Siga-nos

OiCanadá

Inglês

Leia antes de alugar

Na segunda aula sobre vocabulário imobiliário, Rafael Alcântara ensina novas palavras úteis na hora de alugar um imóvel.

Muitas pessoas me escreveram para que eu pudesse esclarecer alguns detalhes sobre a aula passada, em que passei um vocabulário sobre aluguel de imóveis. Confesso que não entendo muito desse assunto, mas a nossa querida amiga Rosa da Silva é uma expert.

Tenho amigos que moram em Montreal e quando me falaram quanto pagam de aluguel lá, eu tive vontade de chorar. Os valores são bem mais baratos do que Toronto. Além de ter uma melhor comida, eles ainda pagam menos de aluguel. E vocês, o que acham dos preços dos aluguéis em Toronto? Deixem um recado aqui!

Confira novas palavras úteis na hora de alugar um imóvel e espero que todos encontrem a casa ou apartamento dos seus sonhos!

Reference: alguém que poderá dar referências do inquilino (tenant) ao proprietário (landlord); pode ser por telefone ou por escrito sobre seu emprego, caráter, se paga suas contas em dia, etc. Geralmente o landlord pede 2 ou 3 references.

Rent deposit: valor pago ao proprietário antes do início do contrato a fim de cobrir qualquer falta de pagamento de aluguel. A lei diz que para contratos de “lease” de 01 ano, não pode ser cobrado mais do que o primeiro e o último meses de aluguel.

Semi-detached house: uma casa ligada a outra por uma parede. “Casas geminadas”, em bom português.

Tenancy period: é o período (quantidade de meses) de validade do contrato de aluguel. Muitas “tenancies” são de 01 ano (lease) e, depois disso, se a pessoa permanecer no imóvel, se transformará em mês a mês (month to month) sem nem precisar fazer outro contrato.

Townhouse / Row house: é  um “sobradinho geminado”; uma casa pequena geralmente de 2 ou 3 quartos conectada a outras através de 2 paredes.

Utilities: serviços essenciais como água, eletricidade e gás natural. Um contrato de aluguel pode incluir todos esses serviços no valor mensal de aluguel ou parte deles.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Após ter trabalhado em várias empresas como a Air Canada e IBM, Rafael se formou pela George Brown College em Artes Culinárias, mesmo tendo diplomas nas áreas de Ciência da Computação, Linguística e Literatura. Mesmo com o curso de culináriia, ele está sempre em busca de novas aventuras no mundo gastronômico, seja descobrindo novos ingredientes ou provando pratos inusitados. Hoje em dia, Rafael Alcantara atua como intérprete e tradutor oficial para a imigração canadense, a Corte de Justiça da Cidade de Toronto e integra o corpo de intérpretes do maior hospital do Canadá.

3 Comentários

3 Comments

  1. Gabriel P.

    23/dez/2010 at 12:57

    Uma dica: o correto é “Geminada” (que vem de gêmeo), e não “germinada” (que vem de germe). Não sei se foi proposital (se sim, peço desculpas). Vejam mais na wikipedia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Casa_geminada

  2. sonia reolon

    13/dez/2010 at 18:42

    Recebo notícias de Toronto pelo email e acho muito interessante conhecer detalhes da cidade através de voces.
    O comentário “Leia antes de alugar” me alertou pois planejo viajar no próximo ano.
    Existe algum blog como OiToronto em Montreal?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Inglês

Posts Populares

Topo