Siga-nos

OiCanadá

Experiência

Morar sozinho em Toronto pode valer muito a pena

Ao contrário dos jovens brasileiros, os jovens norte-americanos têm o hábito de sair de casa cedo. Essa é uma das grandes diferenças entre a educação para independência entre os jovens americanos do norte e os do sul. Essa diferença fica bastante óbvia para jovens brasileiros que vão morar e estudar nos EUA ou Canadá. Na maioria dos casos, é a primeira vez que eles vão enfrentar uma realidade diferente da qual estão acostumados.

No meu caso não foi diferente. A minha primeira oportunidade de morar sozinha aconteceu quando eu me mudei para Toronto para passar uma temporada de um ano. Durante os dois primeiros meses fiquei em casa de família, experiência desafiadora para quem tem um espírito independente. Logo depois aluguei um quarto em uma casa, mas ainda não tinha a independência que queria. Sempre sonhei com o meu próprio espaço, com banheiro e cozinha exclusivos.

Quando apareceu a oportunidade de morar sozinha em uma pequena quitinete, o que eles chamam aqui de bachelor, agarrei e decidi apertar o cinto. Morar sozinho no Canadá não é fácil mas também não é impossível. O lado bom é que no aluguel geralmente está incluso, água, luz, gás e aquecimento, e algumas vezes até internet. Assim, todo mês é sempre o mesmo gasto com as contas básicas de um lar. Em Toronto é possível encontrar um bachelor por, em média, 600 dólares, e dependerá da área da cidade em que você quer morar. É possível procurar anúncios em sites como: craigslist e kijiji.

Ter seu próprio espaço quando em outro país é algo muito importante, pois tudo é tão diferente e estar longe da família e dos amigos traz um sentimento de não pertencer. Conseguir seu espaço é um passo importante para se sentir parte daquele lugar, mesmo que seja apenas por um tempo.

No que diz respeito aos apetrechos necessários para o seu novo e exclusivo lar, é possível encontrar lojas com preços acessíveis e muita variedade. As lojas Dolorama e Honest Ed’s serão seus melhores amigos, além dos supermercados NoFrills e WallMart. Toronto também tem uma grande oferta de thrift stores (loja de usados) e ainda é possível se deparar com as vendas de garagem! Assim é fácil se encaixar em um budget pequeno, tudo é uma questão de organização e economia!

Assim, seguem alguns pontos a serem considerados quando você mora sozinho! Esse é um passo decisivo em sua vida e andar com os próprios pés é desafiador mas enriquecedor.

  • Criatividade — Quando se mora sozinho é preciso ser criativo. Você é o único responsável por solucionar seus problemas. E muitas vezes o budget é apertado. Sendo assim, você vai precisar usar a cabeça e reaproveitar coisas que antes você jogaria fora, e ver o mundo de um jeito mais prático.
  • Responsabilidade — Pagar as contas em dia, controlar o orçamento, pensar nas compras do mês, tudo isso requer responsabilidade. Quando você tem o controle de como será a sua casa e a sua vida, ser responsável torna as coisas mais fáceis e evita dores de cabeça.
  • Organização e Limpeza — Com um cotidiano de muito estudo e trabalho, muitas vezes a organização é deixada de lado, e realmente não aproveitar o fim de semana para arrumar a casa é difícil. Mas se você quer viver em um ambiente limpo e organizado, pelo menos um dia da semana deverá ser dedicado à uma arrumada geral, e a lei é nunca ter preguiça e deixar as coisas para depois: sujou, limpou!
  • Música — Abasteça-se com um bom equipamento de som e muitas músicas, pois elas serão suas maiores companheiras, seja para cozinhar, limpar a casa, lavar as roupas, ou para os momentos de tédio e solidão. Nada como ouvir uma boa música para acalmar a alma e te fazer companhia!
  • Autoconhecimento e independência — Morar sozinho permite que você se conheça. Você vai poder fazer as coisas do seu jeito, assim tudo em sua casa é uma escolha sua, desde do que você quer comer até as cores dos lençóis! Saber quais são seus gostos, habilidades, defeitos, medos e qualidades é muito importante para sua felicidade, e ser dono do próprio nariz arcando com as consequências dos seus atos o torna mais consciente sobre a vida.
  • Determinação e Felicidade — Não é fácil encarar a solidão, as responsabilidades e a administração do tempo, mas com garra, determinação e força de vontade é possível driblar os problemas e aproveitar as oportunidades que morar sozinho te oferece!

Leia também

Continue lendo
Publicidade
Leia também...

Tamires é estudante de editoração e ama comunicação. Mantém um blog, uma filosofia (http://tara-vivendo.blogspot.com/).

3 Comentários

3 Comments

  1. raphael

    25/ago/2015 at 12:38

    oi , pretendo morar na america do norte ,e eu pergunto é muito dificil arranjar amigos?

  2. Diego

    24/jul/2012 at 13:45

    Moro sozinho faz um ano e meio, e não sei se isso é normal, ou se é só eu mesmo, mas às vezes a solidão é tão grande, tão grande…que é bem tenso rsrs.Por isso não posso jamais ficar sem um livro para ler, além dos da faculdade, claro. Acho que morar no exterior longe da família e tals, é bom, como você disse, ter o seu próprio espaço, ter muitos bons livros para ler e muita música para ouvir, porque quando a deprê bater você vai estar preparado…rs.

    Abs.

    • Fernanda Thiesen

      24/jul/2012 at 22:51

      Oi, Diego. Po, eu acho que é normal sim essa solidão. A gente tá acostumado a viver cercado de familares e amigos de infância e de repente estamos sozinhos, encontrando eventualmente alguns recentes amigos e isso faz uma grande diferença. Não é fácil mesmo. O segredo está em aproveitar essa fase para o crescimento, e transformar solidão em solitude. :) Abs e fica bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Experiência

Posts Populares

Topo