Siga-nos

OiCanadá

Experiência

A alma de Toronto

Para algumas pessoas, Toronto muitas vezes parece uma cidade sem graça. Como se faltasse um sopro de ânimo à cidade, uma energia a mais, uma alma. Será que ela é assim mesmo ou essa sensação é provocada pelo marasmo dos meses de inverno?

Na semana passada recebi a visita de familiares do Brasil. Depois de eles notarem que a cidade é bastante calma, disse a eles em tom de brincadeira: “Toronto é uma cidade com coração, mas sem alma”.

Esse comentário gerou algumas risadas e bastante controvérsia. Depois passei a pensar um pouco mais sobre o assunto: será que Toronto não tem mesmo alma? Digo que a cidade tem coração porque é um importante centro financeiro; uma metrópole de bastante influência; um núcleo urbano com oportunidades e rotina de cidade grande. Em outras palavras, a cidade tem um ritmo, um pulso de vida, um coração.

Porém, o leitor já deve ter notado que Toronto muitas vezes é uma cidade insípida. Frequentemente as ruas estão vazias, sobretudo à noite. Bares e restaurantes podem estar demasiadamente desanimados, inclusive em finais de semana. Mesmo morando na região central da maior zona urbana do Canadá, raramente ouço barulho e vejo pouco movimento pela minha janela.

Escrevo estas mal traçadas linhas no fim do inverno, quando a esperança e expectativa de ares mais mornos é grande mas a realidade climática permanece fria e chuvosa. Talvez esse seja o real motivo da minha preocupação com uma possível ausência de alma na cidade que escolhi para morar.

Convenhamos que o inverno é exaustivo: a neve perde o seu encanto e o frio não é mais aquela novidade legal depois de quatro meses abaixo de zero. Provavelmente eu esteja simplesmente cansado dessa interminável estação e, portanto, mais propenso a reclamar. Como diria o meu pai: o frio é o único defeito do Canadá. Tenho certeza que quando o sol voltar a fazer as pazes com a cidade, eu também farei o mesmo.

Mas e então, cadê a alma de Toronto? Vou ter que concordar com os meus tios e dizer que a alma da cidade está nas pessoas com as quais você convive. Afinal, se vivemos perto de amigos e pessoas queridas em uma cidade que funciona bem, não precisamos de mais nada.

Além do mais, Toronto não é uma cidade tão desanimada assim. Sempre existem cantinhos mais agitados esperando para serem descobertos. Aqui vai uma sugestão minha de um desses pequenos achados: o simpático e alegre café 7 West na Charles Street. O lugar fica aberto 24 horas durante os 7 dias da semana. Um pequeno sinal de que Toronto seja sim uma cidade com alma.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Adam, 21, é estudante de filosofia e sociologia na Universidade de Toronto. Natural de São Bernardo do Campo (SP), Adam morou durante a infância e a adolescência na Suíca, na China, nos Estados Unidos e no Brasil. É co-fundador e co-presidente do grupo estudantil Brazilians United in Canada (BRAZUCA), cujo objetivo é difundir a cultura brasileira e integrá-la a outras culturas em sua universidade.

12 Comentários

12 Comments

  1. Julieta Jacob

    23/mar/2011 at 11:07

    A foto vale mais que mil palavras.

  2. Sheila Camargo

    17/mar/2011 at 06:53

    eh obvio que no verao tudo fica muito melhor em toronto. mas mesmo no inverno a cidade pode ser bastante divertida e acolhedora. vcs deveriam conhecer o Gladstone Hotel. as quartas-feiras tem videoke,e e muito animado… outros lugares sao a boate el convento rico na college st, church street, queen west street. tem muitos lugares animados em toronto e eu acho que os canadenses sao pessoas muito abertas….eu morei um tempo no Rio Grande do Sul no Brazil e ali sim e um pais onde as pessoas sao extremamente frias:-( acho que depende da experiencia de cada um.

  3. Roseany

    16/mar/2011 at 22:51

    Eh Toronto ja moro aqui ha 20 anos…:) tinha 26 anos quando cheguei …odiava o inverno reclamava sem parar quanta depressao cold days …nao sei fazer nada neste pais cold… mais voltar a morar no Rio de Janeiro Pais Tropical lindo cheio de agitacao… NAO ..com o tempo e anos a gente acaba gostando deste silencio e tranqulidade do inverno escuro e frio a gente acaba apreendendo a curtir as estacaoes que pra mim sao duas…. 4 meses de verao e 8 de inverno :( mais adoro esse pais de alma fria :)

  4. Karla Monteiro

    16/mar/2011 at 18:52

    Quando saimos do nosso lugar de origem nós é que ficamos com duas almas. As lembranças realçam o lado bom do que ficou, o dia a dia traz à tona as dificuldades. Mas no fundo, poucos querem voltar.
    Karla

  5. Julio

    16/mar/2011 at 17:52

    Adam,
    parabéns pelo artigo, falou de uma coisa que atinge a muitos Brasileiros, essa falta de “calor humano” (é claro que tem gente que gosta, mas não é o meu caso).
    Logo visitarei esse Café 7 west, na Charles Street!
    É um bom artigo para se fazer, hein? Lugares animados em Toronto!
    Outro dia fui ao Club Cayo Coco (clubcayococo.com) na Richmond St (entre John St e Widmer St), em frente ao Scotiabank Theatre Toronto. Muito bom, uma equipe muito animada e atenciosa!
    Um abraço.

    Júlio

  6. Jean

    16/mar/2011 at 16:28

    Toronto e uma cidade sem alma. Melhor e Montreal!

  7. Bruno

    16/mar/2011 at 11:31

    É, apesar de diferente, Toronto tem sim uma alma, e como o Adam sugeriu, pequenos cafés, bares e restaurantes como o que mencionou são indícios disso. Agora, que o subúrbio não tem alma, isso é fato! Em breve um artigo explicando por quê…

  8. Solange Escosteguy

    16/mar/2011 at 10:19

    Yan, tenho que concordar contigo quando dizes que a alma da cidade esta nas pessoas com que convives. E acrescento:são os amigos que fazem os lugares e que dão sentido a nossa vida. Todos os lugares são difíceis num primeiro momento, o que vai apressar ou amenizar nossa adaptação são os amigos que fazemos e que seram a nossa saudade no futuro. Também é evidente que os que tem um interesse específico em algo ou trabalham, estão no lucro.
    É verdade também que no verão a cidade muda e o humor de todos também. As inumeras programações ao ar livre devem ser bem aproveitadas para armazenar energia para o longo inverno. Não me queixo, procuro aproveitar sempre o que de bom cada lugar me oferece. E Toronto tem muita coisa, “indoor e outdoor”, é só ir atrás. A primavera esta quase sorrindo…falta pouco…

  9. Sandro Calderon

    16/mar/2011 at 10:17

    A alma de um país não está no lugar físico mas no que trazemos conosco dentro de nós mesmos, ou seja, a alma de Toronto precisa vir de dentro de cada um, O Brasil pode ser mais acolhedor e quente e isso reflete um coração e uma alma. Mas ao mesmo tempo os problemas no geral que emvolvem o país dá a impressão que essa alma não é tão pura assim. No entanto eu vejo na alma do Canadá e dos Canadenses honestidade, Amor pelo País, obediência ás Leis e nem precisa ir tão além para sermos contagiados por esse país tão amado Chamado Canadá e que eu pretendo estar em “breve” com minha família.

    Sandro Calderon

  10. Marcelo - kalib

    16/mar/2011 at 09:06

    Bom, morei por um tempo no Canadá e voltei ao Brasil para concluir meus estudos universitários. Em breve pretendo imigrar, retornando de vez para Toronto.
    Adorei a cidade e pude vivenciar os diferentes climas. Acho que essa questão de “sem alma” é muito relativa. Varia de pessoa a pessoa. Por exemplo, meu caso. Odeio o calor. Não me dou bem com clima quente, o que é péssimo já que moro em Fortaleza. Qualquer caminhada de 100 metros já estou encharcado de suor. Não me sinto bem com lotações, muito movimento, etc. Adoro coisas mais calmas. Aqui em minha cidade procuro sempre frequentar locais calmos, pouco agito.. nada de festas, boates, etc., mas sim bares mais simples, mais calmos, menos barulhentos.

    Ou seja, no meu perfil Toronto não é uma cidade sem alma no inverno. Mas o oposto. É uma cidade que possui uma alma gêmea em meu ponto de vista… É exatamente o que eu busco, o que eu gosto. Adorei o inverno de Toronto desde o início. Adoro o clima frio, praticar snowboard, patinar, tomar chocolate quente, etc. Enfim, me dei super bem com o inverno. Claro, as outras estações também são boas.

    Ao contrário do comentário “o frio é o único defeito do Canadá”, eu diria que ter as 4 estações bem definidas é uma das maiores qualidades do Canadá. Em minha cidade é calor o ano inteiro. Você não tem para onde correr.. ou o que mudar em sua rotina…não tem como degustar “novos sabores”. O que achei mais incrível no Canadá foi isto:

    Oba, é Verão! Vamos fazer atividades de verão, comer coisas de verão, usar roupas de verão, curtir o verão!

    Oba, é Primavera! Vamos fazer atividades de primavera, comer coisas de primavera, usar roupas de primavera, curtir a primavera!

    Enfim.. Acho que entendeu meu ponto.

    Belo artigo, assim como vários outros do site. Apenas tenho um pensamento diferente do seu.

    Parabéns pelo site. Quem sabe não nos esbarramos pelas ruas quando eu retornar para Toronto em breve.

    • Lilia

      16/mar/2011 at 11:20

      Bem, esse eh meu segundo inverno aqui e esta sendo duro… Antes, so a luz do sol ja me alegrava, sem me importar se tivesse neve e temperatura baixissima. Mas qdoo vi nevar novamente no inicio de marco, e o pior, aquela tempestade de vento e neve q me arrastava me deu mesmo muita raiva dessa neve q comecou a cair em outubro! Ver neve por 6 meses, nao tem nada de 4 estacoes definidas.
      Eh claro, da pra se viver. Mas de um jeito muito xoxo pra quem cresceu e viveu de outro jeito.
      Mas ja esta acabaandoooo, viva!!!

  11. Yan Fernando

    16/mar/2011 at 00:13

    Eu fui pro Canadá em Janeiro do ano passado e fiquei 1 mês em Toronto.
    Como eu e meus amigos eramos de menor (e somos perante a lei canadense) não tinhámos lugares pra ir na cidade, então ficávamos andando pelo centro de Toronto. Eu realmente estranhei, as ruas eram desertas. Eu achava que seria estilo a Avenida Paulista aqui de São Paulo, super movimentada.
    Eu acredito que no inverno o Canadá é um lugar sem alma… Mas não posso dizer em relação as outras estações, mas mesmo assim eu continuo amando o país e pretendo voltar logo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Experiência

Posts Populares

Topo