Siga-nos

OiCanadá

Lazer

Queen West: Um bairro para todas as tribos

A Queen West é uma região de Toronto que atrai pessoas de todas as tribos que querem curtir música de qualidade e boa comida. O bairro também possui uma grande diversidade de lojas e galerias. O OiCanadá visitou os melhores lugares para comprar, comer e dançar nessa área que é considerada uma das mais badaladas da cidade.

http://www.flickr.com/photos/avirtualunknown/

Até o fim da década de 70, a Queen Street West era um bairro conhecido por oferecer residências com preços acessíveis e restaurantes simples. Foi somente a partir dos anos 80 que a região começou a ganhar um outro estilo, graças aos estudantes e músicos que adotaram a área como local favorito, principalmente entre as avenidas University e Spadina.

A “transformação” da Queen West em um bairro mais alternativo atraiu uma série de artistas ao local, que passaram a se apresentar em diversos bares da região. A área rapidamente se tornou conhecida e popular entre os jovens de diversas tribos que passaram a frequentar o local em busca de entretenimento.

A cineasta mexicana Mariana Osuna, que agora vive perto de Mississauga, já morou na Queen West. “Tenho saudades e vontade de voltar a viver lá.Tudo é muito prático. Você tem restaurantes, lojas de roupas… tudo perto. É melhor do que morar em uma área como a Bay e Bloor, por exemplo, porque na Queen West você não tem tantos edifícios. Tudo é muito mais fácil! Existem clubes de recreação, é perto do Kensington Market e do Gladstone Hotel . Eu sinto muita falta dessa área da cidade”, diz ela ao OiCanadá.

Tendenciosa e Moderna

A presença de pessoas de diferentes estilos influenciou o comércio da região, fazendo com que a Queen West se tornasse uma das mais diversificadas áreas de Toronto para compras. No bairro é possível encontrar desde discos de vinil e revistas antigas até roupas de grifes e brechós.

Em Toronto, a região é frequentemente citada na mídia como tendenciosa e moderna, e se tornou um dos lugares prediletos de quem gosta de moda e estilo, como a cabelereira paulista Margareth Allas. “A Queen Street West é tão legal que muitas vezes eu perco a hora dos compromissos diante de tantas lojas maravilhosas”, confessa ela. “É preciso vir com tempo suficiente, porque cada vez que se entra em uma loja, é difícil sair, diante de tantas novidades e peças não só baratas, como também de qualidade”.

De fato, a variedade de produtos que podem ser encontrados em lojas da Queen Street West impressiona até quem não gosta de moda, como o consultor financeiro Luiz Carlos Allas, marido de Margareth. “Eu acabei comprando uma camiseta para mim. Gostei do desenho estampado. Ela é uma raridade e eu tinha que comprar”, afirmou ele, referindo-se à camiseta de uma das turnês da banda inglesa Radiohead, comprada na loja Criminal Records.

Todos os estilos de música

Aliás, música é um outro grande atrativo da Queen West. Tem para todos os gostos, desde jazz até forró. Isso mesmo! O ritmo surgido na região nordeste do Brasil atrai centenas de pessoas a bares como o Cameron House. A vocalista da banda de forró pé-de-serra Maria Bonita, a baiana Jerusa Leão, já se apresentou lá algumas vezes. “A Queen West é ideal para um público que está aberto a novas culturas. Isso dá oportunidade ao artista de ir até lá para fazer um show de forró ou MPB, por exemplo, algo que talvez não atraísse tanta gente se fosse em outros bairros da cidade.”, afirmou ela. “O próprio visual da Queen West e a presença de pessoas de diferentes tribos representa bem essa área de Toronto. Você tem os hippies, a comunidade queer, as pessoas que são mais chegadas a downtown… tudo isso em um só lugar”.

Comidas e arte para todos os gostos

A diversidade cultural não está presente somente nas pessoas que se identificam com diferentes estilos comportamentais, mas também nos restaurantes do local. Ao contrário de áreas como a Danforth, onde existe um grande aglomerado de restaurantes gregos, e de Chinatown, onde há muitos estabelecimentos chineses, a Queen West é um bairro onde diversas culturas se misturam. Isso faz com que seja possível encontrar restaurantes de diversas nacionalidades e estilos. Até um especializado em comida tibetana, o Everest Restaurant, e alguns vegetarianos como o Fresh on Spadina e o Fressen.

A Queen West tem a reputação de ser uma área onde a arte tem lugar garantida. No verão, é comum ter apresentações de artistas nas ruas. O bairro também possui uma série de excelentes galerias, como a Analogue Gallery e Gallery 44, onde talentosos fotógrafos expõem os seus trabalhos, e a Red Head Gallery e Open Studio, para os amantes da arte contemporânea.

O OiCanadá visitou diversos estabelecimentos da Queen West, entre bares, boates, restaurantes e lojas, e traz uma lista dos melhores locais para quem quer visitar essa badalada região da cidade.

Bares e Boates

  • Black Bull (298 Queen Street West) – Esse pub é um dos mais badalados de Toronto no verão. Não se surpreenda se levar horas para conseguir uma mesa para sentar. Nas outras estações do ano, o movimento diminui, mas em compensação o serviço melhora. Servem um delicioso hamburger e também são conhecidos pelas asinhas de frango.
  • Cameron House (408 Queen Street West) – Esse bar possui uma área nos fundos onde diversos músicos se apresentam. É um lugar bastante eclético e ideal para quem gosta de diferentes estilos musicais. A fachada do local chama a atenção pela pintura de grafite (quase uma obra de de arte).

  • Club XS (261 Richmond Street West) – Essa boate, antes chamada de Republik, está situada próxima ao Scotiabank Theatre e costuma atrair uma boa quantidade de gente na faixa etária dos 30 anos. Diversas noites temáticas são oferecidas nesse local. A decoração e os banheiros são um grande destaque, mas o ponto negativo são as bebidas vendidas aqui (muito caras).

  • Horseshoe Tavern (370 Queen Street West) – Um dos bares mais antigos de Toronto (foi inaugurado em 1947) tem motivos de sobra para ainda estar em funcionamento. É um lugar onde a diversão está garantida, principalmente para quem gosta de bandas independentes. Em uma mesma noite diversos grupos (de estilos diferentes) se apresentam, fazendo com que esse seja o diferencial do bar, que também tem os seguranças mais simpáticos da cidade.
  • Rivoli (334 Queen Street West) – Esse bar reflete bem a transformação da Queen Street West em um dos bairros mais badalados da cidade. Apesar do cardápio não ter tantas opções e alguns garçons precisarem de mais treinamento em bom atendimento ao cliente, o Rivoli oferece um dos melhores karaokês da cidade, onde o público realmente participa e faz com quem você seja a grande estrela da noite (pelo menos por alguns minutos).
  • Velvet Underground (508 Queen Street West) – para quem gosta de rock and roll, esse é o lugar. A fachada chama a atenção por uma escultura no topo toda feita de sucata. O ponto negativo é o serviço. Pelo menos na noite em que estivemos nesse local, ninguém foi simpático.

Onde comprar

  • Black Market Vintage (256 Queen Street West) – É um excelente brechó. Aqui você encontra diversas peças em couro por um preço muito barato (compramos um blazer de couro italiano legítimo por C$50). É um dos lugares de Toronto que você não pode deixar de ir.
  • Criminal Records (493 Queen Street West) – É uma loja de discos onde existe uma grande variedade de cds e discos de vinil. Mas cuidado, pois alguns discos podem vir com defeitos e os funcionários desse estabelecimento “torcem o bico” na hora de efetuar uma troca. O grande destaque aqui são as camisetas de bandas musicais. Diversas delas são difíceis de achar em lojas de Toronto.
  • Fashion Crimes (322 Queen Street West) – Sabe aquelas pessoas extremamente “fashion”, que não se incomodam de entrar em uma festa de casamento com um vestido dourado, meia calça rosa e uma flor no cabelo? Bem, tem gosto para tudo (hello, Lady Gaga!!!). Se você segue essa tendência, Fashion Crime é a sua loja. Aqui você encontra uma grande variedade de roupas seguindo esse estilo.
  • Get Outside (437 Queen Street West) – Quando estivemos nessa loja, compramos três pares de tênis (e nos arrependemos de ter deixado de comprar mais um par). A loja oferece uma grande variedade de marcas como Adidas e Puma e é considerada uma das melhores lojas de Toronto do gênero. Se você é um amante do tênis, vai adorar a Get Outside.
  • Jacob & Sebastian (622 Queen Street West) – Essa é uma loja perfeita para comprar presentes para a sua mãe e irmã que vivem no Brasil e sempre lhe pedem para trazer algum cosmético. Aqui você encontra desde pasta de dente até óleo perfumado para o corpo, e com uma qualidade muito boa. Antes de gastar uma fortuna em shampoos, perfumes e cremes de marcas mundialmente famosas, visite esse lugar. Vale à pena.

Onde Comer

  • Café Crêpe (264 Queen Street West) – É uma das melhores creperias da cidade. Fica bem próxima ao MuchMore Music, possui uma cozinha aberta onde o cliente pode ver o crepe sendo preparado (até mesmo se você estiver de fora do restaurante) e os garçons são muito simpáticos. Existe uma grande variedade de sabores, mas uma boa sugestão é experimentar o crepe de queijo com maçã.
  • La Pallete (492 Queen Street West) – Esse restaurante francês serve um prato considerado um dos melhores na opinião dos amantes da gastronomia francesa: cavalo. Não é tão ruim quanto parece. O garçom nos explicou que é uma carne que é amaciada com um molho de vitela e acompanha batatas. De qualquer forma, optamos pelo frango. Uma delícia! Bastante suculento, acompanhado de legumes. O local em si é pequeno, mas aconchegante, e o serviço é impecável.
  • Queen Mother Cafe (208 Queen Street West) – O local é um pouco escuro, e a melhor alternativa é sentar no pátio. Se for um das estações frias do ano, opte por sentar perto da janela. Nossa garçonete foi extremamente simpática. O cardápio é vasto e traz uma série de delícias. A sopa desse lugar, por sinal, é uma das melhores que já experimentamos.
  • The Rex – Esse local é bastante conhecido por oferecer diversos shows de jazz e blues. Para nossa surpresa, a comida é deliciosa, e o que é melhor: barata. Tenha sido talvez um dos melhores hamburgers que já comemos. Carne suculenta, macia e fresca. Gastamos menos de C$10 cada. Além disso, o serviço foi de primeira.
Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Renato

    07/abr/2012 at 17:49

    Olá Marcelo,
    Como é Queen West para morar?
    Tem área residencial? É muito caro para alugar?
    Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Lazer

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo