Siga-nos

OiCanadá

Experiência

Aqui, tudo é quase muito igual

Estando em um país novo, um dos novos desafios é fazer compras, o que pode ser interessante, mas muitas vezes muito confuso.

Como faz diferença este “quase” que coloquei no título. Aqui no Canadá, melhor escrevendo, aqui em Toronto, tudo é muito similar ao Brasil. Na verdade, como eu moro em São Paulo, a capital de Ontário acaba sendo muito parecida com minha cidade. Mas não é igual.

A primeira loja onde entrei e fiquei fascinada de verdade, e quem mora em São Paulo vai saber do que estou falando, foi a Dollarama (quase tudo por C$1). Quando eu coloco a palavra “quase”, significa que não é apenas C$1, mas custa C$1.50, ou no máximo C$2. Diferente das nossas lojas de R$1,00, onde o “quase” deles significa pouquíssimos produtos no preço e o resto por um valor lá nas alturas. Deste jeito, o Dollarama foi a loja que primeiro entrou na minha lista de preferências.

Tamanho família

Depois de um tempo morando em host family, aluguei uma casa e tive que começar a fazer as compras do mês. Foi neste momento que estranhei um pouco. Aqui você não encontra as mesmas mercadorias do Brasil. Eu cheguei com a idéia de que poderia achar tudo que costumava comprar e que o caminho era só saber o nome em inglês, e pronto. Mas a situação é bem outra, porque é preciso se adaptar com as coisas que eles oferecem, e a oferta é, muitas vezes, em tamanho família.

Aqui não existe nada pra pessoa que mora sozinha. Tudo é pra família típica americana, que come muito e que gosta de guloseimas. Por um lado, isso foi interessante, porque, por exemplo, eu comprei uma lata de café instantâneo (tamanho família) que já está com três meses de uso. Você pode até pagar um pouco mais, mas pelo menos a mercadoria tem longa utilidade.

Novas marcas

Fora o tamanho dos produtos, tive que aprender a conhecer outras marcas, e descobrir quais seriam mais parecidas com as que eu estava acostumada a consumir. Foi quando “apanhei” um pouquinho. Isso foi interessante, porque mais uma vez eu me surpreendi com o povo canadense.

Teve uma situação em que eu estava olhando marca de enlatado (ervilha, milhos), quando uma mulher apareceu do nada e disse: “não compre desta marca, que o sabor é zero. É melhor você comprar desta aqui, ou desta…”. E então ela começou a me falar algumas marcas que eram melhores pra comida.

Eu estava procurando por groselha naquele dia e foi interessantíssimo ver a movimentação desta mulher, do funcionário do mercado e a minha pra tentar encontrar o produto. Não foi neste dia que achei o que queria, mas ao menos fiquei bem contente com a qualidade do enlatado que comprei.

A propósito, quando economizar é fundamental, aqui você tem a escolha de comprar produtos da marca “no name”. Estes são mais baratos e algumas mercadorias têm boa qualidade, mas outras, em compensação, como manteiga, sucos e congelados, acabam tendo um sabor não tão bom.

Remédios e cosméticos

Outro lado bem interessante são os remédios e cosméticos. Pra vir ao Canadá, eu visitei a minha médica e ela me receitou todos os remédios que costumo tomar. Isso foi fundamental, porque aqui eles não usam medicamentos com Dipirona, e quando a temperatura mudou do calor para o frio, eu rapidamente senti a necessidade de usá-lo. Mas tirando isso, você compra quase todos os remédios escolhendo na gôndola dos supermercados. Eles têm todos os medicamentos pra gripe que podemos imaginar e todas as soluções em vitaminas. O preço é normal. O Tylenol é como água e algumas vitaminas acabam sendo mais caras, mas também são vendidas em grandes quantidades.

Agora, com relação aos cosméticos a situação é mais fácil. A variedade é grande, e quase todos são de marcas que já conhecemos. Aqui é muito importante usar sempre uma base no rosto com proteção solar, porque o tempo é muito severo, tanto no calor quanto no frio. Nas mãos e nos lábios é preciso usar hidratante o tempo inteiro. Não importa se é verão ou inverno, a sua pele fica muita seca. E foi muito fácil saber qual produto comprar, porque como coloquei antes, as marcas já são conhecidas.

Toronto tem quase tudo que estamos acostumados a consumir. Não é difícil se adaptar às novas marcas, mas é normal sentirmos falta de algumas coisas que existem no Brasil. A comida é a primeira delas pra mim. Ir ao supermercado e ter de ler nos mínimos detalhes rótulos de arroz pra saber se ele vai dar aquela consistência de costume (soltinho e branquinho) foi algo com que tive que me acostumar. Mas é aquilo, se estamos num país novo, então vamos nos adaptar, porque para quase todas as coisas encontraremos uma solução. Ah, pra você que deseja comprar o arroz branquinho e soltinho, procure pelas palavras: parboiled rice.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Curiosa por natureza e apaixonada por arte desde os primeiros passos, Élida sempre quis descobrir tudo que tinha por trás dos grandes resultados. Como sua personalidade não é ficar num único ponto, o jornalismo foi como uma porta que se abre para o novo todos os dias. “Nunca nenhum dia é igual ao outro; sem contar que passo conversar sempre com gente nova e interessante”, diz Élida. Pós-Graduada em Comunicação Corporativa. Nove anos de experiência no mercado de Comunicação, atuando como editora em revistas e apresentadora em programa televisivo no estado de São Paulo (Brasil). Chegou ao Canadá em 2009 e agora escreve para OiCanadá contando toda a experiência que o Canadá tem lhe dado.

5 Comentários

5 Comments

  1. Grasiela

    03/mar/2015 at 07:03

    Oiee…eu tava pesquisando no google sobre remedios em TO e achei esse post. Querendo saber se aqui eu encontro dimeticona e acido fólico. Bem qto a produtos no name….tem produtos bons sim. Alias o sorvete napolitano é de otima qualidade. #ficaadica

  2. priscila

    12/mar/2010 at 12:44

    adorei esse mercado se deus quiser eu vou ai ashaushua

  3. Lúcia Gonçalves

    18/jan/2010 at 01:20

    Huahuahauhauaha
    Adorei o post! E me senti na sua pele, contando sobre a Dollarama…
    Como diria uma tia minha, "Saudades do meu rico Canadá"…

  4. Fernanda Thiesen

    15/jan/2010 at 06:46

    Cara, NoName ninguem merece! kkkkk

  5. Lirio

    13/jan/2010 at 16:33

    Pra facilitar as coisas, pelo menos nessa hora, vc deveria visitar o "paraiso dos latinos" e principalmente dos brasileiros, que os mercados brasileiros q tem MUITOS dos produtos q mais gostamos, como aquela marca de cafe, aquela farofa pronta… Nao e dificil descobrir pq a loja principal tem muitas filiais. E uma especie de acougue, q, em Portugal se diz "talho" (essa palavrinha faz parte do nome, rsrsrs)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Experiência

Posts Populares

Topo