Siga-nos

OiCanadá

Educação

Ryerson University é uma das universidades que mais crescem no Canadá

As salas de aula são pequenas, e nas paredes ainda encontramos os típicos armários estudantis. Talvez esses sejam alguns dos motivos que fazem com que a Ryerson University seja apelidada de Rye High (fazendo alusão ao fato de ter semelhanças com uma High School- como é chamado o ensino médio no Canadá.). No entanto, não se deixe enganar pelas aparências. Essa universidade tem crescido a passos largos e é hoje uma das melhores instituições de ensino do Canadá nas áreas de Jornalismo, Artes Cênicas, Engenharia Aeroespacial e Moda.

Quem decide estudar na Ryerson University tem certeza de que no mínimo vai terminar o curso bem preparado para o mercado de trabalho. A universidade tem como objetivo juntar a teoria à prática, formando profissionais cada vez mais capacitados. São mais de 35 mil estudantes (sem contar os que se matriculam nos cursos de extensão) e aproximadamente 40 cursos de graduação e pós-graduação. Alguns deles se destacam dos demais, como o de Engenharia Aeroespacial (um dos dois únicos cursos do país reconhecidos pelo Conselho de Engenharia Canadense) e o de Jornalismo (onde o estudante aprende na prática a produzir documentários, editar e ter seus artigos publicados em jornais e revistas como o The Ryersonian e McClung’s).

Situada próxima ao cruzamento das ruas Yonge e Dundas, a universidade proporciona aos seus alunos a oportunidade de estudar perto de excelentes restaurantes e do Eaton Centre, o maior shopping da cidade. Ao lado fica um dos prédios da Ryerson University, o Ted Rogers School of Management, a maior escola de administração do Canadá, que oferece cursos de gestão na área de Turismo e Hospitalidade, Negócios, Tecnologia, Varejo, além de Finanças e Contabilidade.

A Ryerson University investe pesado no empreendedorismo. Tanto que criou o Digital Media Zone, um programa que ajuda o estudante a montar o seu próprio negócio. Para isso, a universidade sede um espaço para trabalho, equipamento, treinamento, gera a oportunidade de conhecer pessoas do ramo (o famoso networking), além de possibilitar que o estudante consiga fundos para dar início ao seu projeto.

Quem estuda na Ryerson tem como opção morar em uma das suas 852 residências universitárias. O único problema, no entanto, é encontrar vaga. Apesar da prioridade ser dada aos calouros, não existe espaço suficiente para todos. Para um quarto individual, o interessado precisa desembolsar quase $11 mil por ano (o valor inclui refeição). Caso queira dividir o espaço com alguém, esse valor cai para cerca de $9.615. Mais informações sobre preços podem ser obtidas na internet.

Uma universidade que não para de crescer

Ainda esse mês a universidade deve inaugurar o Ryerson Gallery and Research Centre, uma galeria de artes que irá combinar o trabalho de artistas locais e internacionais com um arquivo impressionante de trabalhos acadêmicos e quase 300 mil fotografias históricas em preto e branco. “O Ryerson Gallery and Research Centre se tornará uma parada obrigatória no coração da cidade”, disse em um comunicado Sheldon Levy, presidente da Ryerson University. “Nós estamos empolgados com a contribuição que o novo centro irá proporcionar não só para a universidade, mas para a cidade, o país, as artes internacionais e comunidades acadêmicas.”

Recentemente, a Ryerson University investiu $60 milhões para adquirir o Maple Leaf Gardens, a antiga sede de um dos mais populares times de hóquei do Canadá, o Maple Leafs. A compra foi feita em parceria com o governo canadense e o supermercado Loblaws. Serão construídos no andar superior do prédio uma pista de patinação no gelo (para a prática do hóquei), quadra de basquete e vôlei, e pista de corrida, proporcionando aos estudantes usar as instalações como atividades extracurriculares.

Há especulações de que a Ryerson University possa comprar também o terreno onde antes ficava o prédio histórico do Empress Hotel, situado na esquina das ruas Yonge e Gould. O edifício foi demolido após um incêndio em 2011. A universidade pretende adquirir esse e outros imóveis com o objetivo de fazer da área uma comunidade universitária.

A Ryerson University retrata bem a diversidade cultural de Toronto. Uma pequena parte de seus estudantes são estrangeiros e foram atraídos pela boa qualidade de seu ensino e as boas chances de serem contratados logo após o término do curso. No dia 8 de novembro, no Mattamy Athletic Centre (antigo Maple Leafs Garden, situado na 50 Carlton Street), será realizada uma feira de informações sobre programas de graduação onde o interessado terá a oportunidade de conversar diretamente com representantes da universidade e conhecer mais sobre cada curso, além de visitar as instalações da Ryerson. As inscrições podem ser feitas pela internet.

Em breve o OiCanadá irá publicar um guia sobre como se matricular na Ryerson University e passar a fazer parte do seu corpo discente. Não percam!


foto: William Mewes

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Educação

Posts Populares

Topo