Siga-nos

OiCanadá

Saúde

Lei antifumo pode ter reduzido internações em Toronto

Estudo revela que a proibição de fumar em restaurantes da cidade pode ter resultado na diminuição de internação por problemas cardíacos e pulmonares em hospitais.

O estudo, publicado nesta segunda-feira pelo Canadian Medical Association Journal, pesquisou todos os efeitos da proibição do fumo em restaurantes que entrou em vigor em 2001 em Toronto, que visa reduzir a exposição ao fumo passivo. Este objetivo é considerado por pesquisadores um fator importante para a redução de problemas de saúde e morte prematura.

Confira os resultados:

  • 17% de diminuição na taxa de hospitalização por ataque cardíaco.
  • 33 % de diminuição nas taxas de internação por doenças respiratórias, como asma, pneumonia, enfisema e bronquite.
  • 39 % de diminuição nas internações por doenças cardiovasculares em geral, como angina e derrame.

O estudo é observacional, e sugere que a proibição do fumo nos restaurantes tenha contribuído para o declínio substancial nas internações hospitalares para as condições estudadas, em Toronto. Mas o estudo não pode creditar apenas a proibição como responsável pelo declínio.

“Os resultados deste estudo são consistentes com o entendimento de que o fumo passivo possui efeitos prejudiciais à saúde e legitima os esforços para reduzir ainda mais a exposição,” disse a Dra. Alisa Naiman, autora principal do estudo. Segundo ela, “é esperada a morte de cerca de um bilhão de pessoas durante o século 21 como resultado de doenças relacionadas ao tabaco”.

O estudo analisou as taxas de internações hospitalares desde janeiro de 1996 a março de 2006. Os realizadores pediram mais pesquisas para determinar onde as proibições de fumo funcionam melhor.

Até agora, no Canadá, Vancouver está em processo de expansão da proibição de fumar ao ar livre, que inclui locais públicos como parques e praias.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Christian Pedersen é natural de Santos, São Paulo. No Brasil, trabalhou na gravadora Roadrunner Records, depois abriu um escritório de promoção e marketing para bandas e artistas, tendo clientes como a gravadora BMG, os selos Geléia Geral e Dubas. Christian mudou-se para Toronto em 2002, e virou cidadão canadense em 2007. Escreveu a coluna Conexão C no Brasil News em março de 2007 e, de maio a outubro de 2008, foi editor-interino do jornal. Do fim daquele ano, até outubro de 2010, foi editor e co-fundador do blog OiToronto.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Saúde

Posts Populares

Topo