Siga-nos

OiCanadá

Notícias

Acidentes envolvendo frota da TTC são rotina em Toronto

Um relatório divulgado recentemente pela TTC (o transporte público de Toronto) mostra que ônibus e bondes da empresa são envolvidos em uma média de oito colisões por dia na cidade. A grande maioria delas envolve batidas com outros veículos.

Em agosto do ano passado uma mulher foi morta depois que um ônibus da TTC colidiu com a traseira de uma caminhão na Lawrence Avenue. Mais recentemente, em julho desse ano, um ônibus da mesma empresa bateu em um prédio situado em downtown, perto do cruzamento das ruas Queen e Richmond, deixando quatro pessoas feridas. Acidentes como esses envolvendo o transporte público da cidade têm se tornado rotina em Toronto. Segundo o relatório da TTC, entre abril de 2011 e abril desse ano, houve 3.015 colisões.

A TTC possui no momento cerca de 1.819 ônibus e 247 streetcars (como são conhecidos os bondes da cidade). Os dados no relatório indicam que no período de um ano houve 1589 batidas envolvendo a frota da TTC com outros veículos, 179 com veículos da mesma companhia, 431 colisões com objetos fixos como placas de trânsito e postes, 55 pedestres, 33 ciclistas e 55 “outras coisas”.

O relatório mostrou também que, apesar do grande número de acidentes, somente 230 deles deixaram feridos. 2011 foi o ano em que houve menos colisões nos últimos cinco anos. 2008 bateu o recorde de batidas nesse período, resultando em 3467 colisões entre ônibus e bondes da TTC com pessoas, veículos e objetos fixos.

Acidentes são mais frequentes entre os ônibus da empresa. Já com relação aos bondes é mais raro porque eles transitam devagar e em trilhos. O Departamento de Polícia de Trânsito de Toronto é o órgão responsável por fiscalizar todos os acidentes envolvendo a TTC. Cada ônibus da empresa custa em média $500 mil.

A TTC é a maior empresa de transporte público do país, com veículos percorrendo cerca de 130 milhões de quilômetros por ano. Ontário possui uma média de 11.4 milhões de veículos e 9.3 milhões de motoristas.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pedro "Coin" Duarte

    15/ago/2012 at 14:38

    Saudações!

    Parabéns pelo artigo e informações. Está muito bem escrito. Só acho que faltou um esclarecimento no final.

    Esses números são normais? Estão na média de outras cidades ao redor do mundo? Ou há algum problema sério nos motoristas ou veículos da empresa?

    Sei lá, esse numero me parece muito grande!

    Aproveitando o post, gostaria que, se possível, vocês respondessem a uma pergunta que fiz em outro artigo já faz bastante tempo. Segue o link:

    http://oitoronto.com.br/21509/canada-suspende-temporariamente-imigracao-para-profissionais-qualificados-e-investidores/

    Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Posts Populares

Topo