Siga-nos

OiCanadá

Inglês

Os usos do pronome “Whose”

Muitos de nós esquecemos algumas palavrinhas em inglês que nos fazem muita falta se quisermos ter um vocabulário rico e correto. Um exemplo de palavra deixada sempre para escanteio é o pronome possessivo WHOSE. Sim, amigos, às vezes em nosso dia-a-dia tão atribulado, nós nos esquecemos de tudo, inclusive as palavras.

WHOSE é um pronome possessivo que é bem útil. Simplesmente, essa palavra quer dizer DE QUEM, A QUEM PERTENCE ou então CUJO, DO QUAL. Calma que eu explico.

Quando quisermos perguntar a quem pertence algo, o pronome que devemos usar é o WHOSE. Esse pronome vem sempre no começo da frase ou nesse caso, da pergunta. Mas atenção, nunca utilize no final em se tratando de pergunta.

Como falaríamos em inglês, por exemplo, a frase a seguir:

  • De quem é esse lápis?
  • De quem é aquele carro?

A forma mais complicada e longa seria:

  • Does this pencil belong to anyone?

E pra ser sincero, a frase acima não quer dizer exatamente “de quem é esse lápis”. Para resolver o nosso problema, é ai que entra o pronome WHOSE.

  • Whose pencil is this?
  • Whose car is that?

Superfácil,não é? Bem, já que achou, então podemos falar sobre o outro uso do whose, que é no meio da frase.  Eu poderia falar em locução adjetiva, qualidade do sujeito, mas vou direto ao assunto. Quando quiser dar uma enfeitada no seu inglês, não se esqueça do WHOSE no sentido de “cujo” ou “do qual”. Vamos ver um exemplo?

  • Mário, cujo carro é vermelho, mora aqui ao meu lado.

Parece complicado? Não é! Veja agora:

  • Mário, whose car is red, lives beside me.

Pronto. Super simples e todo mundo vai ficar impressionado com o seu uso do WHOSE. E você vai poder tirar aquela onda.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Após ter trabalhado em várias empresas como a Air Canada e IBM, Rafael se formou pela George Brown College em Artes Culinárias, mesmo tendo diplomas nas áreas de Ciência da Computação, Linguística e Literatura. Mesmo com o curso de culináriia, ele está sempre em busca de novas aventuras no mundo gastronômico, seja descobrindo novos ingredientes ou provando pratos inusitados. Hoje em dia, Rafael Alcantara atua como intérprete e tradutor oficial para a imigração canadense, a Corte de Justiça da Cidade de Toronto e integra o corpo de intérpretes do maior hospital do Canadá.

13 Comentários

13 Comments

  1. Gustavo

    03/fev/2016 at 14:15

    Olha, excelente explicação! Direto ao assunto e com muitos exemplos!

  2. Matheus felipe

    07/nov/2013 at 18:04

    Gostei do site me ajudou bastante!!
    s2s2

  3. LadyHELL

    01/set/2013 at 15:23

    adorei, irei usa-lo amanha , na minha prova

  4. Trugs

    09/dez/2012 at 14:00

    Simples e direto. Gostei.

  5. bia

    07/nov/2012 at 18:57

    Thank you

  6. bee

    11/Maio/2012 at 19:12

    now! so easy ….

  7. CAMILA

    13/abr/2012 at 21:21

    esse saite mim ajudou a fazer a tarefa do ccaa curso de ingles obg!

    • Anônimo

      19/set/2014 at 01:29

      Esqueceu de fazer a tarefa de Português.

  8. Rosanna

    10/abr/2012 at 22:40

    Muito boa sua explicação! Thanks!!!

  9. Thatah

    14/Maio/2011 at 09:51

    thanks

  10. Taylor

    05/nov/2010 at 13:28

    thanks (:

  11. Edvaldo Júnior

    31/mar/2010 at 01:25

    Muito bom, obrigado pela dica, eu sou “aquele” que sempre usa o lado mais complicado por esquecer disso na hora da conversação.

    • Ivan

      30/ago/2010 at 00:56

      E quando tiver problemas, é só me perguntar no final da aula Júnior!

      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Inglês

Posts Populares

Topo