Siga-nos

OiCanadá

Notícias

A Saga Rob Ford

Jornais de diversos países noticiaram na última semana o fato de que o prefeito de Toronto, Rob Ford, admitiu ter consumido crack. Mais recentemente, um vídeo publicado por um jornal de grande circulação no Canadá mostra um Ford visivelmente embriagado, usando palavrões e ameaçando alguém. Até onde essa rede de escândalos vai chegar?

Ainda como vereador da cidade (cargo que ocupou durante três mandatos, de 2000 até 2010), Rob Ford já causava polêmica. Chegou ao ponto de ser contra uma doação de $1.5 milhões para a prevenção do HIV, enfatizando que “se você não é usuário de agulhas ou gay, provavelmente não vai pegar AIDS” e que mulheres que contraíram a doença “dormem com homens bissexuais”. Durante esse mesmo período, fez diversos comentários racistas e foi expulso de um jogo de hóquei por estar visivelmente bêbado e insultar um casal que estava sentado próximo a ele.

Mesmo diante de tantos episódios desagradáveis, Rob Ford foi eleito prefeito de Toronto em outubro de 2010 com 47% dos votos, derrotando os adversários George Smitherman e Joe Pantalone. Durante a sua campanha, prometeu eliminar gastos desnecessários no município (sem especificar quais seriam eles), melhorar o transporte público adquirindo mais metrôs e deixou claro que não haveria cortes durante o seu governo (apesar de um ano depois de seu mandato, apresentar uma proposta orçamentária que traria uma série de cortes e redução de serviços públicos, além da demissão de mais de dois mil funcionários públicos).

Mas o maior pesadelo de Rob Ford talvez tenha tido início em maio desse ano, quando o site americano de fofocas Gawker mencionou a existência de um vídeo em que o prefeito de Toronto aparece fumando o que aparenta ser crack. Mais tarde, o jornal Toronto Star publicou um artigo afirmando que dois de seus repórteres também assistiram às imagens. No auge de toda a polêmica e de Rob Ford afirmar que tudo não passava de uma grande mentira, o Gawker lança uma campanha no seu site para angariar $200 mil em doações para a compra do vídeo, confessando dias depois que perdeu contato com o dono do material gravado.

No final do mês passado, o Departamento de Polícia de Toronto confirmou a existência do vídeo, fazendo com que Ford dissesse aos jornalistas que de fato consumiu crack durante um “estupor alcoólico”, mas que não era viciado. Ele pediu desculpas e disse que gostaria que o vídeo fosse exibido para ver em que estado se encontrava, enfatizando também que não pretendia renunciar o seu mandato e seus planos para se candidatar à reeleição, em outubro do próximo ano.

Na última quinta-feira (05/11), um vídeo comprado pelo jornal Toronto Star por $5 mil mostra Rob Ford falando uma série de palavrões, visivelmente embriagado e fazendo ameaças a alguém que, até o fechamento desse post, não conseguiram identificar quem era. Nas imagens constrangedoras, Ford diz frases como “quando ele estiver no chão, eu vou rasgar a p… da garganta dele fora”, “Ninguém vai f… comigo” e “Eu quero ter certeza que aquele filho da p… esteja morto”.

Popularidade em alta

Mesmo depois de tantos episódios desagradáveis, parece que uma parcela dos torontonianos ainda apoia Rob Ford como prefeito da cidade. De acordo com uma pesquisa feita pelo Forum Research, 44 por cento dos eleitores aprovam o trabalho que Ford tem desempenhado na cidade. Em outubro, antes do Dept. de Polícia de Toronto revelar a existência do vídeo em que Ford aparece fumando crack, a aprovação dele como prefeito era de 39 por cento.

Mas o que faz com que parte da população ainda apoie Ford como prefeito? Há quem sinta pena e acredite que ele é apenas um homem que, assim como outros, precisa lidar com o alcoolismo e as drogas. Existem também alguns que acham que o fato de ter sido presenciado bêbado em diversas situações não faz de Ford um mau prefeito.

No entanto, apesar dos problemas pessoais enfrentados por Rob Ford, não se pode negar que Toronto também tem os seus. A “nação Ford” possui uma quantidade de metrôs, ônibus e streetcars (como são conhecidos os bondes da cidade) que não acompanhou o crescimento da população de Toronto, além de boa parte de sua frota estar velha e quebrar com frequência. Segundo um estudo feito pelo Social Planning Toronto, aproximadamente um quarto da população da cidade vive em situação de pobreza, sendo que quase metade dela é composta por novos imigrantes. Além disso, uma série de projetos criados em benefício dos torontonianos não sai do papel.

Até quando vamos continuar presenciando o senhor Ford em situações lamentáveis sendo alvo de notícias e chacotas em jornais de diversos países? Será que um prefeito que não consegue lidar com seus problemas pessoais e que se recusa a obter ajuda tem a capacidade de colocar uma cidade como Toronto em ordem? E de quem é a culpa por Toronto ser governada por alguém como Ford? Seriam culpados os eleitores que o elegeram como prefeito ou aqueles que não compareceram às urnas por não darem atenção às eleições municipais? Como vai terminar essa história, digna de uma comédia dramática? Mal posso esperar para assistir ao próximo episódio da Saga Rob Ford.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Posts Populares

Topo