Siga-nos

OiCanadá

Vistos e Imigração

Que cidades canadenses os imigrantes escolheram para viver em 2019?

O Canadá recebeu no ano passado mais de 340 mil imigrantes, o que representa 0.9% da população total do país. Nesse grupo, três de cada 10 imigrantes se instalaram em Toronto. Mas para onde foram os outros e como anda a disputa das cidades do país para atrair os recém-chegados?

Toronto recebeu em 2019, 117.720 mil imigrantes — quase três vezes mais que Vancouver, a segunda cidade mais procurada do país com 40.020 novos habitantes. Na sequência, veio Montreal com 34.620, Calgary com 19.625 e Ottawa com 10.930. Mas as surpresas aparecem quando se observa a porcentagem de novos moradores em relação à população total de certos municípios.

Nesta perspectiva, os números indicam que a grande campeã foi a pequena Charlottetown, capital da Prince Edward Island. Com 78.568 habitantes, a charmosa cidade viu chegar 1.900 imigrantes, o que equivale a 2.42% da sua população. Em termos proporcionais, Toronto fica, então, bem atrás, com a nova leva de imigrantes representando apenas 1.82% do seu total de habitantes.

Mais interessante ainda é que Charlottetown não está sozinha. Regina – SK subiu sua população em 2.35% e cidades como Saskatoon – SK (1.77%) e Winnipeg – MB (1.75%), também bateram Vancouver (1.49%). E tudo isso pode indicar que há mudanças pequenas, mas significativas acontecendo.

De um lado, há os governos, em todas as suas três instâncias, fazendo pequenos movimentos para tentar melhor distribuir a mão-de-obra que chega, desconcentrando assim um valioso recurso que anda hoje concentrado. Do outro lado, há os imigrantes que parecem descobrir, bem aos poucos, as possibilidades de se assentarem em outras regiões, com custo de vida mais baixo e um ritmo de vida menos estressante.

Resta saber, no entanto, como esses novos destinos e novos moradores vão se comportar a médio e longo prazo. De acordo com um relatório publicado em 2018 pelo governo federal com análises do nível de retenção entre 2011 e 2016, a mesma Prince Edward Island que brilhou o ano passado teve a mais baixa taxa de retenção do país, conseguindo manter por cinco anos no seu território apenas 16% dos imigrantes que ali chegaram. Um número bem menor que a média nacional de 86% ou do campeão de retenção, Ontário, com taxa de 91%.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Vistos e Imigração

Posts Populares

Topo