Siga-nos

OiCanadá

Trabalho

Entenda o mito da “falta de experiência canadense” e prepare-se para o mercado de trabalho

[CANADIAN IMMIGRANT] Entre todos os mitos que os imigrantes encontram ao chegar no Canadá, o mais usado para sinalizar algum tipo de falha por parte dos imigrantes é a tal da falta de experiência canadense.

A realidade é que todos os imigrantes (para qualquer país, não apenas para o Canadá) carecem de experiência em sua nova casa; afinal, eles nunca viveram lá antes! Enquanto a frase falta de experiência canadense pode ser interpretada de forma literal, também é frequentemente um eufemismo usado por alguns empregadores, colegas de trabalho e até mesmo prestadores de serviços para esconder o que eles sabem que não podem ou não devem dizer. Pode até ser uma forma de discriminação, bullying ou assédio.

Neste artigo, vou falar sobre o que exatamente é a falta de experiência canadense, como isso afeta os imigrantes à procura de emprego e o que você pode fazer em relação a isso.

O que é experiência canadense?

A experiência canadense é definida de forma diferente de pessoa para pessoa. Ao contrário do que muitos pensam (ou seja, que ela se refere à experiência de trabalho), todas as opiniões parecem apontar para a seguinte definição: experiência canadense é a capacidade de entender a cultura local de trabalho e se adaptar à ela ao se comportar de acordo com a expectativa do mercado de trabalho canadense (muitas vezes também chamada de habilidades leves, ou soft skills, em inglês).

Ela inclui muitas subcategorias, tais como estar ciente de: tendências da indústria local, quem é quem em seu ramo profissional, os tipos de bens e serviços, o mercado local, a legislação canadense, tecnologias e jargão profissional.

Aqueles que adquirem essas habilidades sociais parecem obter a chamada experiência canadense rapidamente, enquanto aqueles que não conseguem passam anos lutando para “se encaixar” no mercado.

Embora muitos recém-chegados optem por empregos que apenas garantem sua sobrevivência com o objetivo de adquirir experiência canadense, a verdade é que estão adquirindo só experiência de trabalho. Trabalhar como um segurança, caixa em uma loja de departamento ou ajudante de cozinha não te dará a experiência canadense da qual você realmente precisa. Esses trabalhos podem ainda aumentar o tempo entre o seu último trabalho profissional e o que você está procurando. E quanto maior essa distância, mais difícil será passar de um trabalho de sobrevivência para um trabalho profissional.

Mas às vezes…

A falta de experiência canadense também pode ser usada para rejeitar seu currículo ou também como uma desculpa depois de uma entrevista de emprego, sem maiores esclarecimentos. Nesses casos, é difícil saber se isto representa uma preocupação real sobre suas habilidades para um bom desempenho no trabalho ou se esconde percepções subjetivas sobre você ser a pessoa certa para aquela vaga, o que pode ser uma linha muito fina de pura discriminação. Esta situação é agravada quando seu currículo não segue os padrões canadenses e não mostra seu envolvimento com a cultura local ou interesse em atualizar a sua formação.

O que você pode fazer

  • Aprenda o máximo possível sobre a sua nova cultura e faça de tudo para abraçá-la. Misture-se com pessoas de culturas diferentes, incluindo diferentes grupos de canadenses. Junte-se a clubes e grupos.
  • Saiba mais sobre o que está acontecendo no Canadá. Leia jornais e blogs para explorar as questões que irão impactar sua indústria ou profissão. Quais são as tendências? O que está acontecendo?
  • Planeje entrevistas informativas. Faça isso com duas pessoas em sua área ou até mesmo em uma nova profissão que você gostaria de explorar. As entrevistas informativas podem te dar o ponto de vista de uma pessoa que já está inserida no mercado e você será capaz de comparar a sua própria experiência e como as coisas são feitas no Canadá.
  • Antes de avaliar suas credenciais ou iniciar alguma especialização, colete mais informações. Será que vale a pena? Quem é o órgão regulador ou associação da sua profissão? Como isso é feito? Converse com especialistas em seu ramo, procure as fontes.
  • Escolha a sua formação de forma estratégica. Você pode não precisar de uma nova graduação: na maioria dos casos, alguns cursos estratégicos farão o mesmo papel, pois os empregadores vão reconhecer uma instituição canadense em seu currículo e apreciarão a sua vontade de fazer uma atualização.
  • Considere trabalhar meio-período em nível iniciante em sua área ou um setor similar. Isso permitirá que você pratique em sua área, mostre suas habilidades, elimine o período sem atividades em seu currículo e tenha tempo suficiente para procurar um emprego mais permanente e profissional.
  • Faça contatos. Estabelecer contatos é a abordagem número 1 para encontrar vagas de trabalho no Canadá. Essa estratégia, semelhante ao voluntariado e à escolha de formação, precisa ser estratégica. A fim de fazer contatos de sucesso, você precisa se tornar “conhecido” nos círculos da indústria: assistir à conferências profissionais, eventos e workshops, participar de fóruns, solicitar entrevistas informativas com especialistas do setor, aceitar estágios e assim por diante.
  • Faça trabalho voluntário! O trabalho voluntário é muito valorizado pelos canadenses. 75% deles já trabalharam como voluntários em algum momento de suas vidas. Fazer trabalho voluntário te ajudará a fazer contatos, preenchendo o vazio no seu currículo, aprendendo sobre a cultura e as práticas canadenses e mostrando aos empregadores que você está realmente envolvido com o Canadá.
CF Language Services

Cinthia Ferreira é professora de português/inglês/francês e tradutora brasileira, residindo atualmente em Toronto, Canadá. Tradutora formada pela Universidade de Toronto especializada em: Marketing, Business, Turismo, Tecnologia e Documentação para processos de imigração como: Certidões de Casamento, Certidões de Divórcio, Atestados de Antecedentes Criminais, Certidões de Óbito, Diplomas, Documentos de Identidade, Históricos Escolares, Extratos Bancários, Cartas de Recomendação, Currículos, entre outros, nos seguintes idiomas: Inglês, Português, Francês e Espanhol. Professora de Inglês e Português formada em Letras, com mais de 10 anos de experiência em: Cursos Regulares ou Intensivos, Preparação para Teste de Cidadania Canadense, Preparação para exames de proficiência como TOEFL/IELTS, Preparação para exames da imigração CELPIP, MELAB e CAEL, Business English, Conversação, Gramática e Vocabulário através de cursos presenciais ou aulas online.

5 Comentários

5 Comments

  1. ronaldo

    08/set/2014 at 01:28

    ola! estou me formando em Recursos Humanos aqi no brasil e quero fazer especializacao no canada, em Toronto pra ser mais exato, e queria morar e Toronto. isso e muito complicado ?

  2. Cinthia Ferreira Language Services

    04/set/2014 at 00:42

    Obrigada pelos comentários pessoal, fico muito feliz poder ajudar com a tradução das matérias e oferecer um pouco de informação a todos!

  3. Fernando Moreira

    02/set/2014 at 14:47

    Parabéns pelo post e website.

  4. Leila

    02/set/2014 at 11:02

    Ótimo post!

  5. Thomas Eduardo

    02/set/2014 at 09:12

    Nossa que legal essas dicas ! Adorei ! Quero muito viajar para o Canadá e quero trabalhar aí, por enquanto estou aprendendo o idioma e estou pesquisando o processo de validação da minha formação nas províncias canadenses.Sou graduado em Fonoaudiologia. Seus comentários estão me dando uma direção de como seguir e concretizar meus planos. Muito obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Trabalho

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo