Siga-nos

OiCanadá

Papelada

Brasileiro passa a ter Study Permit em 20 dias para estudar no Canadá

Para fazer cursos nas escolas canadenses, os brasileiros precisam obter dois documentos: um visto de visitante ou um eTA (electronic travel authorization) e ainda uma permissão de estudo (study permit). Mas, a partir de agora, o Brasil está na lista do Student Direct Stream (SDS) , um novo programa que acelera o tempo de aprovação da documentação de estudantes.

A novidade vale para quem quer fazer cursos em colleges, universidades ou semelhantes e em instituições que constem na lista de DLI (Designated Learning Institutions) mantida pelo governo federal, e faz o processamento da papelada acontecer, em geral, em apenas 20 dias úteis facilitando a vida de quem vem se programando para mudar de vida.

Investimento pra mudar de vida

Estudar no Canadá pode ser um jeito de dar uma guinada na vida profissional aí mesmo no Brasil, mas pode também ser a porta de entrada para um processo de imigração e obtenção de residência permanente no Canadá. E, por isso, mesmo, é uma caminhada com vários desafios e que envolve estudo, determinação e, sobretudo, planejamento.

O governo exige que o interessado em participar deste sistema de agilização do student permit forneça uma carta oficial da escola dizendo que foi aceito em um dos seus cursos. Exige também o envio de um comprovante de pagamento de todos os custos do primeiro ano de estudo.

Daí vem a necessidade de abrir uma conta especial, a GIC (Guaranteed Investment Certificate), em um banco canadense fazendo um depósito de CAD $10.000,00. Este tipo de investimento tem renda fixa garantida, mas “prende” o dinheiro pelo período acordado e isto quer dizer que se você precisar retirar algum valor de lá, vai pagar uma multa que pode ser pesada. Ou, em outras palavras, pode não ser uma boa contar com esse valor para bancar as despesas do dia-a-dia após a chegada ao país.

Em certos casos é preciso também fazer um exame médico e apresentar um comprovante de que o aluno não tem nenhum antecedente criminal. O interessado não pode esquecer de apresentar seu histórico escolar mais recente com tradução juramentada e tem ainda que comprovar que tirou nota acima de 6.0 no teste de inglês do IELTS ou acima de 7 no de francês do TEF.

Para saber mais

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Papelada

Topo