Siga-nos

OiCanadá

Papelada

Sistema de visto do Canadá se afoga em burocracia

[CANADIAN IMMIGRANT] A comissão parlamentar de imigração vai lançar, em breve, um relatório sobre o sistema de processamento de vistos de visitante do Canadá. O relatório será uma oportunidade para que os políticos recomendem mudanças para um sistema que está acabando com empregos na indústria do turismo, o que dificulta o desenvolvimento de negócios internacionais e impede canadenses e residentes permanentes de receberem familiares de outros países.

Enquanto países concorrentes estão avançando com maior eficiência, o sistema canadense está atolado em uma burocracia que não faz sentido. Esta é certamente a percepção dos estrangeiros. Um mexicano, empresário de turismo, relatou: “O Canadá quer saber qual foi minha escola no jardim de infância e quanto eu ganhei no meu primeiro emprego… não vou conseguir me lembrar desses detalhes de jeito algum… então, prefiro não ir pra lá.”

O governo tem que entender que, se o sistema canadense de vistos é complicado em comparação com os de outros lugares, os turistas, as empresas e os imigrantes acabam indo para outro lugar.

Entre 2000 e 2012, o Canadá teve uma queda de 18% nas chegadas internacionais, em comparação com um crescimento em quase todos os outros países. Com a maior parte do crescimento turístico vindo de países que necessitam de visto para o Canadá, como China, Índia, Brasil e México, as dores de cabeça em relação aos vistos estão custando à economia canadense milhares de empregos a cada ano.

Não é de se surpreender que as pessoas optem por outros países que não o Canadá:

  • O Canadá leva mais tempo para processar vistos de visitantes do que os Estados Unidos. Pior, o tempo médio de processamento do Canadá triplicou de seis dias, em 2005, para 18 dias, em 2012.
  • Ao contrário dos EUA, o Canadá exige que visitantes entreguem seus passaportes quando se candidatam ao visto.
  • Diferente de outros países, as pessoas que visitam o Canadá não podem transferir seus vistos para um novo passaporte.
  • Escritórios de vistos muitas vezes exigem depoimentos juramentados prestados por tradutores.
  • Além disso, o governo nem sequer dá uma explicação clara quando um pedido é recusado. Uma empresária de turismo em Pequim afirmou: “Nós nos sentimos muito confusos. Dois candidatos com quase o mesmo critério… um foi aprovado e o outro não.” Casos praticamente idênticos com resultados diferentes. E a conseqüência é muitas vezes dolorosa quando, por exemplo, um avô é impedido de participar do casamento do neto, no Canadá.

Espero que a comissão declare ser a reforma do sistema de visto do Canadá crítico para trabalhadores canadenses e para a competitividade.

Para começar, o governo deve comprometer-se a uma redução radical dos tempos de processamento dentro de, digamos, três anos. Ele deve remover os agravos burocráticos sem sentido, e dar razões claras para suas rejeições.

Claro, o Canadá tem preocupações de segurança, mas o mesmo acontece com países como os Estados Unidos e Austrália, que têm um sistema de vistos muito mais acolhedor. A política de imigração precisa de um equilíbrio entre vigilância e acolhimento. Nos últimos anos, parece que nossa política tem se preocupado somente com a  vigilância e nem um pouco com o bem-vindo. Isso tem que mudar.

foto: [noone]

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Mestre em Estudos de Tradução, Loretta Murphy é tradutora juramentada no Canadá, com 15 anos de experiência na área. Ela é canadense e viveu no Brasil por mais de 6 anos, além de ter vivido também no México e no Japão. Entre os serviços que presta estão as traduções certificadas do Português para o Inglês e do Espanhol para o Inglês de todos os tipos de documentos, inclusive: Certidões de Antecedentes Criminais, Títulos e Certificados Acadêmicos, Históricos Escolares, Documentos Legais e Médicos, Carteiras de Motorista, Certidões de Nascimento, Certidões de Óbito, Certidões de Casamento e Certidões de Divórcio.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Rodrigo

    05/mar/2014 at 02:37

    Concordo! Estou desde dezembro indo atrás do meu visto de Estudo + Trabalho para Toronto, e até hoje eu não tenho resultado. Tive de adiar minha viagem que seria pro dia 22 de março para 19 de abril com medo de não poder chegar. O despachante me disse que demora assim mesmo que é “normal” o governo dar o resultado por causa dos exames médicos. Enquanto isso, um colega meu foi para os EUA com total tranquilidade e rapidez! Detalhe: ele foi atrás dos documentos bem depois de mim.
    Enfim, só espero que no pior das hipóteses, meu visto não seja negado depois de tanto sofrimento e correria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Papelada

Posts Populares

Topo