Siga-nos

OiCanadá

Experiência

Eu amo Toronto, mas odeio (…)

A maior metrópole do Canadá é conhecida pela sua diversidade cultural, excelente qualidade de vida e por ser um dos principais centros financeiros do mundo. Mas apesar de todas as vantagens que Toronto oferece, ela não é perfeita. Mesmo atraindo milhares de pessoas todos os anos de diversas partes do mundo, algumas coisas na cidade incomodam muita gente.

Toronto é sem dúvidas uma cidade cosmopolita. Segundo um censo realizado no Canadá em 2006, das 5 milhões de pessoas que vivem na cidade e seus arredores, quase 50% são imigrantes. A maior metróple do Canadá é também o lugar preferido de quem escolhe o país para viver. Só no ano passado, mais de 90 mil pessoas imigraram para Toronto.

São muitos os motivos que atraem tanta gente para Toronto. Além de uma localização geográfica privilegiada (situada próxima à fronteira com os Estados Unidos e à província de Quebec e banhada pelo lago Ontário), a cidade é considerada o maior centro econômico do Canadá. De acordo com um estudo feito pela PriceWaterhouseCoopers (PwC), uma das maiores empresas de serviços profissionais do mundo, a capital de Ontário ocupa o segundo lugar na lista das cidades que oferecem maiores oportunidades no mundo, atrás somente de Nova Iorque.

O relatório da PwC apontou Toronto como grande destaque na área de saúde, segurança, turismo e inovação e foi considerada a melhor cidade em qualidade de vida, ar puro, esporte e lazer. O motivo que fez com que ficássemos atrás de Nova Iorque tem a ver com o transporte e a infraestrutura.

Mau serviço ao consumidor e passagem cara

Não é surpresa nenhuma que o TTC (Toronto Transit Comission – o transporte público da cidade) tenha contribuido para uma “imagem negativa” de Toronto na pesquisa no que diz respeito ao transporte. Além de ter uma das passagens mais caras do mundo (C$3 por trajeto), a qualidade do serviço ao consumidor é lamentável. O problema é tão grave que devido ao grande número de reclamações, a empresa contratou em março desse ano um especialista em atendimento ao cliente que veio da Inglaterra para Toronto com a missão de melhorar o serviço prestado pelos funcionários.

O mau atendimento ao consumidor do TTC é “odiado” por muita gente na cidade. Uma dessas pessoas é a estudante cearense Lívia Fonseca, que mora em Toronto desde 2007. “Muitas vezes o streetcar fica cheio de gente, principalmente na frente. Ao invés de alguns motoristas pedirem para que eles caminhem para a parte traseira do veículo, dando espaço para novos passageiros, eles simplemente ignoram. Existe até uma mensagem eletrônica no streetcar para isso, basta eles apertarem um botão. Só que isso muitas vezes não acontece”, ressaltou.

Assim como Lívia, a estudante Isabela Queiroz não é grande fã do transporte público da cidade. “Alguns motoristas param o ônibus para comprar lanche e passam até 15 minutos comendo e todo mundo esperando. Se você reclama, eles se sentem ofendidos e partem para a ignorância. Os funcionários que trabalham nas cabines vendendo os bilhetes são outros grossos. Já perdi a conta de quantas vezes eu presenciei briga deles com os passageiros”, relata a gaúcha de Bento Gonçalves.

Os maus funcionários do TTC não são os únicos “odiados” de Toronto. Uma das personalidades que faz parte da lista de “indensejáveis” é o prefeito da cidade, Rob Ford. Apesar de ter vencido as eleições em outubro do ano passado, ele tem sido alvo frequente de críticas e sarcasmo por parte da imprensa local, criando polêmica por alguns comentários relacionados aos orientais e aos homossexuais e por não ter cumprido algumas promessas de campanha eleitoral. “Para mim ele é um homofóbico, racista e não passa de um idiota. Não consigo pensar em nada pior em Toronto do que Ford. Ele me dá nojo”, desabafa a estudante de jornalismo, Diana Shah, que participou da Semana do Orgulho Gay de Toronto, em julho, fantasiada de Rob Ford. “Ele se recusou ir ao evento, mas eu nunca vi tanto Rob Ford na minha vida em um só lugar”, diz ela se referindo a diversas pessoas que, assim como Diana, usaram máscaras com o rosto do prefeito, protestando o fato de Ford ter se negado a comparecer à parada porque iria passar o final de semana com sua família na casa de campo.

Assim como Rob Ford, alguns animais na cidade aborrecem muita gente. Um deles é o guaxinim (conhecido no Canadá como racoon, animal bastante popular em Toronto, fácil de ser encontrado andando pelas ruas da cidade) que chega a incomodar muita gente, como a gerente de recursos humanos Crislane Ackerman. “Eles comem meu lixo e eu tenho que lidar com isso no dia seguinte. Eu jamais mataria algum deles, mas gostaria que fossem mais civilizados e não comessem o meu lixo”, afirmou ela.

Frio de Toronto

O inverno de Toronto, apesar de não ser tão rigoroso quanto o de outras cidades do Canadá, como Winnipeg, Calgary e Yellowknife, é bastante incômodo para quem está acostumado com o clima tropical brasileiro. A estudante e atriz alagoana Gabriela Paixão é uma das pessoas que detesta o frio da cidade. “Estou no Canadá há quase três anos e eu ainda não me acostumei. Não tem casaco, cachecol e luva que resolva o meu problema. Minha mão congela, minha garganta dói. Teve um dia no inverno passado que eu achei que fosse parar no hospital quando tive que esperar um ônibus por quase uma hora”, disse ela.

O frio da cidade não dura o ano inteiro, mas é responsável por deixar a água dos lados gelada por muito tempo (mesmo em meses mais quentes), e isso é uma das coisas que aborrece a jornalista Ingrid Coifman, que mora em Toronto desde 2007. Apesar de ter nascido em Manaus, Ingrid morou no Ceará desde criança e se considera cearense. Acostumada com as praias de água morna do nordeste brasileiro, ela não tolera a temperatura do lago em Toronto. “Num dia de sol quente quero muito me refrescar nos lagos e nadar à vontade, mas quando ponho os pés na água está sempre geladíssima. O meu marido enfrenta e mergulha. Eu desisto quando a água chega na cintura”, admite ela, que encontrou uma solução alternativa nas piscinas públicas da cidade. “A água é gelada também, mas menos que a dos lagos”, completa.

Apesar de quase sempre geladas, as praias da cidade são consideradas uma das melhores para banho no que diz respeito à qualidade de água, mas infelizmente não têm grandes ondas. E isso incomoda o pernambucano Rodrigo Cortez, que está no Canadá há quase 6 anos. “Antes de vir para Toronto eu sabia que não tinha mar, mas nao sabia que iria me fazer tanta falta. Na ausência da onda para surfar, eu terminei optando pelo skate. Às vezes deixo minha bike e saio com ele pela cidade, sozinho ou com alguns amigos”, disse ele.

Qualidade para uns, defeito para outros

É verdade que não existe nada perfeito, por melhor que seja. “Amo Toronto, mas odeio o sistema de saúde público”, disse a paulista Vanessa Rodriques, que mora na cidade há nove anos. Assim como ela, muitos brasileiros que vivem em Toronto não se simpatizam com a área médica, apesar de a cidade ter um dos melhores serviços de saúde pública do mundo (onde todos recebem o mesmo tratamento e privilégios, independente da classe social).

A questão é que muitos brasileiros tendem a comparar o serviço de saúde pública da cidade com a medicina privada do Brasil, onde quem tem dinheiro ou um bom plano geralmente é atendido rapidamente, tem direito a quarto privado e a um melhor acompanhamento médico. “A fila de espera em Toronto é muito grande. Além disso, se você tiver um problema de pele, por exemplo, e quiser ir a um dermatologista usando o seu cartão de saúde, tem que primeiro consultar um clínico geral para que ele possa lhe encaminhar para algum especialista. E haja esperar dias e até meses por uma consulta”, lamenta o engenheiro químico Paulo Barros, que está em Toronto desde 2000.

A diversidade cultural oferecida pela cidade também aborrece algumas pessoas, como a personal trainner Cássia Paiva. “Quando eu cheguei a Toronto, morei algum tempo em Scarborough. O bairro só tem gente da China, do Paquistão, da India. Nada contra esses países, mas o problema é que algumas pessoas cheiram mal. Não sei se é por causa da comida ou se não tomam banho direito, mas isso é algo que eu detesto na cidade”, desabafou ela.

Tem gente que não gosta do fato de Toronto não ter tanta opção para comer fora de madrugada; de não poder beber depois das duas da manhã; não ter feijão e arroz a cada esquina ou por causa do Maple Leafs (time de Hockey que só faz perder). Mas o melhor de tudo é que, por mais piegas que pareça, Toronto dá motivos de sobra para curtirmos esse lugar.

Aqui as diferenças são respeitadas (e celebradas); ainda podemos contar o nosso dinheiro na rua quando deixamos um caixa eletrônico; dá para experimentar comida (e a cultura) do mundo inteiro; animais de estimação são tratados como membros da família; temos uma cidade subterrânea; os donuts do Tim Hortons; um dos mais importantes festivais internacionais de cinema do mundo (TIFF); dia das bruxas na Church Street; um estádio esportivo com um teto móvel (Skydome); o blog OiCanadá; uma das maiores ruas do mundo (Yonge); a CN Tower – a terceira maior torre sem sustentação do mundo (e mais bonita que as duas primeiras)… São esses e tantos outros motivos que fazem de Toronto uma cidade muito amada.

E a gente quer saber. Apesar do amor que você sente por Toronto, o que você odeia na cidade?

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

38 Comentários

38 Comments

  1. Rafael Leal

    26/jan/2017 at 14:12

    Eu quero muito morar em Toronto. Sou Chef de Cozinha no Rio Grande do Sul, minha esposa é engenheira de produção e qualidade e acabamos de ter nossa primeira filha, queremos mais 2. Só não estamos nos sentindo seguros aqui e infelizmente o Brasil não é um país confiável a ponto de querer educar e criar meus filhos. Estamos estudando uma maneira de ir morar fora e o Canadá (Toronto) é a 1º cidade que escolhemos. O que nos “impede” hoje é que temos trabalhos fixos e bem remunerados e gostariamos de fazer a coisa certa. Já ir com contrato de trabalho, etc. Se alguém poder nos ajudar fico agradecido. E realmente há muitas coisas aqui que estão indo de mal a pior, ainda mais quando comparamos como cidades modelos do mundo. Eu logo que me formei fui morar em Portugal e Espanha e em termos de segurança e educação não temos como fazer a comparação, aqui no Brasil chega ser triste… Grande abraço e se der tudo certo – Até logo.

  2. Luiz

    07/dez/2016 at 15:55

    É o seguinte, jornalista gosta mais de polêmica que da própria vida. E nem venha me dizer que estou sendo preconceituoso, me formei em Comunicação e me pós graduei em Filosofia Moderna e Contemporânea. Especialização em rádio e cinema. Não exerço a profissão por que escolhi a vida.

    • Luiz

      07/dez/2016 at 16:04

      E isso não quer dizer que não gosto de você, ora bolas nem te conheço, mas todo mundo deixa uma impressão no mundo, quando escreve e chega à casa de muitas pessoas, por muitos meios, forma opiniões. Por favor, viva mais, polemize menos. A matéria, ou artigo (se vc preferir), não contribuiu em nada. Guaxinins ?… Eu adoraria tê-los em minha porta. Guarda o lixo na cozinha, fechadinho, e acorda na hora certa da coleta. Eles derrubaram sua lata de lixo do lado de fora da casa (ou de seu basement), faz parte. As pessoas estavam com raiva do ônibus, do motorista ou das pessoas que convivem com elas em Toronto ?… Bem, independente da resposta vá de bicicleta, compartilhe um automóvel, caminhe. Você estava falando por pessoas que realmente entrevistou e essas entrevistas representam uma amostragem quantitativa e geograficamente plausível para fazer essas afirmações ?… Você não parece ter feito nada disso, então fica a dúvida. Você é um bom jornalista ?… Tenho amigos e parentes no Canadá, não me falam dessas coisas como sendo um incômodo. Reclamar do frio no Canadá ?… Você (e essas pouquíssimas pessoas) estão falando sério ?… Uau, o papo acabou.

  3. Ana Caroline F. Curcio

    30/jul/2014 at 10:57

    Quem reclama do Transporte Público de Toronto, com certeza absoluta são aqueles que nem se quer pegam ou já pegaram um ônibus/trem/metrô no Brasil. Talvez até tenham pego, mas em momentos de passeios e não por necessidade e principalmente fora de horários de pico.
    Sem contar que aqui no Brasil, o transporte não fica cheio só na frente, fica lotado por inteiro, não tem nem onde por o pé, ou como entrar.
    Mas viva os bem de grana que precisam aprender a andar de transporte nos outros países e ainda reclamam.

  4. Sabach

    17/out/2013 at 20:09

    O texto é muito bom, alerta sobre certos problemas… mas quem sai de uma região tão quente como o nordeste, que nunca experimentou frio, e vai pro Canada, por favor né… não sei nem o que faz no Canada. Sobre o preço das passagens, você pode adquirir um bilhete único, que pode andar a vontade e serve metro e ônibus, ou seja, é muito barato para o padrão canadense. Sobre conduções lotadas, este pessoal precisa voltar ao Brasil e passar aqui um ano, pois a passagem (caso São Paulo) além de custa R$3,00 (mais cara que no Canada) o transporte é vulnerável a assaltos e furtos, e em certas capitais a coisa piora. a saúde do canada não mata como a do Brasil, é referencia mundial… mas a elite no Brasil, com hospitais particulares, acostumado com médicos particulares… vai sentir falta dos mimos daqui. A grande vantagem de morar em um lugar desenvolvido, é exatamente a igualdade mais visível, lá você não se destaca com dinheiro como no Brasil, do tipo estudo em colégio particular caro, saúde particular, segurança particular, tenho carro caro… e o resto vivendo na miséria a sua volta, usando saúde, escola, transporte, segurança, tudo sucateado, mas o certo é que todos vivem em cidades sujas, com descaso na limpeza, saneamento, pois a política no Brasil não cuida das suas cidades, e perdemos até para países vizinhos.
    Um salve a todos que estão no Canada, e se esta ruim aí, pode voltar para o Brasil, mas esteja preparado para conviver com um monte de coisas erradas, bem vindo ao imposto alto, coisas caras, sustentar uma política corrupta, e viver preso com câmera de segurança, cerca elétrica, evitar andar com objetos de valor, pq o país esta cheio de malandro, saindo de tudo quanto é buraco cometendo crimes, furtos, roubos, sequestros, e por aí vai.

    • Karina

      19/mar/2014 at 14:37

      Sabach, concordo com você, Acho que antes de imigrar a pessoa deve pesquisar muito e relevar essa questão do clima, já que o choque é grande saindo do nordeste e indo pro Canadá. Morei nos EUA e só voltei pq tinha data de volta, senão estava lá até hoje. Imagino que o Canadá seja muito parecido, muito em breve eu e minha família estaremos conhecendo, e quem sabe, imigrando para lá.

  5. Ricardo

    29/ago/2013 at 08:34

    a unica coisa que eu quero saber sobre Toronto , e o Cánada em geral , como são as mulheres ? elas são simpáticas alegres e amáveis ?

    • Cris

      12/abr/2016 at 00:30

      Elas Sao muito auto suficiente , elas sabem q O Canada as defendem em qualquer circunstancia , entao o homem Aqui tem q Se comportar direitonho senao É cadeia na certa, qualquer coisa É assedio

  6. André

    13/jul/2013 at 00:32

    Eu amei este blog. É demais, é bom saber de coisas do Canadá que eu nem imaginava que poderia acontecer.
    Quero ser um novo cidadão Canadense um dia e vou me preparar aqui no Brasil primeiro…

  7. Isa

    24/fev/2013 at 17:38

    Vim pra toronto depois de morar por 8 anos em vancouver! Amei o verao daqui, mas me sinto em uma gaiola, trancada, por meses no frio! Ambiente de trabalho eh hiper competitivo!
    Vida com qualidade eh em vancouver! As pessoas sao calmas, educadas e apesar de chover muito, nunca fica negativo… Vou voltar! Ah! A condução publica eh bem menos socada que aqui, muito melhor!!! Os incomodados que se mudem: eh o que estou fazendo! Voltando pra casa! Voltando pra vancouver! Beautiful BC! :-)

  8. Martilene moreira

    17/fev/2013 at 20:42

    Fala serio,,,,,,,,,,Brasil!!!!!!!!!!!! eu moro no chile e nao sinto nem um pouco de vontade de voltar la,,,,,,,dificuldades pra tudo onde so quem e rico e bem tratado,,,,,,,,os coruptos sempre no poder.Filho de menos favorecido so consegue estudar ate o terceiro ano,,,,,falam mal o portugues,sem oportunidade de falar outra linguamaq no chile que nem e tao desenvolvido,me adaptri e tenho vida de rico,,,,,,,,,,,,concordo comvc Carol bjo
    ,,,,

  9. Willian

    14/fev/2013 at 10:38

    Tania,

    Também morei por 9 anos nos Estados Unidos. Tenho uma filha casada que mora lá.
    Fiz a bobagem de voltar e agora estou vendo a possibilidade de ir para o Canadá, menos para Quebec, por causa da idade.
    Você conhece alguém que possa me ajudar a ir para o Canadá? Se eu conseguisse um emprego para poder aplicar já com trabalho arranjado aí ficaria mais fácil.

    Moro em São José dos Pinhais.

    Abraço

    Willian

  10. TaniaRN

    13/fev/2013 at 10:35

    Olá, sou curitibana e moro no Québec a um ano.

    Vim com a minha familia para cá pq como todos, estavamos descontentes com os problemas em geral do Brasil, principalmente a violência, minha casa foi assaltada 5 vezes, sendo que a ultima estavamos dentro de casa. Minha filha precisou de psicologo por causa do medo dos assaltos.

    Eu já conhecia o Canda, minha irmã e meu irmão moram aqui a 6 e a 4 anos, respectivamente. Eu tinha bastante informação, já conhecia o lugar e tinha muita frustração em relação ao Brasil, mas o que eu não sabia é o quanto somos vulneraveis a detalhes, a pequenas coisas do dia-a-dia, que nos faz muita falta.

    A coisas que amo aqui e coisas que detesto, como tem coisas que amo no Brasil e coisas que destesto, mas o que me pergunto todos os dias é o que destes detalhes pode me fazer mais feliz e quais são os detalhes que eu posso conviver sem deixar de ser feliz. Ainda não consigo responder, pois como disse, estou aqui a pouco tempo, mas o que posso afirmar é que imigrar para um outro pais, ter novas experiencias, vai depender muito de você, e posso afirmar que ninguem, por mais que tenha lido ou se informado, esta imune dos seus proprios sentimentos.

    Mudar eh sempre dificil, requer disponibilidade, mas na minha opinião, mudar eh essencial para crescer e melhorar, mas nunca esqueçam que o objetivo eh ser FELIZ!!!!

    Boas chances a todos, ficando, voltando, ou qualquer outra situação!!

    Bjs

  11. Joao

    07/jan/2013 at 21:20

    O mesmo barco que voce veio , te leva de volta , nao venha dizer que tudo ruim . E claro que sentimos falta de algumas coisas . A rua da praia e a melhor ,pois, um quarteirao p/ traz e uma zona , o povo e obrigado a votar e bate no peito que exercel o dever de cidadao , ouve uma hora de Voz do Brasil e so desliga o radio , vota em ladrao e nao tem direito de po – lo p/ fora , pense , se esse pais fosse tao ruim teriamos que pagar dois dolares por um real , sistema de saude da de mil a zero ate no privado brasileiro pois a tecnologia comeca aqui , depois e que chega la . Viver sem muro e p/gente CIVILIZADA , omitir e dar entrevista sem mostrar a cara e coisa de covarde .E por estas e outras que daqui nao saio e daqui niguen me tira , meu voto nao e obrigatorio ,obrigado por me ter aqui e o que todo devem dizer.

  12. Giovanna

    29/Maio/2012 at 12:20

    Primeiramente, parabéns pelo blog. Ajuda a vida de muitos que pensam em morar no Canadá um dia :)

    Sobre o transporte público: por favor, mas o transporte público no Brasil é 10x pior. Vive tendo greve dos metroviários para aumento de salário e quem paga o pato é sempre a população.
    Ônibus não tem horário para passar. Metrô/Trem cheio e quase sempre com problema.
    Se as pessoas em Toronto não vão para o fundo do streetcar, você não pode falar nada, pois se lembra como é aqui tambem? IGUAL. Quantas vezes eu já vi passageiros entrando no metrô meramente vazio e ficando na PORTA ao invés de ficar no corredor? Milhares. Perdi as contas até. Isso se chama educação, coisa que brasileiro não tem.

    Quem está acostumado com a saúde privada no Brasil, claro que vai achar ruim a saúde pública em Toronto. Mas pensa antes de criticar, pois no Brasil, a saúde pública nem se compara! Falta médico, exames e consultas daqui 6 meses, sem equipamentos, não tem sala o suficiente, macas o suficiente, doentes nos corredores, hospitais quebrados, etc.

    Se o prefeito de Toronto é ruim, posso começar a falar sobre o Governo INTEIRO do Brasil então? Acho que todos já sabem, né!

    Bares fechados depois das 2 am? Certíssimo. É por isso que a criminalidade é quase 0 em Toronto. Não dão chances para os criminosos.

    Enfim, eu acho que o brasileiro é muito crítico e não entende que, se você vai para outro país, obviamente que não será igual ao seu país de origem. Você tem que se acostumar.
    Então, ao invés de criticar o país que você está, pense duas vezes e lembra-se de qual país você veio e coloque numa balança, pois a qualidade de vida em Toronto é 50x melhor do que São Paulo. Ou você adora sair de casa com medo de ser assaltada? Ou você adora andar na rua praticamente se escondendo dos ladrões? Ou você adora ter que colocar grades, portões com alarme, cerca elétrica nas casas e praticamente morar em um presídio, porque quem manda no Brasil são os bandidos?
    Eu não gostaria.

    • Fatima

      08/jan/2013 at 11:05

      Muito bem Giovanna.Gostei do seu comentario.
      Estive no Rio de Janeiro, a 3anos no final de Ano, Tive a oportunidade de andar de onibus.Achei horrivel, os motoristas nao tinham respeito nenhum pela velocidade.
      Qualquer cidade, no Mundo, tem pontos positivos e negativos. Vamos tentar, falar algo positvo e fazer algo para mudar, o que esta errado.
      Acho, que todos os que vem estudar/visitar Toronto, e ficam com uma impressao negativa da cidade, quando nao conseguem ver o que esta errado no proprio Pais de origem, o problema nao esta na cidade de Toronto, mas sim na atitude, dessas pessoas, perante a vida.
      Vamos todos tentar ser mais positivos, para bem da Humanidade!…
      Abraco

  13. PATRICIA

    26/jan/2012 at 16:57

    NOSSA ME ADMIRO MUITO QUE RECLAMEM DO TRANSPORTE PUPLICO DE TORONTO. CONHECI OTTC E AMEI ! EU, E 32 MILHOES DE ABITANTES DA VENEZUELA PODEMOS FALAR SOBRE OQUE QUE E MEIO DE TRANSPORTE EM DECADENCIA.
    AQUI NA VENEZUELA NAO TEM ORGANIZACAo.
    OS UNIBUS ESTAO SEMPRE ATRAZADOS E QUANDO PASSAM PASSAM 2, 3 DE UMA VEZ DA MESMA ROTA. OS MOTORISTAS SE VEREM VC E NAO FOREM COM A SUA CARA…VC PODE ENTRAR NA FRENTE DO ONIBUS, ELES NAO PARAM!
    OS ONIBUS TEM DE TUDO. GATO CACHORRO E AATE PULGAS. EU SAI UMA VEZ DO ONIBUS DANCANDO DAS PULGAS QUE TINHAM ENTRADO NAS MINHAS CALSAS, PQ ME SENTEI DO LADO DO MOTORISTA, ONDE O CACHORRO DO DONO DO ONIBUS COSTUMAVA DURMIR TODAS AS NOITES, JA QUE TODOS TRABANHAM COM SEU PROBRIO ONIBUS QUE TEM CORES E FORMATOS DIFERENTES. OU SEJA, NAO TEM NEGOCIO DE ONIBUS TUDO DA MESMA COR NAO! E PARA COMPLETAR NAO SAO ONIBUS, SAO CAMIONETAS. SE ALGUEM NAO ACREDITA EM MIM…DEIXO AQUI A PROVA EVIDENTE EM UM SITE DA CAPITAL CARAQUENHA.
    http://informecifras.com/?p=132939
    QUANDO CONHECI O TRANPORTE DE TORONTO, FIQUEI APAIXONADA PELA ORGANIZACAO.
    TORONTO ESTA DE PARABENS POR SER BEM ORGANIZADA E SE TEM ALGUMA COISA, QUE NAO NOS CONFORMEMOS, MAS SE NAO PODEMOS AJUDAR, NAO CRITIQUEMOS. OU SERA QUE QUEREMOS VOLTAR PARA O BRASIL E SER ASSALTADOS EM PELO SINAL DE TRANSITO? ATUALMENTE ESTOU NA VENEZUELA, MAS TO INDO VIVER NO CANADA EM 2 MESES. SOU BRASILEIRA COM ORGULHO MAS, CONHECO A SITUACAO DO MEU PAIS NO GERAL E CONHECI A SITUACAO DECADENTE DA VENEZUELA EM 2 ANOS DE CONVIVENCIA AQUI. POSSO DIZER QUE NAO CONHECO UM LUGAR MAS ACOLHEDOR, SEGURO E ORGANIZADO COMO O CANADA. ENTAO…CONCLUINDO… MINHA OPNIAO E QUE, NAO DEVEMOS RECLAMAR DE BARRIGA CHEIA NE LIVIA E IZABELA?!
    PARABENS AO OI TORONTO PELA REPORTAGEM!
    ATT: PATRICIA.

  14. Rosana

    25/jan/2012 at 14:34

    Totalmente de acordo comas palavras da Carol/Moa e do Rogerio Lima. Moro em Toronto desde 2008, nao tenho queixa nenhuma do TTC, sempre fui educada com os funcionarios e NUNCA tive problema nenhum. Daqui a uns meses somente serei cidada canadense, que orgulho, esperando ansiosa por isso.
    Quem sabe um topico melhor o que eu amo e o que odeio do Brasil?????

  15. Rogério Lima

    12/set/2011 at 23:31

    Concluindo para quem reclama: NÃO GOSTA DAQUI, VAI EMBORA E PARA DE RECLAMAR!

    Detesto o “Universo Brasilino” que existe em Toronto

    • Lúcia

      23/mar/2016 at 17:19

      Você é um ingrato, uma pessoa sem patriotismo; Nasceu no Brasil, de família brasileira e somente pontua negativamente o Brasil! Se toca cara, o Canadá também não é um paraíso; Vamos ver se você um dia não vai precisar dos brasileiros, que são na maioria absoluta o povo mais solidário do mundo; Verifique isso na prática; No Canadá, ninguém te ajuda em público, se cair na rua, tem que se levantar sozinho!
      Não fale mal do Brasil, não renegue a sua origem, seu babaca!

      • MARCOS

        05/jun/2018 at 17:15

        o brasil é uma B-O-S-T-A

  16. vanessa

    08/set/2011 at 08:19

    Lamentavel e preconceituoso o comentario de Cassia Paiva sobe o cheiro de indianos e outros povos…

  17. Teddy

    01/set/2011 at 07:24

    Toronto eh uma cidade boa para se viver, mas tem muita coisa que precisa ser solucionada. Alem do transporte publico mencionado no artigo, o aluguel de um apartamento na cidade eh muito caro…aqui se trabalha pra pagar aluguel, que muitas vezes nem condiz com o dinheiro que se gasta.

  18. Stephanie

    31/ago/2011 at 12:54

    Tudo que existe em Toronto, tem o lado bom e o ruim.
    Eu não gosto da maneira como os Torontonianos evitam o contato visual e conversa. Você entra no metrô ninguém te olha, ninguém conversa. Não sei o nome dos meus vizinhos e nem eles o meu.
    Por outro lado, todos respeitam todos, ninguém vai de bicão nas festas, ninguém dá palpite e você pode sair na rua de pijama e cabelo vermelho e ninguém liga. Cada um na sua.
    O TTC e sistema de saúde são ruins, mas no Brasil também não é nenhuma maravilha. Eu morava em SP e os ônibus viviam lotados e o sistema de saúde é bom para quem tem convênio. Enfim, nenhum lugar é perfeito.

  19. Paulo

    31/ago/2011 at 09:33

    Eu discordo totalmente da Carol&Moa. Toronto tem problemas como qualquer outra cidade e fechar os olhos para isso e um grande erro. Dizer que o Ford e um erro consertavel e defender os racoons e fogo ne ?—-recentemente o Toronto Star fez um artigo sobre a grande problema que o metro de Toronto tem se tornado. Eles ate citaram o caso de uma senhora que tinha reclamado ao motorista o atraso do onibus e so por isso ele recusou a entrada dela… como ela nao saiu do onibus, ele simplesmente decidiu nao dirigir, causando um grande transtorno para os passageiros… ate policia apareceu. tambem existem varios casos de pessoas que filmaram com o celular motoristas falando no telefone enquanto dirigiam e cobradores dormindo…
    Gostei muito desse artigo do Oi Toronto. E muito facil brasileiro falar mal do seu pais, mas Toronto tem muitos problemas… alias, fica aqui como sugestao fazer uma reportagem sobre cada problema mencionado nesse artigo, comecando por essa vergonha que e o metro.
    E so concluindo, aguentar o Ford por 4 anos e de doer ate o fio de cabelo.

  20. Luiza

    30/ago/2011 at 06:32

    Adorei a materia! Acho que foi uma boa sacada mostrar o que as pessoas nao gostam de Toronto. E importante saber os pontos negativos na opiniao de quem mora na cidade. Beijos para todos

  21. Fabiana

    30/ago/2011 at 02:19

    Achei o texto muito bem escrito e delicioso de ler, achei que a opinião das pessoas são coerentes e por mais que Toronto seja bom de morar, sempre há algo na cidade que a gente nao gosta. Penso que a opinião das pessoas tem que ser respeitadas e nao acho que o fato de nao gostar de algo seja motivo deixar a cidade e voltar para o Brasil. Eu, por exemplo, odeio a saúde publica do Canada. E melhor que a do Brasil? Sim… Mas eu tenho culpa se sou privilegiada e beneficiada pela saúde privada do Brasil? Eu odeio os médicos de Toronto, odeio o individualismo de algumas pessoas e detesto o calor que faz no verão. Adorei o texto do autor, achei imparcial e criativo e o Oi Toronto esta de parabéns por mostrar através desse artigo que tem muita coisa em Toronto que muita gente nao gosta.

  22. Lizandra

    29/ago/2011 at 06:12

    Achei muito boa a ideia do site em fazer uma materia sobre o que as pessoas nao gostam em Toronto. E ate uma forma de mostrar para quem nao conhece os problemas da cidade. E por falar nisso, eu odeio o cafe do Tim Hortons-apesar de ter donuts maravilhosos

  23. Carol&Moa

    28/ago/2011 at 03:54

    Nós simplesmente AMAMOS Toronto… ficar reafirmando o que se odeia ao invés de fazer algo para melhorar ou pelo menos amenizar o que incomoda faz perder o foco nas coisas que fazem disso aqui um lugar maravilhoso (claro que pode sempre ser melhorado, nenhum lugar é perfeito); procure soluções…

    O Ford não é eterno, foi um erro, mas é perfeitamente consertável.

    Quem odeia o frio não deveria estar morando na América do Norte.

    Quem faz os streetcars ficarem lotados na frente não é o motorista e sim a consciência das pessoas que ficam lá (ou a falta dela). Todo mundo que usa o transporte sabe que tem que andar para o fundo, está escrito nas janelas, não precisa esperar ouvir a gravação (que foi criada para educar, e a partir do momento que se aprende ela deixa de ser necessária, mas as pessoas acabam se acostumando a esperar pela gravação ou ordem do motorista como se fossem crianças teimosas).Mais raro ele não falar…

    Se você for kind com o motorista ou com o funcionário da bilheteria dificilmente eles serão grosseiros, se forem, você tem a opção de não baixar o nível e isso automaticamente não se transformará numa discussão; todo mundo tem seu dia ruim, somos humanos. Você pode também se informar sobre o número de telefone do TTC de atendimento ao consumidor que pode ser acionado por você de dentro do ônibus que você está, se for o caso, e explicar a situação (informe o número/nome do ônibus e a intersecção) e eles ligam para o telefone do ônibus pra falar com o motorista e resolvem o problema na hora.

    Ficar esperando dentro de um ônibus 15 min para o motorista tomar café é dose! (e muito estranho, já que o transporte tem horários. Como foi esta situação? Será que ele não estava no ponto certo para intervalo dele? O erro seria eles não avisarem sobre o intervalo do motorista…) Mas assim que sair da situação não a deixe passar em branco, e somente ficar reclamando depois, anote tudo e faça a reclamação ao TTC, se todos o fizessem isso melhoraria (como está melhorando conforme a própria reportagem afirmou que o TTC está se empenhando em melhorar seu atendimento).

    Os racoons não tem culpa de nada…eles estavam aqui primeiro que nós, e pra sobreviverem à mudança que causamos no ambiente conseguiram se adaptar comendo o lixo. Mas você pode ir procurando maneiras de cuidar melhor de suas “latas” de lixo, testando travas e formas para que eles não consigam abrir, ou guarda-las em ambientes fechados destinados para lixo (eles são espertos só temos que ser mais espertos que eles).

    Se o lago daqui das praias de Toronto fosse de agua morninha com certeza iam aparecer os que reclamam do fato das praias ficarem lotaaadas e sujas como é Wasaga beach – que é menos fria – se você não se importa Wasaga não é longe daqui. E olha que as praias de Toronto já ficam lotadas mesmo com a água do lago sendo bem fria.

    Você sempre tem a opção de não ficar perto de pessoas que não cheiram bem, e não precisa odiá-las por isso, muito menos culpar Toronto.

    Antes de você falar mal da saúde pública daqui do Canadá, compare com a saúde PÚBLICA do seu país de origem, e se não a conhece, porque lá você só usava a particular, você pode ter uma boa noção sobre o assunto nos noticiários do lugar.

    O Fato de a madrugada não ser tão ativa principalmente em relação a bebidas com certeza ajuda na baixa criminalidade e mortalidade da cidade, colocando Toronto na lista das mais seguras do mundo e você é beneficiado por isso, acredite!

    Temos que repensar se o que incomoda são as pessoas, o que Toronto não tem para nos oferecer, ou se é nosso ponto de vista que precisa ser mudado para que a cidade possa ser muito mais bela aos nossos olhos. Você também é responsável pelo bem estar dos que vivem ao seu redor, da sua comunidade e da cidade; só odiar não a fará mudar, mudar de ponto de vista e procurar soluções sim!

    A cidade é maravilhosa, e com certeza são os pontos bons que o fazem permanecer aqui, procure deixa-la mais bela ainda. Mostrar o que se odeia e não dar as soluções à deixa feia e atrai coisas ruins. É isso que você quer para a bela cidade que lhe acolhe?!

    Sugiro que o OiToronto faça um post complementar : “Soluções para o que você odeia em Toronto”; e um sobre “O que você AMA em Toronto?” deixaria nossa cidade muito agradecida e surgiriam ótimas dicas sobre lugares e opçoes de lazer e quem sabe provocaria algumas mudanças de ponto de vista! =)

    Um bjo pra Toronto.

    • 30/ago/2011 at 17:18

      Parabéns Carol /Moa;
      Não entendo o que algumas pessoas vão fazer em outros lugares,só pra criticar,não devem ser brasileiros.
      Nós só temos problemas aqui.
      Vão se tocar né pessoas?

    • Stephanie

      02/set/2011 at 11:37

      Carol/Moa: Muito boa a resposta. Concordo com tudo que vcs escreveram!

    • Reinaldo

      02/jan/2013 at 10:32

      Achei exelente Carol, pra mim as pessoas só sabem reclamar. Eu tenho infelizmente tenho alergia ao Brasil. Salvo algumas pessoas o pais é arrogante e não se encherga, mas sabe criticar os outros. Parabéns

  24. Sheila Camargo

    26/ago/2011 at 23:13

    Eu odeio o fato de que as baladas acabam cedo. 2 am? ah, gente,me polpe. a festa sempre acaba no melhor/////mas o jprnalista falou uma coisa que eu concordo. aqui em toronto ser diferente nao e problema nenhum, as pessoas te respeitam pelo que vc e. isso me faz adorar toronto. yahooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!

  25. vinicius

    26/ago/2011 at 21:35

    O Brasil é cheio de problemas, mas dá pra viver. Imagine Toronto q é um dos melhores lugares pra morar!

  26. Paulo Loran

    26/ago/2011 at 20:39

    Eu odeio os toronianos… Eles acham que a cidade e o centro do universo. Imitam os novaiorquinos e acham que estao a frente de qualquer cidade do canada. Outra coisa que eu nao gosto e o TTC… imundo… pior que o ttc so mesmo o sindicato dos funcionarios do metro… mais forte que o He-Man.

  27. Amanda

    25/ago/2011 at 22:13

    Eu odeio o TTC: sujo, nojento e sempre dá pau! Tb não sou fã do frio, mas quanto a isso não tem muito o que fazer, afinal, estamos na América do Norte.
    Fora isso tá tudo beleza… mas pra ficar melhor ainda bem que podia ser mais perto do Brasil e ter Catupiry rs rs

  28. Lucivaldo Ferreira

    25/ago/2011 at 14:12

    Enquanto eu não conheço Toronto, vou pesquisando por aqui sobre essa cidade, mas pude perceber em conversas com algumas pessoas que moram no Canada que o sistema de saude é o campeão em reclamações(caros e ineficientes)

  29. Rodrigo Schmiegelow

    25/ago/2011 at 10:12

    Eu sou de SP, aqui no Brasil, e, tirando o frio, onde peguei o inverno pesado mesmo apenas por um mês ai em Toronto, e, no caso o Prefeito, para mim, todo o restante do que temos aqui, não chega nem aos pés daí.

    Essa semana foi constado que São Paulo já é a Cidade mais cara das Américas, coisa que sempre discutia com um monte de gente por ai, que afirmavam que o custo de vida em Toronto é maior do que aqui. Lógico que tem coisa mais caras, o aluguel mesmo, acredito que pela procura de estudantes e profissionais, é um pouco mais caro, por exemplo, entre outras coisas, mas no geral, as cidades estão muito equilibradas no custo de vida.

    O transporte, aqui, ticket unitário, ainda é um pouco mais barato, mas o mensal prefiro nem comentar… mesmo o unitário, em Toronto temos o direito do transfer gratuito, aqui se pego Ônibus e Metro pago R$ 4,30. Em uma conversão de Dollar a 1,80 (já não é mais este valor).. fica CAD$ 2,40. Apenas 20% mais barato, sendo que a distribuição de renda daqui todos conhecem.

    Falar de atendimento no transporte publico, da forma que nos tratam como animais ao dirigir, da superlotação, da falta de comunicação com os passageiros, ar-condicionado em Bus aqui?? Nome das próximas paradas ??

    Tudo bem que ai, no verão, já não estava 100%, com um monte de obras pelas ruas, muitas vezes esperava por um bom tempo os streetcars em mais de uma linha, mas chegando aqui relembrei que isso não era nada.

    Em relação a saúde também não tive uma boa experiencia ai, mas não era nem publica, fui em uma clinica chumbrega ao torcer o tornozelo, o medico nem raio-x quis tirar, está enxado até hoje, e já aconteceu há um mês e meio.

    Mas aqui não precisa muito para ver a qualidade da saúde pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Experiência

Posts Populares

Topo