Siga-nos

OiCanadá

Notícias

Os estragos causados pela tempestade Sandy em Toronto

Apesar de Toronto não ter sofrido tanto os efeitos da tempestade Sandy como algumas cidades americanas, vários prejuízos foram causados a milhares de moradores da maior cidade do Canadá.

Ontem (30/10) pela manhã, cerca de 60 mil residentes ficaram sem energia em suas casas. Os danos foram provocados por ventos que atingiram até 100km/h na madrugada de segunda para terça-feira. Os bairros mais atingidos foram The Beaches, Scarborough, East York e The Junction, onde uma árvore centenária caiu em cima de um carro. Até o fechamento desse post, mais de 600 consumidores ainda estavam sem eletricidade.

A escola James Cardinal McGuigan, situada próxima ao cruzamento das avenidas Finch e Keele, continua sem energia e permanece fechada. Outras instituições de ensino, como East York Collegiate Institute e St Andrew’s Junior High School retornam as suas atividades nessa quarta-feira.

O transporte público da cidade também foi prejudicado pela forte tempestade. Os bondes 504 King e 501 Queen, que fazem o percurso entre a rua Bathurst até a estação de metrô Dundas West e Long Branch respectivamente, tiveram o serviço interrompido e foram substituídos por ônibus extras.

Em torno de 25% dos voos entre Toronto e as cidades americanas de Nova York, Washington e Boston foram cancelados. Até hoje pela manhã, todos os voos da companhia aérea Porter Airlines para esses destinos continuavam suspensos. Viajantes estão sendo aconselhados a checar o status do voo antes de se dirigirem ao aeroporto.

Pelo menos uma fatalidade foi causada pela tempestade Sandy em Toronto. Uma mulher que andava perto da Keele Street, ao sul da St. Clair Avenue West, foi atingida por um pedaço da luminária de uma loja da rede Staples na noite de segunda-feira (29/10) e não resistiu ao ferimento.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Posts Populares

Topo