Siga-nos

OiCanadá

Montreal

Novas regras da Imigracão para o Quebec

As novas regras para o Quebec Skilled Worker (QSW) – processo de imigração de trabalhadores qualificados para a província do Quebec – estão valendo desde o dia 1 de agosto de 2013. Com as mudanças, mais e mais dúvidas surgiram na cabeça dos profissionais e famílias que planejam vir para o Canadá com o visto de Residente Permanente.

As novas regras, que podem ser consultadas aqui, ficarão em vigor até 31 de março de 2014, quando o projeto de imigração passará por nova reavaliação. Essas mudanças periódicas são a forma que o Ministério da Imigração do Quebec encontrou para tornar o processo mais dinâmico e de acordo com as exigências do mercado de trabalho da província. De tempos em tempos, as profissões prioritárias são reavaliadas, dando mais pontos para os candidatos com perfil em maior demanda pelas empresas canadenses.

De forma simplificada, as mudanças foram:

  • Cota de 20 mil processos por ano para QSW (não entram nessa cota candidatos inscritos pelo Quebec Experience Class – estudantes formados no Quebec ou trabalhadores com tempo de trabalho na província – e candidatos que tenham uma oferta formal de emprego).
  • Os candidatos deverão comprovar nível de francês “intermediário-avançado” através de testes de proficiência aceitos pelo governo do Quebec.
  • Uma nova lista de profissões prioritárias foi divulgada, dando uma pontuação diferente para as áreas em maior ou menor demanda.

Mas, então, depois dessas novas regras, como imigrar para o Quebec? É difícil responder a tudo em um único texto, mas eu vou tentar. E vou aproveitar para explicar o processo já com os novos requisitos, para quem está começando agora.

1. Pesquisa

A primeira parte de qualquer mudança de vida é a pesquisa. Seja casar, ter um filho ou simplesmente alugar um apartamento em um outro bairro, uma mudança de grande porte requer planejamento e, claro, muito conhecimento sobre o que vem pela frente. E com o projeto de imigração não é diferente. Então, comece pesquisando tudo antes de traçar o plano: seu perfil se encaixa nos requisitos? Você está preparado para mudar de país, de clima, de cultura? Sua família vai se adaptar bem à vida longe dos amigos, da comida, do Brasil? Você se imagina vivendo e trabalhando quase que 24 horas do seu dia em outro idioma?

Para as informações mais objetivas, o site oficial do Ministério de Imigração do Québec oferece tudo que é necessários saber, inclusive em português (apesar de a maioria ser em francês e, às vezes, em inglês). Já para a parte “sentimental” e subjetiva do processo, eu recomendo acompanhar comunidades e blogs de brasileiros que estão passando ou já passaram pelo mesmo processo. Aqui mesmo no Oi Toronto nós temos matérias sobre o assunto. Dê uma pesquisada nos nossos tópicos ou assista aos vídeos Eu Não Sou Daqui, e veja se essas histórias combinam com você, se você toparia passar por tudo isso que essas pessoas contam para viver no Canadá. Se você quiser se aprofundar mesmo nas pesquisas dos blogs, o Brazucas no Canadá tem uma listagem imensa e bastante variada. Um dica: antes de entrar em contato e pedir ajuda a quem já passou pelo processo, pesquise e faça perguntas pertinentes. Garanto que a maioria dos brasileiros terá muito prazer em ajudar!

2. A timeline do processo

A primeira coisa a se fazer é avaliar se o seu perfil se encaixa nos requisitos do Quebec para imigração. O site do Ministério oferece um teste online que pode ser feito em inglês ou francês.

Recebendo uma resposta positiva do teste, o próximo passo é dar entrada no pedido do Certificado de Seleção do Quebec (CSQ – Certificat de sélection du Québec). Essa primeira parte é onde o candidato será pré-selecionado pela província do Quebec como apto ao visto de Residente Permanente.

Porém, apesar de ter autonomia para selecionar os profissionais em demanda no seu mercado de trabalho, o Quebec não possui soberania para emitir o visto de residente, já que é apenas uma província do Canadá. Por isso, após receber o CSQ, o candidato deverá enviar um pedido de visto de residência permanente ao governo federal do Canadá, que irá analisar questões como antecedentes criminais e pedir exames médicos. Após essa análise, o governo do Canadá emite um parecer sobre o pedido (aprovado ou reprovado) e emite o visto dos novos imigrantes.

Atualmente, a parte provincial do processo (pedido e obtenção do CSQ) de toda a América Latina está sendo analisada pelo Escritório de Imigração do Québec no México. A parte federal do processo de imigração, por sua vez, é analisada pelo Consulado do Canadá em São Paulo e está estimada em 25 meses. Ao todo, o candidato a residente permanente deverá esperar cerca de 3 anos até ter seu pedido processado e aprovado pelos governos do Quebec e do Canadá, deixando bastante tempo para o planejamento financeiro, prático e emocional da mudança. Boa sorte!

foto: Sophie Villerot

Júlia é formada em Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia e tem mais de 5 anos de experiência com Assessoria de Imprensa e textos para publicações e sites corporativos. Veio para Montreal em março de 2012 e se apaixonou pela cidade! Atualmente, ela faz cursos de extensão em Jornalismo na Universidade Concordia.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Montreal

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo