Siga-nos

OiCanadá

Experiência

Cada vez mais brasileiro

Finalmente a Copa do Mundo chegou e, durante este mês de evento, temos permissão para ser ainda mais fanáticos e patriotas. Independentemente do que aconteceu, está acontecendo ou vai acontecer depois de junho em relação à política, economia, transporte etc. no Brasil, tudo desaparece da nossa mente no momento em que vemos aqueles dez rapazes trajados de amarelo “canarinho” (e mais um que insiste em ser diferente, hehehe*) entrando em campo. E aí tudo o que queremos é ver gols e que o Brasil seja campeão.

Se tem uma coisa que percebi nesses últimos meses é que sou brasileiro e tenho orgulho de sê-lo. Tenho orgulho da minha cultura, da minha história e das minhas raízes. Sei que o Brasil não é um país perfeito (nem de longe, literalmente!), mas sei também que o brasileiro (de verdade) é amigo, é feliz, é educado, trabalhador, honesto, e não é como essa corja (minoria) que tem feito a vida de quem está no Brasil difícil como está.

Não estou ficando louco não, muito menos esquecido. Faz apenas meio ano que saí do Brasil e me lembro muito bem de como são as coisas. Mas, estando à distância me lembro também da família e dos amigos que ficaram, dos colegas de trabalho e das várias figuras que conheci nas apresentações que ministrei nos últimos anos. Todas (ou 99%) pessoas de bem e prontas para ajudar.

Essa é a primeira vez que tenho a experiência da Copa fora do Brasil e, sendo o Canadá um país de imigrantes (aqui na GTA 49% da população é de imigrantes), é engraçado ver a variedade de bandeiras que decoram as casas. Os amigos improváveis assistindo juntos o confronto entre suas seleções. A praça decorada de “O.N.U.” e as várias narrações em língua estranha. São experiências tão diferentes e tão interessantes que é quase como se estivesse vendo a Copa pela primeira vez.

Essa palavra, multiculturalismo, foi um dos motivos que nos fizeram escolher o Canadá, como mencionei em uma das primeiras matérias dessa coluna. Mas hoje, com um pouco mais de experiência, posso dizer que não esperava tanto assim. Por exemplo, hoje, enquanto escrevo este texto, estou participando de um evento pré-Copa para os estudantes internacionais da faculdade que minha esposa cursa e nesses trinta minutinhos que estou por aqui já falei em francês, inglês, português e espanhol, além de não entender nada do punjabi, chinês, árabe e sei lá o que mais. É realmente incrível que tantas pessoas de origens tão diferentes sejam reunidas por algo tão simples como é o futebol (no melhor sentido que simples pode ter).

Em meio a essa doideira toda em que me vejo, cada vez mais, dizendo e pensando com orgulho (orgulho que eu achava que havia perdido): sou brasileiro.

Um abraço e ótima semana pra vocês.

Vai, Brasil!!!

*pra quem não entendeu é o goleiro, tá…

Continue lendo
Publicidade
Leia também...
Maurício Marcondes

Mauricio é paulista, natural de Guaratinguetá, formado em Marketing pela ESPM de Sao Paulo com especialização em Coordenação de Eventos Corporativos. Com mais de 10 anos de experiencia em produção de eventos no Brasil, se mudou para o Canadá no final de 2013 e atualmente reside em Mississauga, na GTA, e está se adaptando à vida canadense.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Experiência

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo