Siga-nos

OiCanadá

Turismo

Cabbagetown: O bairro das casas vitorianas

Caminhar por Cabbagetown é uma atividade no mínimo agradável. O bairro, que durante o período das duas guerras mundiais era considerado uma das maiores favelas de Toronto, mudou completamente. Daquele período só restam as casas vitorianas, construídas pelos imigrantes irlandeses, que escolheram a área para viver no século XIX.

Ao que tudo indica, foram também os imigrantes irlandeses os responsáveis pela criação do nome pelo qual o bairro é conhecido hoje. Antigamente chamado de Village of Don Valley, o costume dos antigos moradores de plantar repolhos na frente das casas (que coincidiu com o período de fome na Irlanda, durante a peste da batata) e o cheiro da verdura vindo das cozinhas residenciais, fez com que a área passasse a ser chamada de Cabbagetown (Terra dos Repolhos em inglês).

O jornal The New York Times já chegou a mencionar que o bairro possui a maior coleção de casas vitorianas da América do Norte. De fato, é possível observar nas residências da área praticamente todas as características dessa arquitetura, com uma simetria nos detalhes, pinturas vibrantes, construções altas, varandas e diversas entradas. Devido à grande aglomeração de casas nesse estilo, uma boa parte do bairro é protegida por leis municipais. Proprietários de algumas casas que queiram reformar ou fazer qualquer tipo de mudança devem conseguir uma autorização especial. O objetivo é preservar a riqueza arquitetônica do local. Hoje, uma residência no bairro pode custar mais de $1 milhão.

Uma fazenda no meio de Toronto

Situada entre as proximidades da Parliament Street com Bloor, uma das grandes atrações de Cabbagetown é Riverdale Farm, uma pequena fazenda bem no meio da cidade, com porcos, carneiros, vacas e galinhas. O lugar oferece um passeio fantástico, principalmente para as crianças, que terão a oportunidade de tocar nos animais, além de assistirem a demonstrações de fabricação de sorvetes e ordenhas de vacas leiteiras. É na fazenda também que funciona um dos melhores mercados de Toronto, o Riverdale Farmer’s Market, que funciona todas as terças-feiras entre os meses de maio e outubro.

Bem perto do bairro, no cruzamento da Carlton com Jarvis, fica o Allan Gardens, um dos parques mais antigos de Toronto. Na Palm House, um conservatório com quase 1500 metros quadrados, estão diversas espécies de plantas do mundo inteiro, como orquídeas, bananeiras e cactos. O local serviu como um dos cenários do filme Chloe, que foi rodado em Toronto .

Festivais fazem parte de Cabbagetown

Na segunda semana de setembro, acontece o Cabbagetown Festival, onde durante dois dias ocorrem parada com carros alegóricos, venda de artesanatos e até um passeio por algumas das casas vitorianas do bairro.

Durante o festival, é realizado o Cabbagetown Short Film & Video Festival, uma mostra de filmes de curta-metragens de diversos países do mundo. O evento foi criado em 1992, e a cada ano impressiona pela qualidade de filmes exibidos, o que chamou a atenção de vários cineastas que cruzam os dedos para terem seus filmes (de no máximo 15 minutos) classificados para a mostra.

Um outro festival que ocorre todos os anos durante o primeiro domingo de maio é o Forsythia Festival. Jogos e entretenimento são os destaques do evento, além de uma pequena parada que acontece entre O Rivedale Park West e o Wellesley Park.

Cemitério e escolas de dança estão entre as atrações de Cabbagetown

Pode parecer bizarro, mas um dos lugares mais bonitos de Cabbagetown na opinião de diversas pessoas é um cemitério. O St. James Cemetery & Crematorium, o mais antigo em operação na cidade, chama a atenção pela grande quantidade de verde e uma charmosa igreja bem no centro. Muitos moradores frequentam o local para fazer exercícios físicos.

Uma outra curiosidade da Cabbagetown é a grande quantidade de escolas de danças. São várias delas, como Canadian Children’s Dance Theatre, Danny Grossman Dance Company e o Toronto Dance Theatre. A TILT Sound + Motion, que no passado servia como sede de alguns estúdios da CBC, agora funciona como espaço para diversas performances de danças de estilos variados.

Quem caminha pelas ruas de Cabbagetown, percebe que os restaurantes e lojas são pequenos. Mas não se deixe abalar pelo tamanho. Assim como nos menores frascos estão os melhores perfumes, diversos desses estabelecimentos oferecem produtos e serviços fantásticos, principalmente alguns restaurantes. O OiCanadá traz uma lista do que Cabbagetown tem de melhor.

Bares e Boates

  • Phoenix Concert Theatre (410 Sherbourne Street)- Essa é uma das boates mais conhecidas de Toronto. É um excelente lugar para quem quer fugir de estabelecimentos frequentados por turistas e se misturar aos canadenses. O lugar possui dois ambientes, sendo o principal deles bastante espaçoso, onde acontecem diversos shows ao vivo.
  • Cobourg (533 Parliament St)- Esse bar está localizado em frente à LCBO (loja que vende bebidas alcoólicas em Ontário) e, além da decoração elegante, oferece uma boa seleção de chopps e martinis. Também tem boa música, principalmente se você gosta de house e techno.

Onde Comer

  • Butter Chicken Factory (556 Parliament St)- É um dos meus restaurantes indianos favoritos. O espaço é pequeno, mas o sabor da comida impressiona. Destaque para o butter chicken, especialidade da casa e o melhor eu eu já comi. Trata-se de um prato típico indiano, parecido com o nosso estrogonofe.

  • Cranberries (601 Parliament Street)- Não há como pensar em Cabbagetown e esquecer o Cranberries. O lugar está entre os meus 10 restaurantes favoritos em Toronto. Os garçons são extramente simpáticos, o ambiente bastante agradável, mas o melhor mesmo é a comida. É difícil sugerir um prato, porque tudo no cardápio é bom e bem preparado. Mas um dos meus prediletos é o Chicken Parm with Fettucini Alfredo, um frango à parmigiana de comer de joelhos. Os pratos são bem generosos, e o que é melhor: não são caros.
  • Stout Irish Pub (221 Carlton Street)- Como é bastante comum nos pubs da cidade, o Stout Irish traz no cardápio mac and cheese (macarrão com queijo), beef stew (picadinho de carne guisada) e os famosos hamburgers. O grande diferencial aqui é o visual dos pratos. O sheppard’s pie, preparada com carne de bode moída, temperada com cerveja e coberta com purê de batatas, é arrumada no prato em diversas camadas, enfeitada com vegetais como cenoura e aipo, seguindo um estilo francês (apesar do pub fazer questão de frisar que é irlandês). Saiba mais no post Stout Irish Pub capricha no visual.

Onde Comprar

  • Daniet et Daniel (248 Carlton Street)- Está querendo oferecer uma festa e não sabe onde ir para pedir aquela torta com bastante recheio de chocolate ou salgados deliciosos? O Daniel et Daniel é o lugar que você procura. É um dos mais famosos serviços de bufê da cidade, e também oferece na sua loja uma série de quitutes para comer ali mesmo.
  • Parliament Furniture (465 Parliament Street)- É comum optar por lojas como Ikea quando se quer decorar a casa e comprar toda a mobília. Uma pena que muita gente não recorre antes a lojas como a Parliament Furniture. É possível encontrar boas opções de quarto, salas de jantar e visita por um preço muito bom. Além disso, dona Irma é uma simpatia e está sempre disposta a dar um bom desconto para o cliente.
  • Double Take (310 Gerrard St East )- Para quem gosta de roupas de segunda mão, essa loja oferece uma grande variedade para homens e mulheres. É preciso passar um bom tempo escolhendo as peças, mas com sorte é possível encontrar boas opções.
  • Menagerie Pet Shop (549 Parliament St)- Esse pet shop é um daqueles que oferece praticamente tudo para o seu animal de estimação, desde simples brinquedos até jaulas imensas. Os funcionários são bastante prestativos, sempre dispostos a ajudar o cliente.

  • Green’s Antiques (529 Parliament Street)- Nesse antiquário são vendidos diversos móveis, lustres e objetos antigos. Até bonecas (do tempo da vovó) pode se encontrar aqui. Também oferece uma boa coleção de bijouterias e jóias.

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

2 Comentários

2 Comments

  1. Marcia

    21/jan/2015 at 11:28

    Ola, Marcio!
    Eu gostaria de seguir suas dicas e visitar Cabbagetown. Por favor, poderia me dizer as ruas principais para ver estas casas bonitas? Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Turismo

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo