Siga-nos

OiCanadá

Moradia

Quando é melhor alugar ou comprar um imóvel?

Essa é a dúvida de muita gente que vive em Toronto e a resposta vai depender basicamente do seu histórico de crédito, da sua renda mensal e de quanto tempo você vai ficar na cidade. O OiCanadá conversou com diversos especialistas no assunto e ajuda você a escolher a melhor alternativa.

Quando se trata de orçamento familiar, moradia é uma das prioridades, junto com educação para os filhos, saúde e alimentação. Apesar de Toronto ser considerada  uma das dez cidades mais caras do mundo para se viver, investir em um imóvel pode ser um bom negócio em muitos casos.

Quando é melhor alugar

A vantagem em alugar um imóvel vai depender, dentre outras coisas, de quanto tempo a pessoa pretende ficar no país. “Existem várias pessoas que preferem alugar porque saem do país com frequência. Eles preferem não lidar com os custos do dia a dia de um imóvel”, afirma Eduarda Pita, proprietária da Mortgage Alliance.

É o caso do promotor de eventos Anderson Brandão, que veio a Toronto para estudar inglês. No início, morou com uma família em um homestay, mas logo decidiu que alugar um apartamento seria a melhor alternativa. Terminou optando por um bachelor (quitinete) no centro da cidade. “Eu estou investindo nos meus estudos no momento e não sei se quero ficar aqui para sempre. Por isso, acho que comprar um apartamento não seria um bom investimento”, diz ele.

Já o diretor de consultoria em telefonia Rafael Etges, que imigrou para o Canadá em 2004 com a esposa, optou por morar de aluguel até conseguir uma estabilidade financeira no país. “Muita gente decide comprar um imóvel logo quando chega ao Canadá e termina se endividando”, afirma Rafael, que hoje já possui casa própria. “Às vezes é melhor morar de aluguel e investir o dinheiro que sobra em outras coisas, como aposentadoria privada, por exemplo. É bom lembrar que ter uma casa própria exige despesa com luz, água e outras taxas”, alerta.

O engenheiro de software Henrique Furtado comprou uma casa há quatro anos e afirma que ficou tão decepcionado com tantos gastos extras, que acredita que a compra do imóvel não foi um bom investimento. “Quem tem casa própria passa a gastar com uma série de coisas que o inquilino não precisa, como cuidar do jardim, por exemplo. Eu sabia disso antes de comprar a minha, mas confesso que as despesas estão sendo maiores do que eu imaginei”, relata ele. “O sonho da casa própria é mais uma despesa na sua vida. Se voltasse atrás eu teria mais cuidado com os custos”.

“Se a sua situação não é das melhores, alugue. Se você não tem renda suficiente para comprar ou mesmo para ter um fiador, alugue até que a situação melhore”, ressalta Eduarda Pita. “Algumas pessoas moram no Canadá durante 20 anos, se aposentam e não compram imóvel. Às vezes não há vantagem nenhuma em comprar um imóvel se a renda não é suficiente para pagar a conta de luz, taxas de propriedade e a calefação”, alerta.

E tem mais: com o passar do tempo, algumas residências apresentam vazamento e rachaduras, e quando isso acontece, leva vantagem quem mora de aluguel, pois geralmente a empresa ou pessoa física responsável pela manutenção do imóvel conserta o defeito sem que o inquilino tenha nenhum custo.

Quando é melhor comprar

Segundo os especialistas ouvidos pelo OiCanadá, comprar um imóvel é mais vantajoso para quem reside na cidade permanentemente. “O valor da hipoteca (mortgage) será provavelmente o mesmo do aluguel”, diz a corretora de imóveis Rosa da Silva. “No entanto, para comprar um imóvel financiado é preciso ter dinheiro para dar de entrada, no mínimo 5% (se for o seu primeiro imóvel), além disso também é fundamental ter um bom histórico de crédito no Canadá (que prova que a pessoa paga as contas em dia) e um emprego”.

Depois de considerar todos esses aspectos, a psicóloga Lívia Moreira, que alugava um apartamento de dois quartos no centro da cidade, decidiu se livrar do aluguel. Quando o imóvel que ela alugava foi posto à venda, Lívia chegou à conclusão de que seria mais vantajoso comprar um apartamento de um quarto no mesmo prédio em que morava. “Hoje eu pago de hipoteca menos do que eu pagava de aluguel”, diz ela. “Além disso, se um dia eu quiser vender o apartamento, o dinheiro volta para mim. Quando eu alugava, pagava a hipoteca do dono do apartamento”, avalia.

A importância do histórico de crédito

A fisioterapeuta Valéria Shepperman imigrou para o Canadá com o marido em 2002 e já estava decidida a ficar de vez no país. “Por isso, para nós, comprar um apartamento seria a melhor opção. Nunca gostei de morar de aluguel”, afirma ela.

Mas na primeira tentativa de compra, o casal não teve sucesso porque, como eram recém-chegados, ainda não tinham construído um histórico de crédito no país. “Apesar de termos um bom dinheiro para dar de entrada, pois economizamos durante anos antes mesmo de virmos para o Canadá, o fato de não existir nenhuma informação sobre o nosso crédito no país foi um grande obstáculo. Só depois de um ano morando em Toronto, conseguimos dar entrada em um apartamento”, relembra Valéria.

Ter um bom histórico de crédito é fundamental também na hora de alugar um imóvel. Um estudante sergipano ouvido pelo OiCanadá e que prefere não ter o nome divulgado, passou meses sem pagar o cartão de crédito e depois teve que encarar duras consequências. “Eu achei que aqui era como no Brasil, ou seja, assim que você quita a dívida do seu cartão, o seu nome fica limpo”, diz ele. “Eu só descobri o quanto isso era sério quando tentei alugar um apartamento. Mesmo depois de ter pago a dívida do meu cartão e apesar de ter um bom salário, eu não consegui alugar o imóvel porque o meu histórico de crédito ficou ‘manchado'”, lamenta o rapaz, que terminou alugando um porão, cujo proprietário não verificou o seu crédito.

“Algumas pessoas têm preguiça ou simplesmente acham que se pagarem a conta no mês seguinte, isso não vai prejudicar o seu crédito, mas não é verdade”, ressalta Eduarda Pita. “Mas a honestidade é tão importante quanto um bom crédito na praça. Na hora de alugar um imóvel, é importante explicar para o proprietário as circunstâncias de um mau crédito”, aconselha.

Faça as contas

Antes de alugar ou comprar um imóvel, é importante considerar o valor da sua renda mensal, aconselham os especialistas no assunto. “A primeira coisa que o consumidor deve fazer é uma pré-qualificação junto ao banco para saber qual o valor máximo do imóvel que ele pode comprar”, explica a corretora de hipotecas da Mortgage Alliance Flávia Cardoso.

O preço dos imóveis varia de acordo com a localização. Quanto mais perto do centro da cidade, mais caro será, e a regra se aplica tanto para a compra quanto para o aluguel. Imóveis em bom estado de conservação e que ficam perto de escolas, supermercados, farmácias e estações de ônibus ou metrô, também são mais valorizados.

Mercado valorizado

Para quem tem interesse em comprar um imóvel em Toronto, tudo indica que esta é uma boa fase, pois o mercado está em alta. “Os imóveis em Toronto valorizam de 3% a 5% ao ano. Há 25 anos você achava casas em Toronto por 100 mil dólares ou até menos. Hoje, o menor preço de uma casa é 300 mil dólares”, afirma a agente imobiliária Cíntia de Souza. “É possível  ter um bom lucro se souber a época certa de compra e venda do imóvel”.

O OiCanadá quer saber a sua opinião. Fale da sua experiência. O que é melhor para você: alugar ou comprar um imóvel?

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

9 Comentários

9 Comments

  1. Cassiano

    04/nov/2011 at 12:08

    Tenho procurado me informar sobre as melhores opções para quem está sendo transferido pela empresa do Brasil para o Canada. O que me frustra nos artigos que tenho lido neste site sobre o assunto, é que não são mencionados os valores.
    O que é caro ou barato para vocês pode não ser para mim e para outras pessoas que estão lendo…então fica aí a dica.
    Passem informações mais precisas….senão tudo fica muito subjetivo e sujeito a interpretações.

  2. Fer

    04/set/2011 at 23:22

    O aluguel aqui em Toronto é tao absurdo, que se nao for pra dividir com alguem, vale mesmo apenas comprarr!!

  3. Bruno

    31/ago/2011 at 09:02

    Olá!
    Bom, atualmente eu moro no Brasil e ainda estou terminando a faculdade. Tenho planos de morar em Toronto futuramente e comprar um apartamento, mas por ainda não saber como as coisas funcionam aí, fico com um pouco de medo de ser passado para trás. Alguém poderia me explicar como funciona o processo de compra de um imóvel no Canadá? Obrigado.

  4. Glair

    01/jun/2011 at 01:31

    Oi Lívia

    obrigada pelas dicas.

    essa semana conseguimos a tão sonhada casa e estamos muito felizes.

  5. livia

    25/Maio/2011 at 08:01

    oi glair,
    3 coisas importantes para se conseguir um bom mortgage sao:

    * um emprego fixo (de preferencia com um salario substancial)
    * um down payment razoavel (entre 5-20%)
    * ter bom credito

    as vezes coisas pequenas como aumentar o limite do cartao de credito, ajudam bastante.

  6. Glair

    24/Maio/2011 at 02:39

    Oi, eu moro e aluguel e estamos tentando comprar uma casa.
    O que gasto de aluguel e as contas sai muito mais caro do que o mortgage.
    Mas fomos recusados pelo banco porque temos pouco tempo de Canadá 8 meses.
    Não desistimos mas continuamos gastando uma fortuna no aluguel.

  7. Anderson Bestteti

    18/Maio/2011 at 23:17

    Olá Lívia,

    Obrigado pela explicação.

    Um abraço,
    Anderson (from Porto Alegre)

  8. Livia

    09/Maio/2011 at 10:17

    Oi Anderson!

    As “utilities” (contas de luz, aquecimento, agua, etc)e o condominio variam de acordo com o predio.
    No meu predio eu pago o condominio mensalmente para o property management office e, separadamente, pago somente uma conta que ja inclui agua, aquecimento, e energia eletrica.
    Em alguns predios, o valor mensal do condominio ja inclui tudo, pois o consumo nao eh medido individualmente em cada apartamento.

    No caso do aluguel, o valor do condominio nao eh conhecido pelo “tenant”, pois eh pago pelo proprietario. Alguns proprietarios tambem incluem o valor das utilities no preco do aluguel, alguns cobram separadamente.

  9. Anderson Bestteti

    06/Maio/2011 at 10:27

    Se a pessoa for morar permanentemente no Canadá, penso que seja a melhor opção é comprar um imóvel. Embora seja uma quantia significativa imobilizada, você certamente terá feito um ótimo investimento, dado a taxa de valorização anual dos imóveis por aí.
    Agora, fiquei curioso sobre as despesas com as contas de luz, taxas de propriedade e a calefação. Essas despesas já estão incluídas no valor do aluguel? Não li qualquer referência sobre o pagamento de água, que é uma taxa que pagamos no Brasil.
    Quais são as taxas de serviços públicos que se paga no Canadá?

    Obrigado,
    Anderson Bestteti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Moradia

Posts Populares

Topo