Siga-nos

OiCanadá

Inglês

Mais uma aula da nova seção AULA DE INGLÊS

O nosso colunista Rafael de Alcântara, agora participa também da seção AULA DE INGLÊS. Leia suas primeiras dicas.

Muita gente não sabe, mas fui professor de inglês durante anos e, até hoje, para não perder a prática, ainda dou algumas aulinhas. Eu adoro ensinar e sem dúvida essa é a minha vocação. Bem, aqui está mais um espaço para vocês.

A grande dificuldade de falantes de qualquer língua é sempre adequá-la a cada situação. As mesmas palavras que você usa quando fala com seu amigo de anos não são as mesmas que você usa com o seu chefe. Em inglês é a mesma coisa, não é mesmo? Eu, como intérprete, tenho que prestar bastante atenção a essas diferenças de registro, como chamamos na Linguística.

Mas sabe quando nos falta aquela expressão? Elas são muito importantes quando queremos ilustrar uma situação, um sentimento ou até mesmo economizar um parágrafo inteiro.

Aqui vão alguns exemplos que eu adoro e uso sempre.

Já vai tarde!

Sabe quando você quer desabafar sobre aquele chato que foi embora, aquela pessoa que demorou para passar dessa para melhor, ou até mesmo sobre aguele emprego que você largou? Basta dizer: “Good riddance!

– After staying at my house for 5 weeks he finally decided to leave yesterday!
– Oh wow! Good Riddance!

Riddance” vem da expressão “to get rid of“, que significa “se livrar de”.

Bem-feito!

Quer dizer aquele famoso “Bem feito! Você levou o que merece.”? Nossa, quantas vezes não temos vontade de dizer isso, né? Basta dizer: “Serves you right!”

– My girlfriend found out yesterday I was cheating on her and dumped me!
Serves you right!

A gota d’água

Agora, essa é muito útil nos dias de hoje. Como dizer “Isso foi a gota d’água”? Basta dizer: “That was the last straw“.

My boss has been asking me to do everything at the office and yesterday he asked me to buy him lunch. That was the last straw. I quit.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Após ter trabalhado em várias empresas como a Air Canada e IBM, Rafael se formou pela George Brown College em Artes Culinárias, mesmo tendo diplomas nas áreas de Ciência da Computação, Linguística e Literatura. Mesmo com o curso de culináriia, ele está sempre em busca de novas aventuras no mundo gastronômico, seja descobrindo novos ingredientes ou provando pratos inusitados. Hoje em dia, Rafael Alcantara atua como intérprete e tradutor oficial para a imigração canadense, a Corte de Justiça da Cidade de Toronto e integra o corpo de intérpretes do maior hospital do Canadá.

4 Comentários

4 Comments

  1. José Francisco Schuster

    23/fev/2010 at 22:18

    Oi, Rafael! Viu essa? Tem erro de inglês em “I believe”, a música que se tornou hino das Olimpíadas de Vancouver. Assim, fica difícil para o povo! Detalhes em

    http://ca.sports.yahoo.com/olympics/news?slug=capress-oly_i_believe_grammar-2428652&prov=capress&type=lgns

    Um forte abraço,

    • Christian Pedersen

      24/fev/2010 at 13:04

      Acho que quando se trata de música é tudo muito relativo. Existem várias músicas com erros gramaticais, até mesmo em português, mas na maioria dos casos é mais uma questão de como a palavra se encaixa melodicamente do que falta de conhecimento.

  2. Rafael Alcântara

    16/jul/2009 at 13:28

    Graça obrigado pelo carinho! Seja sempre bem-vinda em nosso espaço! Volte sempre!

  3. Graça Souza

    09/jul/2009 at 22:10

    Quero parabenizar o Rafael Alcântara , pelo quadro AULA DE INGLÊS..
    Estive em Toronto a passeio no periodo de 13/06 à 07/07.. já retornei
    ao Brasil, e acompanharei as materias desta coluna.
    Um abraço à todos aí!
    Bom final de semana!
    Graça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Inglês

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo