Siga-nos

OiCanadá

Sasquatch

Cultura

Quatro criaturas assustadoras do folclore canadense que você precisa conhecer

Alguns itens da mitologia das várias nações indígenas presentes no Canadá geraram lendas que criaram marcas na cultura geral do país. Os franceses que aqui desembarcaram séculos atrás também trouxeram na bagagem certos mitos que permanecem vivos, enquanto os ingleses e irlandeses absorveram e adaptaram muitas dessas estórias. Conheça aqui quatro monstros lendários que ainda hoje mexem com a imaginação dos canadenses: Sasquatch, Loup-Garou, Ogopogo e Windigo.

Sasquatch

A criatura mais famosa do folclore canadense é o sasquatch. Há centenas de anos corre a lenda da existência perigosa desse ser de mais de três metros de altura, com corpo cabeludo e que vive nas florestas da British Columbia. O nome vem da língua dos Sts’ailes, que são indígenas da região, mas que encaram o sasquatch de uma maneira mais positiva, como um protetor da natureza. 

Existe a teoria de que um gorila ou urso já extinto tenha dado origem à lenda que, aliás, nem é exclusiva da região. Nos Estados Unidos, há conversas sobre uma criatura similar, o Bigfoot (pé grande), os povos do Himalaia acreditam que yetis, de pelos brancos, vivam nas montanhas de lá, a Austrália fala nos yowies, a China tem o yeren, de cabeleira ruiva, e no Japão a lenda fala dos hibagons que, além de tudo, teriam também um cheiro nada agradável.

Loup-Garou 

O Loup-Garou pertence à tradição francesa presente no Canadá e é basicamente um homem que não é um bom cristão e é de certa forma punido virando um lobisomem. A praga é temporária, levam até 101 dias para ser desfeita e acomete o indivíduo sempre que a noite cai.

A lenda chegou por aqui junto com os primeiros barcos carregados de franceses e já nos 1600 passeava pela tal da Nova França através de uma tradição oral. E como quem conta um conto sempre aumenta um ponto, o que não falta é versão dessa estória. Por isso, às vezes o homem se transforma em outros animais. pode ser um cachorro, gato, coruja, vaca e até porco.

Ogopogo 

Aqui temos uma gigantesca serpente aquática, tipo o monstro de Loch Ness, mas que habita o grande Lago Okanagan, perto da turística cidade de Kelowna, na British Columbia. A lenda tem variações quanto à cabeça da criatura, às vezes descrita como sendo equivalente a de um cavalo ou de uma ovelha, mas com o corpo sempre movimentando em ondas, subindo e descendo da água. 

Há representações rupestres desse monstro mítico na área e teorias de que ovos milenares de dinossauros teriam sido liberados naturalmente pela movimentação da crosta terrestre, mas o povo indígena da região diz que a questão toda não passa de um desentendimento cultural. Para eles, a criatura é mesmo um espírito do lago, que protege o vale todo onde o lago se encontra.

Windigo

O ponto de partida seria aqui o de um caçador que teria ficado perdido no meio de um inverno brutal e que, com fome imensa, teria apelado para o canibalismo. O problema é que depois da primeira refeição de carne humana, ele se transformou em um monstro comedor de gente, com um apetite eterno, e capaz ainda de passar adiante as suas características, criando assim outros windigos.

Alto, magro e com cara de doente de tão faminto, o wendigo tem ligação com a tradição oral das tribos Algonquin da região dos Grandes Lagos, marcando sua presença tanto no Canadá quanto nos Estados Unidos, e sendo considerado a razão desses indígenas preferirem o suicídio a qualquer tipo de canibalismo.

Fernanda é carioca, publicitária, co-fundadora e editora-chefe do OiCanadá. Imigrou para o Canadá no final de 2006 e se tornou cidadã canadense em 2011.

1 Comentário

1 Comentário

  1. THAMIRIS CARVALHO

    03/jan/2022 at 09:52

    ME DEU MEDOOOO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Cultura

Topo