Siga-nos

OiCanadá

Turismo

Quando viajar de trem é a melhor opção

Nem o desconforto dos ônibus, nem a burocracia dos aviões. Cruzar o país de trem no Via Rail Canada é uma ótima alternativa para quem considera a viagem algo tão importante quanto o destino aonde pretende chegar. Uma experiência econômica e repleta de belas paisagens.

Muito se fala sobre possíveis destinos de viagem para quem mora ou pretende passar uma temporada em Toronto. Cidades do interior de Ontário, como Elora, Fergus, Guelph e Port Hope, Niagara Falls, Provincial Parks e praias como Bruce Peninsula e Sauble Beach são ótimas opções de viagem para brasileiros que vivem por aqui, além, claro, de grandes cidades como Ottawa, Quebec e Montreal. No entanto, o destino de uma viagem é apenas parte da experiência, e a viagem em si pode ser tão especial quanto os lugares visitados. Por isso, o Via Rail Canada é a melhor opção para quem tem um pouco mais de flexibilidade para viajar e quer ter uma experiência única.

Apesar de não serem muito comuns na América do Norte, viagens de trem são bastante populares na Europa, onde é possível viajar para até 22 países num período de até três meses com um só Eurail Pass, por exemplo. Viajar de trem pelo Canadá não é comum por dois motivos: primeiro, é bastante econômico viajar para cidades que são relativamente próximas com empresas de ônibus como Greyhound, Coach Canada e Go Transit, que com certa frequência oferecem promoções que chegam a ser absurdas. Segundo, por ser rápido e relativamente barato viajar de avião com empresas como Air Canada, Air Canada Jazz e West Jet. Mesmo diante de todas essas vantagens, o Via Rail Canada, no entanto, oferece uma experiência única de viagem. É diferente do ônibus, que carece de conforto e, especialmente no inverno, de velocidade também, e do avião, que obriga o passageiro a enfrentar toda a burocracia dos aeroportos mesmo para os voos mais curtos.

Apesar de ser mais confortável e rápido que o ônibus, e mais prático e muitas vezes mais barato que o avião, o maior diferencial do Via Rail é a oportunidade de sair da rotina e inovar, já que viagens de ônibus e, cada vez mais, viagens de avião fazem parte do nosso dia a dia. Já a viagem de trem permite ver não só cidades e vilarejos pelo Canadá afora mas também campos, florestas, lagos, e montanhas – paisagens dificilmente vistas já que os trilhos cortam a natureza em lugares de difícil acesso. Um dos lemas do Via Rail é “coast to coast to coast,” se referindo ao fato de que com o Via Rail é possível viajar por todo o território canadense, não só da costa do oceano Pacífico à costa do oceano Atlântico mas também à costa do Hudson Bay, extensão do oceano Ártico.

Economia

Muitas pessoas deixam de viajar de trem, pois pensam que deve ser a opção mais cara. Não é verdade. Pra quem tem flexibilidade com datas, há sempre a possibilidade de encontrar lowest fairs. Por exemplo, acessando o site, escolho para ver os deals para viagens entre Toronto e Montreal e vejo passagens que custam C$48. Procurando deals para viagens entre Toronto e Vancouver, viagem que cruza o Canadá e dura pouco mais de quatro dias, vejo que há uma passagem em classe econômica por C$431. Ou seja, quanto mais flexível você for com datas, mais descontos você encontra.

Há outras maneiras de se conseguir descontos com o Via Rail. Crianças de até 12 anos, jovens de até 25 anos e idosos com mais de 60 anos, todos têm desconto. Há também promoções para grupos de mais de 10 pessoas e para quem compra a passagem com bastante antecedência. Os preços variam de acordo com o ponto de partida, o destino, a duração da viagem e a classe, como econômica ou business. Nos trajetos mais curtos como Toronto-Montreal, Toronto-Ottawa ou até mesmo Toronto-Niagara Falls, os trens oferecem menos luxo e apenas duas classes. Há bebidas, além de petiscos e sanduíches à venda. Já em viagens longas, há diversas opções de classes, desde econômica até quartos privados, com direito a refeições completas durante todo o dia. Em viagens mais longas, trens do Via Rail podem ainda ter restaurante, bar, além de vagões com tetos de vidro para que se possa apreciar ainda mais a paisagem.

Resumindo, além da classe escolhida, a qualidade e o conforto de sua experiência no Via Rail vai depender da distância da sua viagem, ou seja, de onde e para onde está viajando. É importante pensar também em suas preferências quanto ao clima, se gostaria, por exemplo, de admirar a paisagem canadense no inverno ou na primavera, já que as estações do ano fazem com que a mesma viagem de trem mude completamente de época em época. Mais um motivo para trocar a burocracia dos aeroportos pelo glamour das históricas estações de trem espalhadas pelo Canadá.

É possível também viajar de trem com o Go Transit, mas apenas para as cidades mais populares e próximas de Toronto, como Niagara Falls, e somente durante a alta temporada. Partindo de Toronto também é possível viajar de trem para cidades dos EUA. Nesse caso, a viagem é realizada pelo Via Rail até Niagara Falls, onde o passageiro é transferido para um trem da empresa estadunidense Amtrak.

Pra quem gostou da ideia de conhecer o Canadá a bordo de um trem, alerto para uma pequena desvantagem: em trajetos mais curtos, como o de Toronto-Ottawa, não é possível reservar acento na hora da compra da passagem.

Portanto, se estiver viajando com alguém, é importante chegar à estação para fazer o check-in com bastante antecedência, pois se chegar perto do horário de partida, pode não haver mais assentos um do lado do outro.

Uma ótima viagem a todos!


17 Comentários

17 Comments

  1. Tabita Faber

    18/mar/2015 at 13:02

    Boa tarde Bruno,

    primeiramente parabéns pela matéria, adorei!
    Só fiquei com uma dúvida. Como eu faço para conseguir o desconto que você mencionou para jovens de até 25 anos?

  2. adriana

    19/set/2014 at 13:37

    Olá,
    Qual empresa de onibus(site) ou empresa de transfer(site) particular que faz Montreal para Mont’Tremblant em dezembro, iremos dia 17/12/2014. somos 4 adultos. vi que não tem trem para lá.

  3. Camila

    17/set/2014 at 01:42

    Ola Bruno

    Boa noite td bem?!
    Agora no fim do ano estarei indo p Ottawa fazer um curso e nas semanas de festas irei p Ny mas, irei de Toronto pois por uma promoção da escola ganhei a passagem onde terminarei o curso que será na cidade de Toronto.
    A minha duvida êh sobre malas… Tem algum lugar que podemos deixar nossa mala e viajar apenas com o necessário?! Pois voltarei p Toronto após o ano novo. E queria comprar coisas em NY.
    Obrigada

  4. Maurício

    12/abr/2013 at 10:10

    Olá. Como faço para emitir passagens “Via Rail” a partir do Brasil? Aparentemente eles não aceitam e via empresas de turismo sai bem mais caro.

    Obrigado.

  5. Claudia

    16/out/2012 at 13:29

    Oi..Bruno. Encontrei seu blog aqui por acaso no google, e gostei muito das dicas. Moro em NY, umas 6 horas de carro de Niagara Falls, vou de carro, e to pensando ir ate Canada, So que gostaria de fazer um passeio bem bacana, mas deixar o carro na station e ir de trem. Voce poderia me dar uma dica de um roteiro bom, vou na segunda pra retorna na sexta.

    Aguardo…desde ja Obrigado!

  6. Marise Dutra

    27/jun/2012 at 22:36

    Oi Bruno,
    Vou para o Canada em agosto, e estou pensando em ir de trem de Quebec para Montreal. Tem restriçao de quantidade de malas? Nao podemos deixa- las na entrada do trem, num compartimento proprio, como nos trens da Europa?
    To preocupada porque Quebec sera a penultima cidade que vou visitar, e ja estarei com algumas compras.
    Aguardo…

  7. Alexandre

    04/out/2011 at 16:05

    Oi Bruno! Ótimo post…
    Eu vou para Ottawa esse mês, mas meu voo para em Toronto. Não sei qual a melhor opção até Ottawa. O que você indica?
    Rail Canada ou um voo doméstico?
    Os preço são até que parecidos. E minha dúvida maior é quanto à bagagem, eles falam em tamanho (23x40x….), mas o que conta mesmo é o peso?
    Abraços e obrigado =D

    • Bruno

      04/out/2011 at 16:43

      Alexandre,

      Se você terá apenas uma “escala” em Toronto, ou seja, se você for para Ottawa direto do Aeroporto, então o recomendado seria um vôo doméstico. Isso porque seria muito fora de mão ir para a Union Station (onde você pegaria o trem para Ottawa), ainda mais com malas. Agora, se você for para Ottawa depois de ficar em Toronto por uns dias, por exemplo, eu recomendaria a viagem de trem, por ser diferente e bonito nessa época do ano. Mas claro, isso vai de você, já que a viagem de trem é mais demorada, etc…

      Quanto a bagagem, acredito que para Ottawa peso não seja relevante se você for de trem, e sim o tamanho, pois ela precisa caber nos compartimentos dentro do trem. Se escolher o trem, lembre-se de chegar cedo para fazer o check-in pois, como disse no post, não é possível reservar lugar em viagens curtas e você pode acabar pegando um sem janela e nem muito conforto.

      Boa viagem!

  8. Adriana

    04/set/2011 at 16:00

    Oi, Bruno.
    Irei para Montreal em outubro e optei via Toronto, pois há vôos diretos de SP sem transito nos EUA ( Caso contrário eu precisaria de visto de trânsito americano, correto?)
    Gostaria de saber se há algum transporte do próprio aeroporto de Toronto à Montreal, que não seja aéreo, você teria esta informação? Aparentemente, o trem sai da cidade, certo?

  9. Naedy

    17/ago/2011 at 17:44

    Olá. Estarei em Toronto no início de setembro por somente 1 dia e gostaria de ir até Niagara Falls. Onde consigo um tour pela manhã e parte da tarde pois meu voo sai de Toronto as 20hs?
    Todos os tours que vi na internet são de 10hs ou mais e fica arriscado de perder o voo e não curtir o passeio.
    Naedy

  10. david danillo ferreira

    24/abr/2011 at 17:19

    eu pensei que de aviao ia ser complicado mais nao

  11. Paulo Ayres

    25/mar/2011 at 07:34

    Pois é, o engraçado é que na Europa trem é mais caro e menos confortável que avião. Quero ver se o Canadá um dia se render às companhias de aéreas de baixo custo como ficarão os trens…

  12. diana

    24/mar/2011 at 16:50

    massa Bruno, de extrema valia sua postagem! fiquei com mais vontade do que eu já tava! você saberia dizer se a gente pode transportar bicicletas? brigadão! diana.

    • Bruno

      24/mar/2011 at 23:47

      Diana, boa pergunta, talvez deveria ter falado um pouco sobre isso no artigo. Nos trajetos mais curtos, não há “checked baggage service,” ou seja, só se pode levar com vc o que é permitido levar dentro do trem, que são malas de até 23kg. Agora, se for possivel despachar bagagem na sua viagem, por C$20 você pode transportar sua bicicleta. Nesse caso é importante chegar mais cedo para fazer check-in, claro. Mais detalhes sobre bagagem você encontra nesse link: http://www.viarail.ca/en/useful-info/baggage/

  13. Denise

    24/mar/2011 at 12:01

    Adorei o post, veio bem a calhar para mim, pois já estou com passagem comprada e agora já sei o que esperar da viagem. Muito bom.

  14. Rafael Alcantara

    24/mar/2011 at 09:21

    Eu sempre quando posso vou de trem. Não tem como competir por exemplo com a praticidade de sair da Union Station, próximo da minha casa e ir até ao centro de Montreal. As passagens as vezes não são as mais baratas, mas existem muitas promoções.

    Eu já fui para NYC de trem, mas confesso que não recomendo. 13 horas de viagem não dá. Adoraria se os ônibus aqui em Toronto fossem iguais ao Brasil. Em termos de conforto, eles deixam a desejar.

    Mas sempre que posso vou de trem. São limpos, confortáveis e você sempre faz uma amizade!

  15. Lucivaldo Ferreira

    24/mar/2011 at 09:04

    Execelente dica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Bruno é natural de Santo André (SP) e mora no Canadá desde 2007, onde estudou Filosofia e Criminologia na Universidade de Toronto até 2014. Mantém os blogs Enganos Mundanos e Conditioned Things.

Mais em: Turismo

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Posts Populares

Topo