Siga-nos

OiCanadá

Turismo

Distillery District: Onde a arte tem espaço garantido

O Distillery District é uma das áreas mais charmosas e bonitas de Toronto. Caminhar pelas ruas repletas de casas no estilo vitoriano nos leva ao passado, onde funcionava o Goorderham and Worts Distillery, na época uma das maiores destilarias de bebidas alcoólicas do mundo.

A área possui hoje a maior coleção de arquitetura industrial vitoriana da América do Norte e é considerada patrimônio histórico nacional. São cerca de 52 mil metros quadrados com dezenas de ruas repletas de cafés, lojas, restaurantes, bares e galerias de arte. Quando foi comprado em 2001 pelo Cityscape Holding Inc. (empresa responsável por desenvolvimento comercial e residencial), o local foi transformado em uma espécie de vila para pedestres, onde é proibida a circulação de carros.

Para deixar o local ainda mais original e atrativo, a aparência dos prédios históricos é conservada e os novos donos se recusam a alugar os espaços comerciais para franquias. Por isso os estabelecimentos do Distillery District como boutiques, cafés, bares e restaurantes são exclusivos. A impressão que temos é a de que estamos explorando uma vila europeia, com mais de 40 prédios de tijolos aparentes e diversas esculturas, como a de uma aranha gigante e uma que parece um homem com cabeça de chamas, obra do artista americano Michael Christian.

Um lugar para as artes

Não são só as esculturas que ganham espaço no Distillery District. O bairro é conhecido por ser uma área voltada a diversas manifestações artísticas. São mais de 20 galerias, entre elas a Pikto (espaço para os amantes da fotografia) e a Thomson Landry Gallery (dedicada ao trabalho artistas de Quebec). É lá que está o situada a A Taste of Quebec, onde é possível provar diversos tipos de queijos e doces.

Thompson Landry Gallery

Quem visita o Distillery District não pode deixar de conhecer o Artscape Case Goodhouse, onde estão situados vários estúdios de artistas, como o Lilith (da designer de moda Maihiet Burton) e o do artista plástico David Rayfield (que possui um trabalho interessante envolvendo pintura e fotografia).

Em um dos prédios construídos no século 19 funciona o teatro Young Centre for Performing Arts, sede da companhia teatral Soulpepper e do curso de artes cênicas do George Brown College. Quando o OiCanadá visitou o local, estava em cartaz a peça Kim’s Convenience, uma comédia que fala sobre o esforço de uma família de coreanos, dona de uma loja de conveniência, para se adaptar à cultura de um novo país, retratando o choque cultural entre a Coréia e o Ocidente.

Loja da Pikto

E já que estamos falando de Distillery District, não poderíamos deixar de mencionar os bares. Nos meses mais quentes, esse é um lugar perfeito para quem gosta de pátios. Destaque para a Mill Street Brewery, uma cervejaria artesanal fundada há 10 anos e vencedora de uma série de prêmios, inclusive a de melhor fabricante de cerveja do ano três vezes seguidas, pelo Canadian Brewing Awards. No pub, o visitante pode experimentar até 14 tipos da bebida.

No final do ano acontece no bairro o Toronto Christmas Market, um mercado natalino inspirado na velha Europa, todo enfeitado com luzes de Natal. Venda de artesanato local, músicos, corais natalinos e a presença do Papai Noel são algumas das atrações.

foto: Aasen Ryan Family

Os moradores desse bairro geralmente são jovens que possuem uma grande prazer pela arte. Uma série de apartamentos estão disponíveis para compra e aluguel, e o próprio layout dos ambientes possui um toque artístico e criativo.

Existem planos de ampliar a área do Distillery District com a construção de novos escritórios, lojas, apartamentos e até um hotel, que será o primeiro a ser construído no bairro. Estima-se que sejam investidos $130 milhões na sua construção, que deve ser finalizada em 2017.

O OiCanadá fez uma lista do que há de mais interessante para comprar, comer e se divertir nesse bairro que respira arte.

Onde Comer

  • A Taste of Quebec (55 Mill St. Building 36, 1st floor)- Uma loja perfeita não só para os amantes do queijo, mas também para os apaixonados por quiches, geléias, sopas, sanduíches. Um dos melhores lugares da área para fazer um lanche e admirar a arte (da gastronomia e da pintura).
  • Brick Bakery– Os sanduíches quentes desse lugar são realmente uma delícia. Destaque também para o rolinho de salsicha. Possui um pátio bastante agradável, ideal para o final de tarde.
  • Soma Chocolate (55 Mill Street #48)- Como dizem aqui no Canadá, holy cow!. Essa loja é o tipo de lugar que merece um artigo só para falar sobre ela. Um dos grandes destaques aqui é o chocolate quente, um dos melhores da cidade segundo o OiCanadá e outros veículos de mídia. Existem vários tipos da bebida, inclusive o spicy hot chocolate, que traz uma mistura perfeita de chocolate com pimenta. Além de diversos bombons fabricados na própria loja, também é possível comprar sorvetes e biscoitos. Uma espécie de arquibancada foi montada dentro do estabelecimento para comportar a grande quantidade de clientes, que fazem fila para provar as suas delícias.
  • Balzac’s Coffee (55 Mill Street)- Nessa cafeteria o lustre chama a atenção, mas para a felicidade de todos nós a grande estrela é mesmo o café. O local é bonito e confortável, fazendo juz ao prédio histórico de dois andares em que está situado. É considerado por diversos veículos de mídia como uma das melhores cafeterias de Toronto.

foto: drpritch

Bares

  • Mill Street Brewery Pub ( 55 Mill Street)- Esse pub está sempre lotado, independente da época do ano. A grande maioria dos clientes são atraídos pela cerveja do local, considerada por muitos uma das melhores do Canadá. Por um outro lado, a comida não é grande coisa.

Onde comprar

  • Akroyd Furniture (55 Mill Street)- Essa loja pertence ao marceneiro Robert Akroyd e fornece uma série de mobílias como mesa, cabeceira de cama, sofás que misturam materiais como couro, metal e madeira. Para quem gosta de algo original e exclusivo, não pode deixar de visitar essa loja.
Clique para comentar

Deixe um comentário

Continue lendo
Publicidade

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Mais em: Turismo

Posts Populares

Topo

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!