Siga-nos

OiCanadá

Vistos e Imigração

Canadá usa sites de testes de DNA para investigar refugiados

A Agência Canadense de Serviços de Fronteira (CBSA) admitiu fazer uso de websites de genealogia e de testes de DNA para determinar a nacionalidade de casos mais complexos de pedido de asilo e abriu assim as portas para uma enxurrada de críticas.

A grande preocupação dos críticos da medida está ligada à privacidade dos dados dos usuários de websites de todo tipo de serviço e mais uma vez coloca a imigração sob os holofotes no governo de Justin Trudeau.

A admissão por parte da Canada Border Services Agency veio depois que a imprensa levantou o caso de um refugiado africano que está preso, aguardando o desenrolar do seu processo.

O candidato a asilo afirma ser natural da Libéria, mas o governo canadense acha que ele é, na verdade, nigeriano. E, para provar o seu ponto de vista, lançou mão de informações obtidas do banco de dados do site FamilyTreeDNA.com, além de análises linguísticas.

Águas Turvas

O pessoal da CBSA não vê problemas na prática porque diz que só acessa os dados após obter o consentimento do investigado. Afirma também que não tem como dizer quantas vezes já lançaram mão deste recurso.

O FamilyTreeDNA, por outro lado, garante que nunca recebeu nenhum pedido oficial de autoridades canadenses, enquanto os advogados dos candidatos a asilo acham que a medida é nada mais que um abuso de poder, já que o investigado teme ser prejudicado caso se recuse a dar seu consentimento.

Outra preocupação é que a novidade se espalhe a outros sites de serviço — em tese, o governo poderia usar da mesma lógica para pedir a senha de usuário, por exemplo, do Facebook, Instagram ou mesmo de contas de email…

E no meio disto tudo está um dos grandes desafios do governo Trudeau: cumprir a promessa de achar alternativas ao injusto cativeiro de quem não é cidadão canadense e pode ficar atrás das grades por tempo indeterminado, mesmo sem ter sido oficialmente acusado de qualquer crime. É que a lei atual permite esta prisão de gente inocente caso exista suspeita de risco de fuga, de perigo para o público em geral ou simplesmente dúvidas sobre a real identidade da pessoa.

Leia a notícia original, em inglês.


Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Vistos e Imigração

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Posts Populares

Topo