Siga-nos

OiCanadá

Saúde

Immigrant Women’s Health Centre

A Canadian Cancer Society estima que até o final do ano cerca de 84.800 mulheres serão diagnosticadas com câncer. Entre eles, o de mama e o de colo de útero são os mais comuns entre pessoas do sexo feminino que vivem no país. A melhor alternativa ainda é a prevenção. Em Toronto o Immigrant Women’s Health Centre (IWHC) oferece diversos serviços ligados à saúde da mulher, principalmente na área de doenças sexualmente transmissíveis e ginecologia.

O Immigrant Women’s Health Centre foi fundado em 1975 com o objetivo de atender as mulheres italianas e caribenhas. Com o crescimento do número de imigrantes em Toronto, o centro viu a necessidade de estender os seus serviços a outras comunidades. Hoje, diversas mulheres de várias nacionalidades são atendidas, principalmente as de língua portuguesa, espanhola, vietnamita e chinesa.

Em 1983 foi criada a clínica móvel, uma van com o objetivo de levar até os centros femininos (instituições que visam dar apoio às mulheres), empresas, escolas de inglês e comunidades os serviços prestados no centro, tais como exames de mama e de doenças sexualmente transmissíveis, papanicolau, teste de gravidez e aconselhamento.

Segundo Filomena Carvalho, conselheira do Immigrant Women’s Health Centre, um dos pontos cruciais é o fato de todas as pacientes serem atendidas por médicas, todas elas do sexo feminino. “É uma forma de fazer com que as nossas pacientes se sintam realmente à vontade. Temos conselheiras treinadas para oferecer o melhor serviço. Aqui a paciente tem acesso não só a consultas médicas e exames de qualidade, mas também à informação. Além disso, o fato de falarmos o mesmo idioma da pessoa ajuda muito.”, ressaltou Filomena. No centro é possível receber serviço em até 10 idiomas, entre eles o português.

Uma outra grande vantagem é que o Immigrant Women’s Health Centre não exige o OHIP (Ontario Health Insurance Plan) ou qualquer outro cartão de saúde. Isso quer dizer que mesmo as mulheres que estão sem status no país podem receber tratamento totalmente gratuito. “Não temos o menor interesse em saber o status do nosso paciente no Canadá. Nosso centro está aberto a todas as mulheres. Muita gente pensa que tem que pagar para ver o especialista ou não sabe que oferecemos serviços como a venda de pílulas anticoncepcionais mais em conta que nas farmácias e o exame de papanicolau”, afirma Filomena.

O Immigrant Women’s Health Centre está ligado ao Departamento de Saúde Pública do Canadá e tem oferecido um grande apoio para mulheres imigrantes no país, como é o caso de Sheila (nome fictício), que está no Canadá há 3 anos sem status. “O centro tem sido uma benção na minha vida. Como eu não tenho nenhum plano de saúde, teria que pagar uma fortuna para ser atendida por um médico no Canadá. Aqui eu me sinto bem, e sei que não faz nenhuma diferença o fato de eu não ter status no país”, diz a brasileira natural do Rio de Janeiro.

“As pessoas saem realmente satisfeitas com o serviço”, diz Filomena. “Muitas mulheres ficam sabendo do centro através do comentário de uma amiga. Apesar de muitas pacientes possuírem um médico de família, aqui elas se sentem mais à vontade. Além disso, não é necessário morar nas mediações para vir até o Centro. Estamos abertos para pessoas que vivem em qualquer área da cidade”, completou.

Filomena faz questão de ressaltar que a especialidade do centro é a saúde sexual da mulher. Além da venda das pílulas anticoncepcionais e dos exames de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis), o centro também distribui camisinhas gratuitamente e oferece aconselhamento no caso da paciente optar por um aborto, além de encaminhar a mesma para uma clínica especializada.

Toda consulta médica na clínica, compra de pílulas anticoncepcionais e exames têm que ser marcados com antecedência, pessoalmente ou através do telefone (416) 323-9986. Em casos de aconselhamento, infecção vaginal  ou teste de gravidez não é necessário agendar consulta.

Informações adicionais

  • Endereço: 489 College Street, Suite 200
  • Telefone: (416) 323-9986
  • Email: [email protected]
  • Site: www.immigranthealth.info
  • Horários e dias de funcionamento: Segunda a sexta: 9am-5pm
    Consultas com médica: Segunda, terça e quinta: 10am-2pm. Quarta: 1pm-4pm
  • Formas de pagamento: Serviços são totalmente gratuitos
  • Estacionamento: Não há estacionamento privativo, mas é possível estacionar nas ruas paralelas
  • Como chegar: Descer na Bathurst Station; pegar o streetcar 511 Bathurst e descer na Bathurst com College.
Continue lendo

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Mais em: Saúde

Posts Populares

Topo