Siga-nos

OiCanadá

Moradia

Torne a sua casa mais acessível

Como projetar e construir uma rampa para a sua residência.

Se você ou alguém que mora na sua casa tiver dificuldade para subir e descer escadas, pense na possibilidade de instalar uma rampa. Ela tornará a sua casa mais segura e acessível. A rampa é uma alternativa ao uso de escadas e pode facilitar a locomoção entre um nível e outro, dentro de casa ou fora. Para ajudá-lo a fazer a escolha certa, o Canada Mortgage and Housing Corporation (CMHC) oferece dicas para selecionar ou projetar uma rampa de acesso para a sua casa.

As rampas são especialmente úteis quando se trata de um declive de aproximadamente 760 mm (30 polegadas) do chão ao nível onde se encontra a entrada. Para maiores declives necessita-se de mais espaço, o que pode não ser prático. Nesses casos, em vez de construir uma rampa, uma melhor estratégia seria instalar uma plataforma ou elevador residencial.

Estratégias e comprimento

Tipicamente, existem duas estratégias para projetar uma rampa: a estratégia de integração com a paisagem e a estratégia estrutural. A primeira integra a paisagem, caminhos com inclinação e nivelamento suaves para superar a mudança de nível. Essa estratégia é geralmente limitada a pequenas mudanças de nível. A estratégia estrutural compreende a construção da estrutura da rampa, usando geralmente uma armação de madeira.

O seu comprimento dependerá de dois fatores principais: a altura total (a mudança de nível vertical) e o desnível. No caso de residências, a maior parte das pessoas considera que rampas com desnível de 1 a 15 (para cada polegada de desnível, a rampa deve ter 15 polegadas de comprimento) e de 1 a 20 são mais seguras e mais fáceis de usar. Não se esqueça, que quanto menos íngreme a rampa, mais longa ela deverá ser.

As rampas também devem ter uma largura de pelo menos um metro (39 po.). Isso não inclui o corrimão, grades e outros componentes estruturais. Se a pessoa que usar a rampa tiver um andador, cadeira de rodas manual ou motorizada e tiver dificuldade em se locomover em linha reta, a rampa deverá ser mais larga.

Segurança

Toda rampa deve ter um patamar no fundo e no topo, assim como em qualquer ponto onde a rampa muda de direção ou excede a distância máxima de nove metros (30 pés). Se o patamar estiver localizado no ponto onde a rampa muda de direção e deve acomodar uma cadeira de rodas mais larga ou motorizada, ele deverá ter uma largura de pelo menos 1,525 m (cinco pés), ou seja, uma superfície de 2,1 m2 (sete pés quadrados).

Devido ao fato de que o plano inclinado também pode ser utilizado por pessoas a pé, assegure-se que haja um espaço livre de pelo menos 2,21 m (7 pés) acima dele e dos patamares. Lembre-se de verificar se existem objetos salientes como aparelhos de ar condicionado, árvores, arbustos, vasos com plantas, ou toldos baixos.

Toda rampa com um declive entre 1 e 20 deve ter um corrimão. Mesmo se não houver necessidade de corrimão, é uma boa ideia fazer uma borda mais alta para prevenir que alguém caia acidentalmente da rampa. Estas devem ter uma boa iluminação para criar um ambiente agradável e serem usadas de maneira segura e fácil. Outras dicas de segurança incluem corrimãos de cores e superfícies contrastantes, e faixas de cor no fundo e no topo da rampa. Esta deve sempre terminar num caminho ou na via de acesso à garagem, e não dar diretamente na rua.

De olho no clima

Se estiver construindo uma rampa exterior e morar numa região onde cai muita neve ou chuva, cobrir a rampa seria uma boa ideia. Se isso não for possível, coloque a rampa na parte da casa menos afetada pela acumulação da neve, do lado oposto dos ventos predominantes em caso de chuva, e escolha materiais duráveis para a superfície da rampa para que possa tirar a neve facilmente.

Antes de começar a obra, contate o departamento municipal de construção para verificar se precisa obter uma licença para construir a rampa. O departamento municipal de construção é também uma boa fonte de informação sobre como planear e construir uma rampa em sua área.

Fonte: Canada Mortgage and Housing Corporation

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Christian Pedersen é natural de Santos, São Paulo. No Brasil, trabalhou na gravadora Roadrunner Records, depois abriu um escritório de promoção e marketing para bandas e artistas, tendo clientes como a gravadora BMG, os selos Geléia Geral e Dubas. Christian mudou-se para Toronto em 2002, e virou cidadão canadense em 2007. Escreveu a coluna Conexão C no Brasil News em março de 2007 e, de maio a outubro de 2008, foi editor-interino do jornal. Do fim daquele ano, até outubro de 2010, foi editor e co-fundador do blog OiToronto.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Moradia

Posts Populares

Topo