Siga-nos

OiCanadá

Moradia

Prefeitura de Montreal quer comprar imóveis para alugar barato

A segunda maior cidade do Canadá decidiu não ficar de braços cruzados enquanto os aluguéis sobem e vai usar uma lei de 2016 para comprar unidades a serem alugadas por valores acessíveis.

Segundo a prefeita Valérie Plante, eles já têm em vista 300 propriedades que devem ser adquiridas usando a lei que garante ao governo local prioridade na compra de imóvel ou terreno em áreas onde faltam moradias para aluguel. 

Plante fez questão de explicar ainda que não se trata de expropriação, porque os imóveis precisam estar à venda no mercado e, inclusive, já terem recebido uma primeira oferta para poderem ser adquiridos pela prefeitura. 

Depois que um comprador faz uma oferta, a prefeitura tem 60 dias para interferir ou não no negócio. E se quiser comprar o imóvel, terá primazia, mas pagará o mesmo tanto que qualquer outro pagaria. 

As áreas consideradas prioritárias para o governo são Côte-des-Neiges–Notre-Dame-de-Grâce, Mercier-Hochelaga-Maisonneuve, Plateau–Mont-Royal, Sud-Ouest, Verdun, Ville-Marie e, em especial Villeray–Saint-Michel–Parc-Extension, que vem sofrendo pela sua proximidade ao campus da Université de Montréal no bairro vizinho de Outremont.

Hoje a taxa de imóveis disponíveis para aluguel em Montreal vive seus piores dias dos últimos 15 anos chegando a apenas 1.5% — nível igual ao de Toronto, mas um pouco melhor que o 1.1% registrado em Vancouver. E a realidade é que há mais demanda que imóveis disponíveis.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Marcelo

    25/fev/2020 at 13:25

    Se Montreal é a 3ª maior cidade do Canada, qual é a segunda? 🧐

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Moradia

Posts Populares

Topo