Siga-nos

OiCanadá

Notícias

Crimes e incidentes desagradáveis marcam a semana em Toronto

Em menos de uma semana, a maior metrópole do Canadá presenciou o envio macabro de partes de um corpo para partidos políticos em Ottawa, a inundação de uma das principais estações de metrô e um crime bárbaro no maior shopping center da cidade. Mas afinal, o que está acontecendo com Toronto?

Durante os últimos dias, parece que uma nuvem negra pairou sobre Toronto. Considerada pela Mercer (empresa americana de recursos humanos) uma das cidades com a melhor qualidade de vida do mundo, a maior metrópole do Canadá chamou a atenção da imprensa internacional (inclusive a brasileira) em decorrência de uma série de incidentes desagradáveis.

No final do mês passado, a sede do Partido Conservador em Ottawa recebeu pelo correio um pé ensaguentado. Horas depois, a polícia encontrou uma mão em um pacote, que aparentemente seria enviado ao Partido Liberal. Um tórax foi achado dentro de uma mala, no meio do lixo de um apartamento em Montreal.

O principal suspeito do crime é o torontoniano Luka Rocco Magnotta, um ator pornô que atuou em filmes bissexuais e publicou vídeos na internet torturando e sacrificando gatos. Ele foi preso hoje (04/06) de manhã em Berlim por autoridades alemãs. A identidade da vítima foi revelada há poucos dias: Lin Jun, um estudate chinês da Universidade de Concordia, em Montreal.

Já na última sexta-feira, a chuva foi a grande vilã e responsável por inundar a Union Station, uma das principais estações de metrô de Toronto. Uma parte do trajeto foi fechada, entre as estações Osgoode e Yonge/Bloor, ao mesmo tempo em que funcionários do TTC (o transporte público de Toronto) tentavam retirar a água dos trilhos e de outras instalações. Cerca de 40 pessoas ficaram presas em um bonde no túnel da estação, sendo posteriormente resgatadas por bombeiros.

Tragédia no shopping

Na noite de sábado, a praça de alimentação do Eaton Centre (o maior shopping center de Toronto, situado próximo ao cruzamento da Yonge & Dundas, foi alvo de um tiroteio, onde uma pessoa morreu e seis ficaram feridas.

Testemunhas informaram que um grande tumulto foi causado durante o tiroteio, onde as pessoas tentavam correr para fora do shopping. Diversos indivíduos foram pisoteados e uma gestante entrou em trabalho de parto, sendo levada para o hospital, onde segundo os policiais, as contrações pararam e ela passa bem.

A Polícia informou que há a possibilidade do crime estar relacionado com a rivalidade entre gangues, um problema que a cidade tem enfrentado, como informou o OiCanadá há pouco mais de dois meses no post A selvageria das gangues torontonianas. Ahmed Hassan, de 24 anos, assassinado na ocasião, pode ter pertencido a um grupo rival de crime organizado, assim como um outro homem, atingido no pescoço e no tórax com vários tiros, que foi levado ao hospital e encontra-se em situação grave.

Um menino de 13 anos que visitava Toronto com os pais foi atingido com um tiro na cabeça e também foi levado para o pronto-socorro. Outras quatro pessoas foram feridas no tiroteio e já receberam alta.

Em uma coletiva de imprensa realizada ontem (04/06), o vice-chefe substituto da Policia de Toronto, Jeff McGuire, afirmou que os policiais estão investigando o caso cuidadosamente. “Desculpem as minhas palavras, mas um imbecil com uma arma na tarde de um sábado no centro de Toronto não corresponde à situação da cidade como um todo”, disse ele.

O prefeito de Toronto, Rob Ford, também presente na coletiva, prometeu que a polícia municipal irá prender o culpado. “Essa é uma cidade segura e eu espero que as pessoas continuem fazendo o que fazem no dia-a-dia. Saiam com a família, os amigos e se divirtam. Nós não vamos tolerar esse tipo de coisa na nossa cidade”, enfatizou.

Dezenas de pessoas se reuniram ontem (03/05) para uma vigília em frente ao Eaton Centre em prol das vítimas do tiroteio. O OiCanadá foi informado até o fechamento desse post que uma pessoa foi presa, mas mais detalhes devem ser revelados em uma coletiva de imprensa, marcada para as 2pm de hoje.

Não faz muito tempo que o Departamento de Polícia anunciou que o índice de criminalidade em Toronto tem sido o menor desde 1986. A reputação que a maior cidade do Canadá tem em ser uma das metróples mais seguras do mundo não é em vão. No ano passado, ocorreram 45 homicídios na capital do Ontário. Já no Brasil, durante o mesmo período, Salvador (que possui aproximadamente a mesma população) registrou 2.037 assassinatos.

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Marcio Rollemberg é pernambucano e formado em jornalismo. Foi editor-chefe de um telejornal universitário, produziu documentários e trabalhou como repórter de TV no Brasil. Em 2005 mudou-se para Toronto e atualmente é um dos colaboradores de uma revista e de um canal de TV. Em 2011 juntou-se a equipe do OiCanadá, onde escreve matérias sobre Turismo e Variedades.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Anônimo

    04/jun/2012 at 14:44

    Magnotta e o suspeito do Eaton foram presos hj…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Posts Populares

Topo