Siga-nos

OiCanadá

Paladar

Oy vey Toronto!

Comece o seu domingo saboreando um dos melhores brunches da cidade, com comida e muita música judaica.

Oy vey, em iídiche (língua falada por grande parte dos judeus), não tem tradução exata, mas serve para expressar espanto ou surpresa, algo do tipo “Oh, meu Deus!” em português. É com uma saudação de oy vey, que Judy Perly, proprietária do restaurante Free Times Café na College Street, perto da Spadina, inicia mais um show de seu tradicional brunch de domingo, o “Bella! Did Ya Eat?”.

O brunch, que significa o misto de café da manhã com almoço, acontece todos os domingos há quase 15 anos, apresentando uma combinação de música e comida judaica, proporcionando uma experiência única. São mais de 50 pratos caseiros baseados em laticínios e peixe, como tortas de salmão, torrada francesa, batata latkes, lox (filé de salmão defumado), challah, saladas, bagels de Montreal, e muito mais.

Bella?

Judy é dona do Free Times Café desde dezembro de 1980, mas o brunch aos domingos começou apenas em 1995. Em entrevista ao OiCanadá, a proprietária conta que a idéia desse formato foi uma combinação de fatores. Ela morava na casa da sua mãe, na região judia judaica? que fica na Bathurst com Eglinton, e o restaurante ficava fechado aos domingos. “Eu não tinha filhos e via mulheres comprarem bagels e bolos para seus filhos, então quis poder fazer o mesmo.” – conta – “Eu tinha todas essas receitas de pratos judeus da minha mãe e avó em casa, eu sabia cozinhá-los e não servia isso no meu próprio restaurante.”

Com a experiência que Judy tinha em seu restaurante, e através da convivência com clientes judeus que ali passaram, ela sabia que o melhor formato seria um brunch no estilo buffet. Na época, a empresária conversou com um amigo músico que sugeriu a ela adicionar música iídiche ao vivo ao brunch, já que o estabelecimento era conhecido pela música. Cerca de 67 bandas do estilo klezmer (músicas dançantes para casamentos e outras celebrações) passaram pelo Free Times. Segundo Judy, o brunch foi uma maneira dela se tornar mais judia, se aproximando de suas raízes.

Delícias judaicas pra começar bem o domingo - Foto: Eric Major

Delícias judaicas pra começar bem o domingo – Foto: Eric Major

O nome Bella é uma homenagem à sua falecida mãe. Quando era jovem, Judy resolveu gravar as histórias de sua avó em um gravador, colocando o aparelho no colo dela. A avó, que achava ser um telefone, ao ouvir a voz de Bella, perguntou “Bella! Você comeu?”.

Mantendo o pique

Desde o primeiro domingo, em 1995, Judy tem estado presente em quase todas as semanas e sempre com a mesma energia. “Eu adoro o brunch, fico feliz em estar lá recebendo as pessoas.” – diz ela – “Quando chego ao restaurante às 10 da manhã, e vejo o buffet preparado com aquela comida bonita, me dá energia.”

Após todos esses anos, histórias sobre clientes é o que não faltam. Uma das preferidas de Judy aconteceu em um Dia das Mães, quando havia duas reservas para mesas próximas à janela. “Essa família chegou e se acomodou, então um outro homem com o mesmo nome apareceu logo em seguida. Quando eu disse a ele que aquela mesa já estava ocupada, ele exclamou “Aquela é a minha ex-mulher!”. – “O cliente se recusou a sentar-se no mesmo salão que ela e resolveu ir embora do restaurante”.

Ponto cultural

O Free Times é o clube de música folk mais antigo da cidade, sendo o local onde muitos artistas começaram suas carreiras, como Ron Sexsmith e Sarah Slean. “Bob Dylan esteve aqui em 1988, antes do brunch.” – diz Judy. Mais de 8.500 músicos tocaram no Free Times ao longo dos anos, sendo hoje local não apenas para música, mas também literatura e teatro. O Free Times foi palco de algumas peças do Fringe Festival no início do mês.

Todas às segundas-feiras, músicos novos, locais ou que estejam visitando Toronto, podem se apresentar no palco do Free Times. A condição é que o artista consiga atrair pelo menos 20 pessoas para o show. Para mais informações, falar diretamente com a Judy, pelo telefone (416) 967-1078.

É possível se inscrever na página do restaurante para receber lista de eventos enviada mensalmente.

Serviço

O valor por pessoa para o brunch de domingo é $19.95, e inclui café, suco e chá. É recomendável fazer reserva pelo telefone (416) 967-1078. O Free Times Café fica no 320 da College Street, esquina com a Major St.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Christian Pedersen é natural de Santos, São Paulo. No Brasil, trabalhou na gravadora Roadrunner Records, depois abriu um escritório de promoção e marketing para bandas e artistas, tendo clientes como a gravadora BMG, os selos Geléia Geral e Dubas. Christian mudou-se para Toronto em 2002, e virou cidadão canadense em 2007. Escreveu a coluna Conexão C no Brasil News em março de 2007 e, de maio a outubro de 2008, foi editor-interino do jornal. Do fim daquele ano, até outubro de 2010, foi editor e co-fundador do blog OiToronto.

1 Comentário

1 Comentário

  1. MARCOS LEITE

    28/out/2009 at 13:38

    Good morning Judy, I’m student of gastronomy (training for a chef) in college iesb in Brazil Brasilia DC(with stock 100% PROUNI), I am in the first half and I dream of opening a restaurant with Jewish delicacies, live in a distant neighborhood of Brasilia and in this neighborhood have social projects with children in an orphanage, started a project to a store where adolescents perceive courses confectionery and customer service; http://ctdtabrigo.wordpress.com/ http://www.ctdt.12tribos .com / ctdt / centrodesonhos.htm and we can plan a future tails.

    A big hug.
    Marcos leite [email protected]
    Marcos leite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Paladar

Posts Populares

Topo