Siga-nos

OiCanadá

Experiência

O destino da minha bicicleta

O Canadá é o país com o quarto melhor índice de desenvolvimento humano (IDH); Toronto sempre está presente nas listas de melhores cidades para se viver no mundo; a sensação de segurança ao andar pelas ruas realmente existe por aqui. Tudo isso leva a crer que a chance de alguém roubar a sua bicicleta é bastante pequena. Contudo, essa não é a realidade.

Desde que eu cheguei a Toronto ouço essa história de que bicicletas são alvos comuns de furtos, mas esse é o tipo de coisa que você acha que nunca vai acontecer com você.

O roubo da minha bicicleta me pegou de surpresa. Obviamente, lamentei a perda e a necessidade de ter que comprar outra bike. Porém, o que era para ser uma triste história acabou virando um interessante experimento sociológico que contarei agora para vocês.

No prédio onde eu moro, não é muito conveniente entrar e sair com aquele trambolho o tempo todo, então eu resolvi estacionar a minha bicicleta todas as noites rente a um poste em frente ao edifício. Durante algumas semanas nada ocorreu; usava a bicicleta regularmente e sempre a colocava no mesmo lugar quando voltava para casa.

Um dia em que eu estava a pé, voltei bem tarde ao meu prédio e percebi que tinham levado o pneu da frente da minha bike. Fiquei abalado e sem saber o que fazer. Afinal, estava em um período de muitas provas e trabalhos na faculdade, não tinha tempo para ir atrás de outro pneu. Então deixei a bicicleta ali no mesmo lugar, com o cadeado agora prendendo o pneu de trás.

O tempo foi passando e eu fui adiando a busca de uma solução para a bicicleta amputada. Por essa demora, eu fui castigado. Duas semanas depois, vi que tinham levado o banquinho! Por mais que minha bicicleta fosse velha e barata, fiquei chateado e desiludido com o futuro daquele objeto cada vez mais desmembrado.

O sumiço do assento aconteceu às vésperas das minhas férias. Estava tão preocupado com os preparativos de viagem que acabei me esquecendo da carcaça de bicicleta que havia restado. Só me lembrei dela quando já estava no avião, mas isso não me importava mais: já estava desiludido com o destino que tinha sido traçado para o meu veículo urbano. No entanto, fiquei curioso para saber se restaria alguma coisa da bike quando eu voltasse.

Depois de dois meses, retornei a Toronto a tempo de encontrar apenas o pneu traseiro preso ao poste.  Fiquei surpreso ao descobrir que ainda tinha sobrado uma parte da minha bicicleta. No dia seguinte, porém, esse mesmo pneu também tinha sumido! Conclusão: uma bicicleta, quando deixada na rua, demora aproximadamente três meses para ser completamente roubada.

A sua bicicleta, portanto, nunca está em segurança nas ruas de Toronto. Nunca a deixe fora por longos períodos e use pelo menos dois cadeados (para prender os dois pneus). Não repita os mesmo erros que eu. Os ladrões estão sempre aí de plantão, seja o país desenvolvido ou não.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Adam, 21, é estudante de filosofia e sociologia na Universidade de Toronto. Natural de São Bernardo do Campo (SP), Adam morou durante a infância e a adolescência na Suíca, na China, nos Estados Unidos e no Brasil. É co-fundador e co-presidente do grupo estudantil Brazilians United in Canada (BRAZUCA), cujo objetivo é difundir a cultura brasileira e integrá-la a outras culturas em sua universidade.

9 Comentários

9 Comments

  1. Ricardo Chaves

    17/set/2012 at 22:45

    Nossa, acabei de ler uma materia sobre as regras de uso de bike ai (http://oitoronto.com.br/16168/manual-do-ciclista/), e achei essa curiosa, mas meio absurda, rsrsrs; Sua bike nao foi roubada, foi abandonada! O pneu dianteiro sim, foi roubado…

    Bom, proximo mes irei a Toronto, e sigo por Ottawa, Montreal e Toronto; Gostaria de comprar uma boa bike, MTB, tipo Specialized; Mas como quero uma top, pensei em comprar no e-bay uma seminova, mas nao achei muita coisa por ai, como tem nos EUA; Será que o amigo poderia me ajudar, informando onde eu devo encontrar bikes novas e semi novas p/ comprar???
    Valeu!!!

  2. Maria de Lourdes

    03/Maio/2011 at 00:14

    Meu filho chegou em Toronto no dia 24/04/2011 depois de muitos preparativos, sonhos e planejamentos, e de economias também….
    Ficou hospedado em um albergue Global Village. No dia seguinte da sua chegada comprou um notebook pois precisa dele para trabalhar e estudar.
    Quatro dias depois foi roubado enquanto dormia, um “hóspede” levou sua mochila com o notebook….
    Depois de ouvir tanto sobre a segurança em Toronto, eu pergunto: o que pensar agora? Meu filho perdeu dinheiro, está chateadíssimo pensando até em voltar e terminar aqui a sua viagem tão sonhada!
    E eu aqui no Brasil sem poder fazer nada tentando digerir essa situação tão desagradável.

    • Fernanda Thiesen

      04/Maio/2011 at 02:20

      Oi Maria de Lourdes, não deixe o ocorrido desanimar seu filho. Quando a gente chega aqui é normal nos sentirmos mais seguros e não tomarmos as mesmas precauções que tomávamos no Brasil. Comigo aconteceu algo parecido. Quando cheguei no Canadá, ia morar em Montreal, onde aluguei um studio temporário com uma amiga. Em menos de 3 dias, entraram na nossa suite enquanto estávamos fora e levaram os nossos dois laptops da Apple novíssimos, além de discos externos com todo o nosso material de trabalho. O susto e a decepção foram grandes, mas nos sentimos ao mesmo tempo muito aliviadas por não terem levado nossos traveller cheques e passaportes. Não desistimos do Canadá, e foi a melhor coisa que fizemos. Furtos acontecem por aqui sim, existem gangues e drogados pelas ruas (em determinadas áreas), mas nada comparado à violência no Brasil. Toronto não é perfeita, mas ainda assim é muito segura, por isso espero que seu filho se anime novamente. Não sei se a dica ajuda, mas se ele não puder comprar outro laptop e precisar estudar, existem computadores com internet nas bibliotecas. Abraços. Fernanda.

      • Maria de Lourdes

        04/Maio/2011 at 21:21

        Oi Fernanda
        Muito obrigada pelas palavras de conforto… o laptop roubado do meu filho era igual ao seu, da mesma marca, ele é publicitário e precisa de um computador como esse, seus programas também se foram…. mas ele já está bem…..
        um abraço Maria de Lourdes

  3. Jose

    07/set/2010 at 22:28

    Infelizmente, aonde tem gente, seja aonde for, isso tudo pode acontecer. A frase mais certa de uma música do Ed Motta, Manuel: “O mundo é fabuloso, o ser humano é que não é legal.”
    Abraço de mais um Brasileiro em Toronto
    José

  4. aiko horiuti

    01/set/2010 at 22:40

    Cheguei a Toronto no dia 15 de agosto de 2010, vim fazer um curso de Ingles, no Brasil meus amigos e familiares que ja estiveram no Canada me incentivaram a vir e falaram pra que ficasse tranquila que estava vindo pra um Pais de primeiro mundo e que aqui nao havia problema de vilencia etc…, No dia 17 fui apos o curso conhecer o Shoping no Centro, apos algumas horas decidi ir no Mac que tem em um piso, la chegando apos ter contato com duas mulheres brasileiras, e ter deixado minha bolsa no encosto da cadeira virei para procurar uma caneta, qual nao foi minha desagradavel surpresa, a bolsa nao estava mais, cai em desespero, levaram minha bolsa com todos meus cartoes de credito e de debito, documentos do Brasil, um pouco de dinheiro, oculos, telefones enfim, me vi sozinha num Pais estranho, e nessa situacao, gente que loucura!!! a seguranca do Shoping foi acionada, fiz o registro da ocorrencia na policia, mas tive todos os dissabores de esperar vir cartoes provisorios apos ligar diversas vezes para os bancos e tal. So estou mandando a minha amarga experiencia para que todos saibam que este tipo de coisa pode acontecer a qualquer um e em qualquer Pais, portanto, nao se deve confiar em lugar algum.

  5. Marcelo Torres

    01/set/2010 at 14:36

    No início de julho isso tb aconteceu comigo, fui passear com minha esposa e minha filha, qdo chegamos em casa, prá nao subir com 2 bicicletas e o carrinho da Bia, prendemos tudo no lugar correto, mas com o cadeado de fio de aço tb. A minha bike foi a única roubada e já tinham roubado outra no meu prédio. Eu sei o quanto e chata essa situação

  6. Cristiano

    30/ago/2010 at 17:33

    Adam, se tivesse lido esse post há algumas semanas atrás certamente ainda estaria com minha bike.
    Cheguei há 6 meses em Toronto , vim com minha esposa, como Residente Permanente . A crescente violência foi um dos os vários motivos que nos fizeram deixar o Brasil . Empolgados com a nova cidade, compramos bikes semi-novas de um casal de brasileiros , que as usaram poucas vezes antes de retornar ao Brasil . As bikes já vieram com aqueles cadeados básicos, tipo fio de aço. O primeiro erro foi não usar o cadeado correto, o ” U ” lock. Também, como eu ia imaginar que no Canadá, em Toronto, alguém ia roubar minha bike, ou serrar meu cadeado de fio de aço. O problema ocorreu durante o festival de música brasileira, no Harbor Front, no dia do show da Batucada Carioca. Quando estávamos indo embora vi que mminha bike tinha sido roubada, e o cadeado estava serrado no chão. Havia parado em um estracionamento de bikes, em lugar iluminado e muito movimentado. A bike da minha esposa não foi roubada. Ficamos bastante chateados, e alguns amigos ainda bricaram dizendo que aconteceu em um evento de brasileiros. Anyway, agora estou mais esperto e prevenido. Um canadense me disse: “Roubaram a sua bike? Bem vindo a Toronto, agora você pode se sentir um Torontiano. ” Apesar de tudo, isso ainda é muito pouco em relação ao que acontece no Brasil, tiroteios no meio da rua, como balas perdidas, sequestros, etc…

  7. Luiza Yang

    30/ago/2010 at 09:39

    3 meses?! hahaha em SP seriam 3 minutos. Adorei. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Experiência

Posts Populares

Topo