Siga-nos

OiCanadá

Notícias

Casos de assaltos no centro de Toronto não preocupa população

Apesar de Toronto ser presença constante nas listas das metrópoles mais seguras do mundo para se viver, alguns estudantes e turistas têm presenciado certo tipo de violência na cidade, sobretudo nas proximidades da Yonge-Dundas Square. Pequenos furtos e assaltos são os crimes mais comuns cometidos naquela área.

Em junho do ano passado uma mulher foi assaltada por um rapaz dentro do Eaton Centre, o maior shopping da cidade de Toronto, situado em frente à Yonge-Dundas Square. O bandido, além de ter roubado os pertences da vítima, a agrediu diversas vezes no rosto.

Nos últimos meses, o OiCanadá recebeu a informação que um estudante que estava patinando no gelo na Nathan Phillips Square teve a sua mochila furtada enquanto amarrava o patins. Um outro caso envolveu duas brasileiras em um restaurante perto do Eaton Centre, onde uma delas teve o cartão de crédito roubado de dentro da bolsa. “Eles chegaram a gastar $300 dólares com o meu cartão em gasolina, comida e estacionamento. Agiram de uma forma tão discreta, que nenhuma de nós percebeu o roubo”, disse a vítima.

Cenas como essa são muito raras na cidade, mas acontecem. A brasileira Roberta Ramos, que trabalha com seguros em uma escola de inglês no centro de Toronto, já recebeu algumas reclamações dos estudantes com relação a crimes que acontecem nessa área de Downtown. Um deles ocorreu com um aluno do Japão que resolveu tirar um cochilo em um dos bancos da Yonge-Dundas Square, e quando acordou percebeu que sua mochila havia sido roubada.

Um outro caso mais grave envolveu um estudante da Arábia Saudita que foi abordado por cerca de três rapazes em frente ao Eaton Centre enquanto fumava um cigarro. Após informar que não tinha dinheiro, o jovem foi agredido e teve o seu iPhone roubado. Para sorte dele, os policiais chegaram ao local e conseguiram prender dois bandidos, que provavelmente faziam parte de uma gangue.

“A Yonge-Dundas Square é uma área turística e de entretenimento, com lojas, restaurantes e cinema. Geralmente, as pessoas que se dirigem para aquela região vão com dinheiro, o que termina sendo um alvo perfeito para os bandidos”, afirma Roberta.

Em quase três anos que tem trabalhado para a escola, Roberta afirma que só soube desses três casos. “Eu não conheço nenhum amigo que tenha passado por isso e, graças a Deus, nunca aconteceu comigo. Apesar de tudo, a cidade é muito segura”, observa ela.

Toronto está entre as metrópoles mais seguras do mundo, e a criminalidade tem caído ainda mais nos últimos anos. Em 2011, a cidade registrou 45 homicídios, o menor índice em 25 anos. No Brasil, Salvador (que praticamente possui a mesma população de Toronto) aconteceram 2.037 assassinatos, quase 45 vezes mais qua a capital de Ontário.

Um estudo divulgado recentemente pelo Statistics Canada (órgão do governo canadense responsável por produzir estatísticas sobre a população e economia do país) mostrou que 90% dos entrevistados afirmaram que se sentem seguros saindo sozinhos pela vizinhança durante a noite.

A estudante de Turismo Karina Gonçalves, que trocou Porto Alegre por Toronto há 11 anos, diz que a segurança é o que a cidade oferece de melhor. “Em qualquer cidade do mundo existem crimes, sempre foi assim. Mas não se preocupar em andar a qualquer hora da noite pelas ruas da maior cidade do Canadá é uma sensação que eu nunca vou ter no Brasil”, desafaba.

Apesar de não haver motivos para se preocupar com assaltos em Toronto, é sempre bom tomar alguns cuidados. “Às vezes alguns alunos são muito ingênuos. Eu sempre oriento os estudantes a prestarem atenção em seus pertences, como sempre carregar a mochila, por exemplo. Dar vacilo nunca é bom”, orienta Roberta.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

5 Comentários

5 Comments

  1. Rafael

    17/out/2015 at 13:46

    Ontem roubaram a minha mochila dentro de uma loja de sapatos no Eaton center, o mais foda foi o gerente da loja, não me ajudou a fazer nada…

  2. Rita

    09/Maio/2012 at 15:39

    Eu ja tive minha bolsa furtada 2 vezes em menos de 6 meses . Uma dentro de uma balada no centro , e outra vez dentro do proprio trabalho, onde uma gangue disfarçadamente entrou e fingiu ir no banheiro e entrou nos escritorios e pegou todas as bolsas e levou pro banheiro, retirou tudo o que interessava e jogou tudo o que nao interessava dentro da privada.. Por sorte , ou azar, o local era monitorado por cameras e depois de 1 semana tive meus doctos todos de volta , e o seguro da empresa pagou pela parte em dinheiro furtada. No entando ter seu PR e drive license em maos de outra pessoa não é um sentimento muito bom não… Eu tenho muito medo de andar em Downtown, porem outras areas eu fico tranquila.

  3. Gabriela

    01/Maio/2012 at 23:59

    oláa.. eu to já faz uma semana em toronto e vou ficar estudando aqui por 6 meses..
    e como uma boa brasileira.. eu morro de medo de andar sozinha a noite.
    como hoje eu fui ao jogo de hockey e cheguei em casa 23:30 e estava sozinha, morri de meedo..
    eu to morando na sheppard ave west, vocês sabem se essa avenida é bem segura também?

    grataa

  4. Fábio

    20/abr/2012 at 00:48

    Para um típico brasileiro que vive no Grande Rio (leia-se Niterói), Toronto dá pra tirar de letra. Mamãozinho com açúcar!

  5. Vinicius Fernandes

    06/mar/2012 at 12:24

    Como é bom ver esse tipo de matéria!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Posts Populares

Topo