Siga-nos

OiCanadá

Moradia

Valor de aluguel cai em todas as regiões do país

Especializado em aluguel, o site Rentals analisou os números de março e abril para condos e apartamentos e constatou que o preço caiu em todas as regiões do Canadá, inclusive em Toronto e Vancouver.

Comparando os dados com os do mesmo período do ano passado, os analistas notaram uma queda de 5% em Toronto e de 9% em Vancouver. Em Calgary, Edmonton e Regina, a queda foi mais além, passando dos 10%. Mas foi em Saskatoon que o declínio se mostrou mais acentuado, chegando aos 28%.

Causas

O pessoal do setor acredita que as pessoas estejam mais na retaguarda e que é normal que evitem uma mudança de endereço em tempos de turbulência econômica. Eles apontam também que os estudantes estão mais propensos a continuarem aninhados nas casas do pais, inclusive os que acabaram de se formar.

Soma-se a isso a suspensão da chegada de novos residentes permanentes que, mesmo aprovados, não estão entrando no país, e a situação dos trabalhadores estrangeiros temporários que este ano, com raras exceções, estão praticamente proibidos.

Até mesmo a ausência dos turistas ocupando unidades destinadas a Airbnbs tem mexido com o mercado, aumentando ainda mais a oferta de apartamentos disponíveis para aluguel. Os proprietários de grandes prédios ou de vários imóveis, porém, são os que menos mexeram nos preços.

Tendência

O setor se prepara para lidar com a tendência de queda se esticando por pelo menos mais alguns meses, até porque há a expectativa de que um bom número de novas unidades hoje em construção seja entregue até o final do ano, em especial em Toronto e Vancouver.

Mas a situação pode se manter por mais tempo, dependendo do que acontecerá com os níveis de emprego e inadimplência nos próximos meses. Até agora, apenas 10% dos locatários não conseguiram honrar o pagamento do aluguel. 

Muita gente, porém, tem se mantido com a ajuda de CAD $2,000 ofertada pelo governo por quatro meses para quem perdeu renda ou emprego. O problema é que boa parte desse time receberá o último cheque agora em junho e ainda não se sabe como isto impactará o setor de locação de apartamentos e condos nos próximos meses.

A expectativa a longo prazo, no entanto, é que o mercado volte a ficar aquecido como antes. Ou seja, quem puder aproveitar a queda que aproveite, porque essa temporada de queda tem tudo para sumir do mapa assim que a vida voltar a uma grau maior de normalidade.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Moradia

Posts Populares

Topo