Siga-nos

OiCanadá

Carros

Comprando carro em Ontário – Parte III: Formas de pagamento

Você já começou a entender mais sobre como comprar um carro em Toronto, e também se informou sobre a difícil decisão de escolher entre um carro novo ou usado. Hoje, Andréia Mora fala sobre as opções que existem na hora do pagamento e fornece informações que o ajudarão a decidir.

De acordo com pesquisa da CNW Marketing Research, 70.5% das pessoas preferem financiar, 18,5% preferem fazer leasing e o restante, 11%, pagar à vista.

Pagando à vista

A opção de comprar à vista é especialmente interessante para muitos imigrantes recém-chegados que, não tendo histórico de crédito, têm dificuldade de conseguir aprovação para um financiamento ou, quando conseguem, têm taxas de juros muito altas.

O melhor de poder pagar à vista é não ter que se preocupar com pagamentos mensais. Além disso, há outra forte razão para se querer comprar à vista: evitar os juros. Sabbir Ahmed preferiu pagar seu carro Mazda 6 à vista por esse motivo: “Não gosto da ideia de pagar juros por um produto que vai se desvalorizar”.

Se você tiver o dinheiro para pagar à vista e não precisar financiar, tente negociar descontos que a loja pode dar se você fizer um financiamento com eles. Aceite o desconto, faça o financiamento e pague o carro algum tempo depois. Normalmente não há multa por isso ou o valor da multa é menor que o desconto concedido.

Financiamento

Para fazer um financiamento é preciso ter um histórico de crédito, o que normalmente toma pelo menos um ano de residência e trabalho (depende da instituição financiadora). Esses fatores vão determinar a aceitação ou não de um financiamento e também o valor das taxas de juros.

Nunca negocie o valor das prestações do financiamento, mas sim o valor total do carro e as taxas de juros. Você pode iniciar a negociação do financiamento dizendo que conseguiu uma taxa de tanto e perguntando se eles cobrem. Alguns dealers podem não baixar a taxa de juros mas podem oferecer um desconto no valor total. Vale a pena fazer os cálculos para avaliar o que vai ser mais vantajoso. De outra forma, fique com quem oferecer o melhor financiamento.

Normalmente as taxas de financiamento de lojas e concessionárias costumam ser mais altas que as de bancos e cooperativas de crédito, então fique atento às baixas taxas de juros de lojas e concessionárias que aparecem em propagandas. Muitas vezes elas são apenas juros iniciais que aumentam após algum tempo.

Além disso, o financiamento de um carro novo normalmente é mais baixo do que de um carro usado e o valor das taxas de juros vai depender do seu histórico de crédito e a duração do financiamento. Isso foi um atrativo para Santhuru Nallainathan, que comprou seu Jetta novo em 2011: “Eu preferi financiar porque a taxa de juros estava boa e eu tenho a opção de vender o carro quando quiser”. Também vale lembrar que quanto maior o valor pago de entrada (downpayment), menor será o gasto com juros do financiamento. Normalmente as lojas e concessionárias pedem pelo menos 15% de downpayment.

Leasing

O leasing é interessante para quem quer um carro novo a cada 3 anos, por exemplo. Assim, você terá um carro sempre na garantia, com juros mais baixos do que os de um financiamento e às vezes sem downpayment. Se o carro for usado para trabalho ainda é possível deduzir uma grande quantia do imposto de renda. O leasing costuma incluir a opção de compra do veículo ao final do prazo de locação pelo valor residual.

A aprovação de um leasing, assim como de um financiamento, depende de histórico de crédito, o que também determinará o valor das mensalidades. Além do histórico de crédito, as mensalidades são calculadas com base no valor do carro, valor do downpayment e na duração do leasing (24, 36, 48 ou até 60 meses). Vale lembrar que no leasing há um limite de rodagem por ano (em torno de 16,000 a 24,000 km) e que há multa caso esse limite seja ultrapassado, de modo que é importante fazer uma estimativa disso antes de assinar um contrato. O carro de leasing também não pode sofrer modificações, como trocar as rodas ou equipamento de som.

Muitas pessoas têm receio de fazer leasing pois não querem ter uma dívida a longo prazo que não pode ser quitada ou transferida em caso de perda de emprego, por exemplo. Mas normalmente é possível fazer um seguro para o caso de perda de emprego, doença, incapacidade física ou morte junto com o leasing do veículo, e dá até para incluir o valor do seguro nas mensalidades do leasing.

Clique para comentar

Deixe um comentário

Continue lendo
Publicidade

Mais em: Carros

Posts Populares

Topo

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!