Siga-nos

OiCanadá

Paladar

Brownstone oferece ambiente agradável na agitada downtown

Brownstone Bistro & Bar é o lugar ideal para quem quer se reunir com os amigos em um ambiente agradável, no meio da agitada downtown. O restaurante possui uma decoração simples, porém elegante, com luz baixa, velas nas mesas, lustres, paredes de tijolos aparentes e a pintura em preto e branco de um trompetista. O local foi todo reformado há menos de dois meses, e o cardápio deve ser incrementado muito em breve, com pratos da gastronomia mediterrânea.

Apesar de ainda ser inverno no Canadá, no dia em que visitei o local o clima estava bastante agradável. A temperatura girava em torno 15o em Toronto, e até o pátio estava aberto (porém, não havia ninguém do lado de fora). Parece que esqueceram de retirar o plástico azul que cobria uma das poltronas (provavelmente colocado ainda na reforma recente do restaurante para proteger da poeira), que lamentavelmente fazia contraste com a decoração do lugar.

Localizado bem no centro de Toronto, na esquina da Yonge com Glaucester, o espaço é pequeno, mas muito bem conceituado. Os garçons são bastante simpáticos, mas às vezes o serviço é devagar. Me chamou a atenção a dedicação do proprietário do restaurante, o egípcio Mark Yacoub. Um homem simples, educado, sempre auxiliando os funcionários no atendimento aos clientes da casa.

Sentei em uma mesa, perto de uma das portas de entrada. Decidido a não me distrair com um casal que discutia a relação praticamente atrás de mim, direcionei toda a minha atenção ao cardápio. Apesar de não trazer uma lista extensa de vinhos, o restaurante oferece boas marcas. Entre elas estão os italianos Serenissima (Pinot Grigio) e Ca Del Doge (Chianti), e o francês Domaine Magellan (Pinot Noir).

A sopa do dia ($6) era de cenoura, e a descrição feita pelo garçom me abriu o apetite. Veio batida e na temperatura certa, com raspas de cenoura em cima. O Vegetable Spring Rolls ($9) também me pareceu promissor. São rolinhos de primavera feitos com vegetais, acompanhados de molho hoi-sin.

A lista de pratos do Brownstone é bastante diversificada. Existem várias opções de massas, carnes, frangos, pizzas e saladas. Um dos mais pedidos é o Chicken Marsala ($18), peito de frango com cogumelos temperados ao molho Marsala e batatas cozidas. Um outro destaque é a Home Made Lasagna ($16), com a massa preparada no próprio restaurante. Vem com camadas de carne moída, queijos mossarela e parmesão, molho bechamel cremoso e de tomate.

Minha escolha foi o Baked Chicken Pasta ($16), penne com peito de frango desfiado, acompanhado de legumes frescos e molho rosé, gratinado no forno com queijo mussarela derretido. A quantidade é bastante generosa, e dá até para ser dividido para duas pessoas. O frango é assado no ponto e com a dosagem perfeita de molho.

Diversas sobremesas, entre elas a torta de maçã e o tiramissu, complementam o cardápio. Pena que eu estava satisfeito, mas confesso que o bolo de Red Velvet, com camadas de queijo cremoso e chocolate, me deixou balançado. Vou ter que voltar ao local uma próxima vez para experimentá-lo.

Diariamente, entre 4pm e 6pm, o Brownstone oferece uma boa seleção de tira-gostos com preços que variam de $4.50 a $5, e às quintas-feiras os martinis são vendidos com descontos (custam em torno de $6). Sem dúvidas esse bistrô parece saber muito bem como agradar a clientela, e se destaca entre os restaurantes no centro de Toronto, principalmente nas proximidades do cruzamento da Yonge com Wellesley.

Avaliação

  • Comida: Muito Bom
  • Serviço: Bom
  • Ambiente: Muito Bom
  • Preço: $30-$45

Serviço

  • O que: Brownstone Bistro & Bar
  • Endereço: 601 Yonge Street
  • Telefone: 416.920.6288
  • Cruzamento principal: Yonge/Glaucester
  • Estação do metrô mais próxima: Wellesley Station
  • Pagamento: Cash, American Express, Visa, Mastercard, Débito automático
  • O melhor: O Baked Chicken Pasta
  • O pior: Às vezes o serviço é lento
  • Preço médio por pessoa: $45 (incluindo gorjeta e uma taça de vinho)
Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Paladar

Posts Populares

Topo