Siga-nos

OiCanadá

Educação

Intercâmbio para casais pode ser opção para quem quer pagar menos

Já se foi o tempo em que fazer intercâmbio no exterior era coisa de jovem solteiro. É cada vez maior o número de casais que optam por estudar em escolas canadenses e de outros países. Unir turismo ao aprendizado de um novo idioma e dividir as despesas são algumas das vantagens.

Imagine conhecer Toronto com alguém que você ame, visitar cidades próximas como Montreal, Ottawa e Niagara Falls, dividir os custos com transporte, alimentação e acomodação e ainda ter a oportunidade de aprender um novo idioma. Esses e tantos outros benefícios são o motivo pelo aumento na busca de intercâmbio para casais em diversas agências brasileiras.

“A diferença está na experiência desse tipo de intercâmbio. Sozinho, o viajante termina fazendo as atividades de lazer individualmente ou tem que procurar amigos. Mas quando viaja com uma parceira, passa a ter alguém para fazer essas atividades juntos”, diz Flávio Crusoé, diretor da BEX Intercâmbio, que registrou um aumento de 15% na busca de intercâmbio para casais em relação ao ano passado.

Tendência nacional

Esse tipo de intercâmbio virou uma tendência na maioria das cidades brasileiras. Em Teresina, apesar da procura ainda não ser tão grande, diversas agências já oferecem pacotes para casais que querem estudar no exterior. “É o tipo de opção que traz um grande benefício para o casal que quer aprender o idioma e conhecer a cultura do país juntos”, explica Natasha Cunha, gerente de intercâmbio da Embarque Educacional. “O que percebemos é que muitos não querem passar um tempo separados e terminam aceitando viajar juntos”.

Foi o que aconteceu com a médica alagoana Carla Mendonça, que terminou convencendo o marido a estudarem juntos durante um mês em uma escola de Toronto. “Foi uma viagem maravilhosa. Apesar de não ter tido tempo de conhecer tudo o que eu queria, saiu muito mais em conta do que se tivéssemos ficado em hotel”, confessa ela, que ficou hospedada junto com o esposo na casa de uma família canadense. “Fomos muito bem tratados, tivemos a chance de praticar o inglês e ainda fizemos grandes amigos. Sinto saudades e quero voltar em breve”.

Em Toronto diversos homestays (como são conhecidas as casas de famílias que recebem estudantes) oferecem a opção de quarto duplo com cama de casal. A grande vantagem está no preço, sendo até 15% mais baratos do que os quartos individuais. “Como podem dividir o quarto, o custo por pessoa fica mais em conta do que um quarto para solteiro. Além disso, tem outras pequenas economias como dividir o táxi na chegada do aeroporto e compartilhar aluguel de carro”, afirma Flávio.

Casais com diferentes perfis

Segundo dados da Belta (associação que reúne agências de intercâmbio no Brasil), cerca de 215 mil brasileiros viajaram para o exterior no ano passado para fazer algum tipo de intercâmbio, e a estimativa para esse ano é que sejam mais de 280 mil deles. Existem diferentes tipos de casais que procuram esse tipo de programa. No geral eles têm de 20 a 50 anos e são universitários ou profissionais que não podem passar muito tempo fora de suas atividades no Brasil. Por oferecer preços mais acessíveis, o Canadá é um dos destinos mais procurados, e ao contrário do que alguns pensam, para fazer intercâmbio juntos não é preciso que o casal tenha o mesmo nível de inglês. “Eles podem ficar na mesma escola, mas certamente vão estudar em salas diferentes correspondentes ao nível de inglês de cada um”, informa Natasha.

Quer saber quanto custaria um intercâmbio pro Canadá? Utilize o serviço gratuito do blog de pedido de orçamento e receba contato de várias agências e escolas.

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

2 Comentários

2 Comments

  1. Wagner Dutra

    05/set/2013 at 11:17

    É possivel estudar ingles por apenas 1 mes em TORONTO com visto de turista.

  2. Cristina Gomes Carvalho Freitas

    11/dez/2012 at 02:40

    É DIFICIL MESMO FAZER JUNTO…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Educação

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo