Siga-nos

OiCanadá

Trabalho

Dicas de busca de emprego para pessoas jovens

Você conseguirá fazer muito mais coisas e conquistar um bom trabalho rapidamente se planejar seu tempo antes de sentar na frente do computador. Alguém que esteja despreparado para buscar trabalho pode desperdiçar um bom tempo e acabar navegando no YouTube ou jogando online ao invés de procurar trabalho. Essa pessoa não é você, certo?

Uma das maiores vantagens de ir a um employment resource centre (ERC) ao invés de usar um computador doméstico é que a probabilidade de você se envolver em distrações não relacionadas a trabalho é menor. Além dos recursos serem gratuitos, lá também é possível encontrar listas de empregos e links para sites de empregos que você não encontraria se tivesse ficado em casa.

Prepare-se para o dia de busca de emprego

Faça uma lista dos seus objetivos antes de começar. Se você costuma aplicar para dois empregos, aplique para três – ou, melhor ainda, cinco! Mas não mire muito alto. Se você colocar seu objetivo como nove e só conseguir aplicar para cinco, não sentirá como se tivesse atingido sua meta. E é importante se sentir satisfeito com seu progresso. Lembre-se que o número de aplicações feitas é menos importante do que a qualidade. Uma aplicação bem focada para um emprego que você tem uma boa chance de conseguir é melhor do que dez aplicações aleatórias para empregos que pagam muito, listados em um website que provavelmente receberá milhares de requerentes.

Independente de onde, quando e como você está procurando emprego, deve sempre levar:

  • Cópias apresentáveis do seu currículo, assim como uma versão básica dele em CD.
  • Um template de carta de apresentação (cover letter) em CD. (essa é uma versão da sua carta de apresentação que pode ser facilmente adaptada para aplicar para empregos variados).
  • Uma lista completa de referências pessoais, tanto em CD quanto impressa, com informações de contato completas, como nome do contato, local de trabalho, título, endereços, emails e números de telefone.

Criando um bom currículo

Um bom primeiro currículo pode ser muito difícil de escrever, e embaraçoso de entregar a um potencial empregador quando se tem pouca fé nele. Aqui estão algumas orientações para criar um currículo inicial que impressione.

  • Use o formato de currículo funcional, enfatizando suas competências e conquistas, ao invés de títulos e datas de empregos, que são mais usados em um currículo em formato cronológico.
  • Use uma fonte comum, de fácil leitura. Arial, Helvetica, Times New Roman e Garamond são exemplos de fontes básicas. Usando-as, poderá imprimir seu currículo da maioria dos computadores.
  • Não use papel colorido ou com perfume. Papel sulfite branco liso não é caro e é muito aceitável.
  • Certifique-se de que suas informações de contato são recentes e estão corretas. Use o número do seu telefone de casa mais um número alternativo (como celular) e email se você tiver um. Mas, se o seu email for engraçadinho, como [email protected], seria uma boa idéia criar um novo, mais sério, para buscar trabalho, usando alguma versão do seu nome real.
  • Mantenha seu currículo curto (uma página ou menos). Empregadores não esperam receber longos currículos de pessoas jovens.
  • Você pode começar seu currículo com a seção “Objetivo”, dizendo ao potencial empregador que tipo de trabalho você esta procurando e explicando por que você seria bom para esse tipo de emprego.
  • Se você não tiver nenhuma experiência no ramo, não invente coisas. Honestidade é uma característica importante e valorizada. Use experiência voluntária ou trabalhos que tenha realizado para a comunidade. Você poderia até listar trabalhos eventuais como babá e manutenção de jardins, e enviar em anexo cartas de referências dos seus “empregadores”.
  • Em “Educação”, você deve mencionar sua maior nota alcançada. Mencione também prêmios dos quais você se orgulha. Preste atenção especial aos cursos que podem ser úteis para o emprego em vista.
  • Em “Habilidades Especiais”, liste conhecimentos de software, talentos apropriados ao trabalho, ou até mesmo as características vencedoras que possui.

Um erro bastante comum feito por pessoas jovens em busca de emprego é subestimar as capacidades e habilidades que elas podem levar ao ambiente de trabalho. Se você participou de um clube, então você já demonstrou possuir dedicação e facilidade em se relacionar com pessoas. Se você esteve envolvido na organização de um evento, desde uma venda de bolos a um baile ou torneio de videogame, então você provavelmente teve que usar ou desenvolveu capacidades administrativas e organizacionais. Qualquer atividade em que você esteve envolvido, provavelmente acrescentou algo ao seu conjunto de habilidades. E mesmo que você nunca tenha se envolvido em atividades extracurriculares, deve pensar nas outras coisas que você fez. Se tirou sua carteira de motorista, participou de um time (aprendendo a trabalhar com outras pessoas e contribuindo como um membro do time) ou escreveu para o jornal da escola, você possui competências. O truque é reconhecê-las, pensar nelas em termos de como elas poderiam ajudar num emprego futuro e usá-las para ajudá-lo a entrar no mercado de trabalho.

Sandy Cabral, uma facilitadora de workshops sobre busca de emprego no Welcome Centre em Vaughn, recomenda conferir a lista de competências empregáveis.

Essa lista pode te ajudar a identificar habilidades transferíveis que são essenciais no mercado de trabalho para que você possa incluí-las no seu currículo.

Dicas de networking

Muitos livros e websites sobre busca de trabalho destacam o valor do networking. Mas que tipo de networking você pode fazer se ainda é jovem e inexperiente?

  • Seus pais podem ficar atentos por você. Se você tem irmãos mais velhos, irmãs e primos, pode haver alguma chance de eles te recomendarem para empregos dos quais estejam saindo para ir à faculdade ou por que arrumaram um novo emprego.
  • Os amigos de seus pais podem estar em posições de autoridade. Mesmo que eles não estejam diretamente envolvidos com o processo de contratação, você pode se aproximar deles através de seus pais e pedir que fiquem atentos à oportunidades.
  • Amigos empregados podem saber de oportunidades no local onde estiverem trabalhando.
  • Professores que ficaram impressionados com seu desempenho na sala de aula podem saber de vagas de empregos, e muitos deles se prontificam a ser referência. Use-os.

Coordenadores de voluntários podem ser muito úteis. Se você os impressionar durante suas horas de voluntariado, eles te farão favores como escrever cartas de referência, concordar em ser uma referência sua e talvez até te contar sobre oportunidades que encontrarem.

Pense positivo

Você pode se preocupar por que não tem experiência suficiente para que alguém o contrate. Se você chegou recentemente de outro país, também pode estar preocupado com sua fluência no idioma, a falta de contatos, ou a falta de conhecimento sobre o mercado de trabalho canadense. Mas você tem muito com o que contribuir.

Algo que pode ajudar a lidar com a insegurança é saber algumas das razões pelas quais empresas geralmente ficam muito felizes e ansiosas para contratar pessoas como você.

  • Jovens tendem a aprender rápido. Sua mente e memória são afiadas. Com um pouco de treinamento, você pode realizar a maioria dos trabalhos tão bem quanto qualquer outra pessoa.
  • Você não teve a oportunidade de desenvolver maus hábitos.
  • Você é mais acessível. Salários ficam mais altos conforme o tempo que você tem no mercado de trabalho e empregadores gostam do fato de que você irá trabalhar por menos dinheiro.
  • Jovens procuram por aprovação ao invés de ficarem apenas aguardando o próximo pagamento.
  • Você geralmente se preocupa mais com como seu desempenho é visto pelo chefe e colegas de trabalho.
  • Você possui mais resistência. Essa energia e entusiasmo podem servir bem no mercado de trabalho.
  • Muitos dos jovens estão mais familiarizados com tecnologia do que as pessoas da geração de seus pais.
  • Pessoas jovens estão mais dispostas a pegar empregos de iniciantes do que trabalhadores mais velhos.

DALE SPROULE

Canadian Newcomer Magazine is a free glossy, magazine with full colour cover and interior. The mission of the magazine is to connect the regions diverse ethnic communities in Canada using one voice and language by providing free information, advice, entertainment and encouragement to new immigrants. To that end, the magazine is written in English, but the vocabulary and grammar are kept as plain and simple as possible - complex ideas written in entry level English. Subjects covered include employment, housing, Canadian lifestyles, health, finances, ethnic media and education. The publication is being used as a teaching tool at many schools throughout the GTA. Canadian Newcomer Magazine is published six times per year with all issues available online in both English and French.

1 Comentário

1 Comentário

  1. deoene

    10/maio/2011 at 16:03

    adorei o exemplo do “[email protected],hehehehehe…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Trabalho

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo