenticação do histórico escolar no consulado brasileiro responsável pela região onde a high school se encontra. Depois, o histórico deve ser vertido para o português por um tradutor juramentado e entregue à escola brasileira.

Particulares, Públicas e Públicas Católicas

Existem três tipos de escolas no Canadá: as públicas e sem conotação religiosa, as públicas católicas e as particulares, que podem ser ligadas a uma religião ou não. Para o bolso de um aluno estrangeiro, não faz muita diferença se a escola é pública ou não, porque haverá mensalidade.

As diferenças podem surgir em termos do número de alunos por turma, as normas religiosas impostas e ainda em termos de padrões mais rígidos de conduta e disciplina mas, em essência, a qualidade é a mesma. Para o sistema público católico, é exigido prova de batizado da criança e de pelo menos um dos pais.

Exigências e Duração

Para o high school, o aluno precisa ter entre 15 e 18 anos (não pode completar 19 durante o programa) e um nível intermediário de idioma. Não pode ter repetido o ano nos últimos três anos e tem que ter notas boas e comprovadas pela apresentação de histórico escolar também dos últimos 3 anos. O ano acadêmico tem 10 meses com início em janeiro e setembro.

Quer saber mais sobre a experiência de fazer high school no Canadá e tirar suas dúvidas? Preencha o formulário de orçamento fácil e receba contato dos parceiros do blog.


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Educação

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Posts Populares

Topo