Siga-nos

Papelada

Validar o diploma de médico exige persistência

Médico brasileiro por mais de 20 anos, dr. Artur Pinto recentemente validou seu diploma e está atuando na cidade de Whitby. Ele fala sobre ser impossível comparar os sistemas de saúde brasileiro e canadense e explica como validar o diploma de médico, um exercício de humildade e perseverança. A colaboradora do OiCanadá Rosa da Silva o entrevistou.

OITORONTO: Vale a pena revalidar o diploma de médico brasileiro aqui no Canadá?

DR. ARTHUR PINTO: Optar por praticar medicina no Canadá não foi uma decisão fácil estando há mais de 20 anos formado no Brasil e com consultório e toda nossa vida estruturada por lá. Mas, depois de pesar prós e contras, resolvi criar coragem e, junto com minha esposa, meu filho (na época com 12 anos) e nossa cachorrinha, iniciar um novo e “desconhecido” período de nossas vidas.

Confesso que os primeiros meses (e por que não dizer anos…) não foram fáceis. Para alguém com mais de 40 anos, acostumado ao “status de doutor” e reconhecimento como médico competente e estabelecido, voltar a ser um residente e muitas vezes tratado como um estudante estrangeiro sem o mesmo conhecimento que os canadenses (sim, existe discriminação, ainda que velada…) foi um exercício de humildade e perseverança.

Depois de quase 6 anos no Canadá e muito estudo, testes, decisões e questionamentos, finalmente recebi meu certificado de médico da família e titulo de especialista. O sentimento é de orgulho e dever cumprido. Revalidar o diploma brasileiro aqui não é um processo fácil. Exige acima de tudo desprendimento e força de vontade. Hoje, finalmente estou atendendo como médico de família e cuidando de pacientes, principalmente brasileiros que procuram um pouco do “calor do atendimento do Brasil” não tão comum aqui no Canada. Tenho certeza que cada momento difícil valeu a pena e se Deus permitir daqui para frente a jornada vai ser cada vez mais iluminada.

OT: Qual é sua visão do sistema de saúde canadense? É melhor, igual ou pior do que o brasileiro?

AP: Diria que no fim das contas a diferença básica entre os dois sistemas de saúde é uma só: o sistema canadense oferece atendimento para todos, independente de quanto dinheiro você tenha em seu bolso. Vale ressaltar porém que isso não representa uma medicina melhor que a medicina brasileira. No Brasil, possuímos uma medicina da melhor qualidade, porém acessível apenas a quem pode ter um plano de saúde privado. Isso torna a comparação impossível e até certo ponto injusta.

OT: Quais foram os principais desafios de ter seu diploma reconhecido e trabalhar como médico de familia aqui no Canadá?

AP: Sem dúvida que existem alguns obstáculos para revalidar o diploma de médico e começar a trabalhar. Porém, nós brasileiros temos bastante experiência em enfrentar desafios e acredito que isso é o que nos diferencia dos demais povos. Persistência e determinação sem dúvida nenhuma me ajudaram nessa caminhada.

Cito abaixo os principais desafios a serem enfrentados por médicos brasileiros que queiram trabalhar no Canadá, segundo minha experiência pessoal. Outros colegas médicos certamente podem ter visões diferentes sobre esse processo.

Desafio número 1

Passar nos exames obrigatórios para médicos na seguinte ordem:

  • MCCEE: obrigatório somente para médicos formados no exterior. Médicos canadenses não precisam passar nesse exame.
  • MCCQE part 1: obrigatório para todos os médicos, tanto para os formados no Canadá quanto no exterior.
  • MCCQE part 2: obrigatório para todos os médicos, tantos para os formados no Canadá quanto no exterior.

Detalhe importante: cada exame somente pode ser tentado em intervalos de 6 meses e todos de acordo com a ordem citada acima.

Desafio número 2

Mesmo obtendo sucesso em todos os exames acima, isso não confere registro automático junto ao College of Physicians & Surgeons of Ontario (CPSO), que é a autoridade que regulamenta a profissão de médico na província de Ontário. Outras províncias podem ter critérios diferentes.

Em Ontário existem 2 outras exigências a serem completadas antes que se possa conseguir o registro profissional:

  • Residência médica em uma Universidade Americana ou Canadense;
  • Titulo de especialista na área de especialização, no meu caso titulo de especialista em Family Medicine obtido após prova escrita e oral junto ao College of Family Physicians of Canada.

Após sobreviver a tudo isso, finalmente o médico está pronto a exercer sua profissão”.

OT: Qual seria seu conselho para os médicos brasileiros que querem seguir carreira no Canadá?

AP: Pense no que lhe motiva a vir exercer a medicina no exterior. Caso você consiga pensar em pelo menos 4 bons motivos, faça as malas e se prepare para a maior aventura de sua vida. O Canadá definitivamente precisa de médicos porém obviamente existem alguns obstáculos a serem vencidos antes de exercer nossa profissão nessa terra bonita.

“Se você consegue sonhar, você certamente pode alcançar seus sonhos”. Walt Disney.

Serviço

A cidade de Whitby tem agora um médico de família (family doctor) brasileiro, o dr. Artur Pinto. Ele está atendendo na MCI Clinic, situada na 80 Thickson Rd S – Whitby. O telefone é 905- 668-4023 e ele está aceitando novos pacientes.

Para mais informações, visite o blog Médico Brasileiro no Canadá ou envie um email para pintoart2003@yahoo.com.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Rosa da Silva foi representante comercial de várias multi-nacionais no Rio Grande do Sul. Desde sua chegada ao Canadá, acompanhando o marido transferido pela empresa em que trabalha, pensou em trabalhar com compra e venda de casas (real estate). Rosa fez curso para se tornar corretora de imóveis, e após as dificuldades que encontrou em comprar sua primeira casa no novo país, resolveu iniciar um blog em português, o www.casanocanada.com para tentar ajudar a outros brasileiros a entender este complexo e diferente processo da compra da casa própria aqui no Canadá. Rosa possui também um site em inglês, o www.rosadasilvarealestate.com.

Mais em: Papelada

  • 8.013Assinantes

Conteúdo Exclusivo

Digite seus dados abaixo para assinar nossa newsletter e receber novidades e conteúdo exclusivo em sua caixa postal. É de graça!

Verifique sua caixa postal para confirmar a assinatura.

Falha na assinatura. Favor checar seus dados.

Posts Populares

Topo

Conteúdo Exclusivo

Digite seus dados abaixo para assinar nossa newsletter e receber novidades e conteúdo exclusivo em sua caixa postal. É de graça!

Verifique sua caixa postal para confirmar a assinatura.

Falha na assinatura. Favor checar seus dados.