Siga-nos

OiCanadá

Notícias

México volta a exigir visto de brasileiros

Muita gente usa a rota alternativa Canadá-México-Brasil para contornar voos diretos lotados ou aproveitar promoções. Mas a opção acaba de ficar mais complicada. Veja quem é afetado, quando a exigência de visto entra em vigor e como fazer para tirá-lo.

A medida surgiu depois que o governo americano, assustado com o enorme número de brasileiros tentando entrar ilegalmente nos Estados Unidos para trabalhar, bateu na porta do país vizinho em julho pedindo providências.

O México havia abolido a necessidade de visto para brasileiros em 2004 e resistiu o quanto pôde à pressão dos EUA porque estava de olho no lucrativo filão de turistas que despencam do Brasil para lá todo ano. Mas agora é fato: a partir do dia 11 de dezembro, será necessário tirar visto para entrar no México.

O problema é que, durante o ano de 2021, mais de 46.000 brasileiros foram presos pela polícia norte-americana — quase três vezes mais que o total de prisões registradas em 2019, o que fez o Brasil subir no ranking de nacionalidades entre os presos deste tipo nos EUA, com o país passando ocupar agora a 6a. colocação.

Isenções

Para minimizar o impacto econômico, o México correu a criar um sistema eletrônico e gratuito de pedido de visto para quem chega por via aérea, mas alertando que entradas terrestres ou marítimas vão exigir visto físico.

Além disso, quem comprovar residência permanente ou tiver visto para entrar no Canadá, Estados Unidos, Japão, Reino Unido, Irlanda do Norte, Áustria, Bélgica, República Checa, Dinamarca, Hungria, Islândia, Itália, Noruega, Polônia, Portugal, Estônia, Eslovênia, Finlândia, Lituânia, Espanha, França, Luxemburgo, Liechtenstein, Suécia, Alemanha, Malta, Suíça, Grécia ou Holanda, está liberado de apresentação de visto. A liberação também vale para quem provar que mora ainda no Chile, Colômbia, Peru e, claro, no próprio México. 

O governo mexicano avisa ainda que daqui a seis meses eles avaliarão o impacto da novidade para decidir, então, como prosseguir.

Fernanda é carioca, publicitária, co-fundadora e editora-chefe do OiCanadá, e web designer da SiteToaster.ca. Imigrou para o Canadá no final de 2006 e se tornou cidadã canadense em 2011.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Topo