Siga-nos

OiCanadá

Notícias

Vacinação e otimismo crescem no Canadá e províncias lançam planos de reabertura

Com mais de 50% da população vacinada com a primeira dose, o Canadá espera viver um verão de vírus controlado e de retorno às atividades de sempre. Conheça os planos de reabertura das mais populosas províncias.

Em várias partes do país, já se está vacinando até mesmo crianças a partir dos 12 anos de idade e a esperança é de que, com esse novo ritmo de vacinação, o Canadá chegue muito em breve à marca de 75% de imunização, com a expectativa de que muito em breve o número de vacinados com as duas doses salte de 4 para 20% da população.

Em paralelo ao esforço de imunização, os gráficos de evolução da pandemia mostram que, apesar de ainda haver mais vírus circulando do que o ideal, há uma clara tendência de queda no número de casos. Na média, houve uma redução de 31% no número de casos ativos desde o pico da terceira onda canadense que ocorreu na metade de abril, com exceção de dois pontinhos no mapa — Manitoba e Nunavut — que continuam com crescimento de novos infectados.

Decisões provinciais

A decisão de quando e como retomar as atividades é aqui uma questão provincial. Mas com mais de 25.000 mortes e média de 42 óbitos diários segundo informações datadas de 22 de maio de 2021, o governo federal pede cautela, lembrando que número baixo de casos não é o mesmo que baixo risco de se infectar e que o mais aconselhável é seguir se protegendo mesmo que tudo pareça sob controle. 

A maior preocupação das autoridades é o surgimento contínuo de novas cepas em outras partes do mundo. E, por isso mesmo, o primeiro-ministro Justin Trudeau esticou outra vez as restrições de viagem, mantendo a fronteira com os Estados Unidos parcialmente fechada e proibindo o pouso de voos vindos da Índia e do Paquistão até pelo menos 21 de junho.

Também continuam em vigor a exigência de testes negativos para quem chegar de qualquer parte do mundo, assim como a quarentena obrigatória em hotéis destinados pelo governo (e pagos pelo bolso do viajante) por um período de 3 dias e outros 11 dias em casa. 

Ontário

A província espera poder dar o primeiro passo rumo à retomada total na segunda semana de junho contando que terá até lá 60% da população adulta já vacinada com a primeira dose. Seu plano de reabertura tem três etapas e cada uma delas deve ficar em vigor por 21 dias, aumentando aos poucos as possibilidades de eventos, atividades comerciais e prestação de serviços.

Cada passo da retomada está atrelado a um crescente número de pessoas vacinadas com a primeira e segunda dose e será de fato introduzido apenas se a situação se mostrar segura.

Québec

A expectativa é de que 75% da população local acima dos 12 anos esteja completamente vacinada com as duas doses até o final de agosto e que, caso isso de fato aconteça, a província termine inclusive com a exigência de uso de máscara.

Nos próximos dias, grandes teatros e arenas poderão começar a oferecer eventos para até 2.500 atendentes, as aulas presenciais serão retomadas para todas as crianças em horário normal, restaurantes poderão servir refeições em área interna e academias voltarão a funcionar.

British Columbia

As autoridades locais anunciaram que vão revelar seu plano de reabertura gradual no dia 25 de maio e têm se mostrado até agora mais cautelosos que outras províncias.

Para saber mais: 

Fernanda é carioca, publicitária, co-fundadora e editora-chefe do OiCanadá, e web designer da SiteToaster.ca. Imigrou para o Canadá no final de 2006 e se tornou cidadã canadense em 2011.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Topo