Siga-nos

OiCanadá

Papelada

Você quer ser babá no Canadá?

O programa de recrutamento de nannies no Canadá tem ajudado várias brasileiras a se colocarem no mercado de trabalho canadense. Caso você tenha experiência e cuidar de crianças, bebês, até mesmo velhinhos ou já foi inclusive uma governanta, você tem boas chances de ingressar nesta área.

Atualmente, este nicho tem sido dominado pelas filipinas e caribenhas. Elas trazem na bagagem alguns cursos de primeiros socorros, enfermagem, pedagogia e muita simpatia, coisas que brasileiras têm de sobra. Muitas vieram de seus países especificamente para isso, e após dois anos de trabalho conseguiram seus vistos de residente permanente. Mas, isso mudou.

Em novembro do ano passado o governo canadense aprovou novas regras para o setor de caregivers (de cuidadoras). Primeiro dividiu a categoria em duas áreas: cuidado de crianças e cuidado de pessoas que requerem atenção médica; restringiu o número de vistos para 5.500 por ano; exige, a partir de agora, comprovação de nível de inglês ou francês – nível 5 no geral ou 7 para aqueles que têm curso de enfermagem ou psicologia; também pede comprovação de estudos tanto aqui ou algo equivalente do seu país de origem; e aboliu a exigência de se morar no local de trabalho – fonte: site do governo.

Mas, você deve pensar: qual a vantagem disso, então? Segundo o próprio governo canadense há cerca de 30 mil vagas previstas de caregivers para 2015. Atualmente, 1 de cada 7 canadenses estão na faixa ali dos idosos. Há muitos, mas muitos velhinhos por aqui. Sem contar a criançada. O salário inicial também é atrativo: na média de $14 à $20/hora. E brasileiro é daqueles que topa trabalhar. É um mercado promissor e atraente.

Um website (em inglês) tem se destacado no recrutamento destas nannies: é o The Nanny Pages. Nele você pode especificar no que deseja trabalhar, quais dias e horários são melhores para você, se topa morar no local de trabalho ou não, sua experiência prévia, suas pretensões salariais, qual a região da cidade você quer atender, enfim uma gama de informações tanto para oferecer seus serviços quanto para contratar. É cobrada uma taxa de $19 por 30 dias de cadastro. Mas, segundo o próprio site, os resultados são garantidos.

Uma brasileira que veio nesse esquema foi Maria Zambrano, do Acre. Segundo ela, as pessoas gostam muito da simpatia dos brasileiros: “Se você é confiável, não importa de onde você vem, é isso que eles procuram. Você será responsável por uma pessoa, isso é muito importante. E no final das contas, vale muito a pena”.

Uma dica dessa brasileira, e das próprias filipinas, é buscar realizar cursos relacionados a este tipo de cuidado de pessoas: primeiros socorros, ressuscitação cardiopulmonar, até de natação e gostar do que faz. Com isso, você pode se tornar a próxima super nanny, desta vez canadense.

Pablo Marcelo

Paulistano de berço (São Paulo), Filósofo de formação (Unicamp), Blogueiro dedicado (Blog Numa Fria), Descobridor de Toronto em família (2014).

10 Comentários

10 Comments

  1. Edna

    04/jul/2019 at 12:21

    Sou baba com experiência e boas referências com recém nascidos gostaria muito de estudar inglês já faço aqui no Brasil mas sonho e estudar fora e aconselhar com trabalhão mas só por 6 meses talvez mais mais por inquanto estudo por 6 meses o inglês acho que está otimo

  2. Vera Lúcia silva de souza

    03/out/2018 at 23:43

    Queria mora e trabalhar no Canadá trabalho como babá cuidadora de idoso doméstica sou muito dedicada e amorosa.

  3. nevellin

    20/nov/2017 at 13:35

    Extremamente valorizada. Mas ele precisa falar inglês muito bem.

  4. Edilaine

    13/set/2016 at 20:39

    Boa noite Pablo. Meu marido é marceneiro, mas marceneiro das antigas. Muito bom em restaurações, um artista, tem 40 anos e quase os 40 de profissão. Seu avô era marceneiro assim como seu pai é. Será que essa profissão é mais valorizada lá? Será que tem alguma chance???

  5. sandra

    13/jun/2016 at 17:47

    Ola estou disposta a um trabalho no canada cimo baba,cuidadora de idoso ou domestica.bao falo ingles eu consigo?

  6. VIrginia Gama clemente

    19/maio/2016 at 16:49

    Estou a Rprozura de trabalho . Morei nos EUA por 8 anos falo inglês e espanhol básico , sou pedagoga …. Topo qualquer tipo de trabalho

  7. Luciana

    26/mar/2015 at 11:51

    Gostaria de saber se eu trabalhei nos EUA em um daycare por5 anos tenho os curso e até uma carta de recomendação aqui no Brasil dou professora de inglês no CCAA e falo inglês 100% mais eu tenho visto de turismo será que eu consigo entra nesta lei de cuidadores ?

  8. maviael bezerra

    22/mar/2015 at 12:44

    Ola Pablo. Li todo o assunto das babas. Ja mandei em ingles, obvio, traduzido do portugues para o site que voce indicou .So nao sei como fazer o curriculun daqui do brasil e como pagar os 19 dolares daqui do brasil. Poderia mandar algum contato seu de skipe, ou whats app, assim seria mais facil de saber como proceder com os papeis etc e tal. obrigado . Atenciosamente : Maviael Bezerra de Souza Junior. Pireacicaba-sp.

  9. Lia Mendes

    17/mar/2015 at 16:51

    Sou uma senhora com 58 anos, com muita disposição para trabalhar .
    Tenho ótima saúde e disponibilidade para mudar de país a qualquer momento .
    Tudo que me proponho a fazer , faço o meu melhor .Não me importo de trabalhar a qualquer hora e qualquer dia. Sou um pouco perfeccionista e extremamente responsável.Preciso trabalhar , por isto não meço esforços.
    Gostaria de receber uma proposta de emprego como babá ou cuidadora de idosos
    Tenho bom conhecimento de inglês e espanhol. além de falar corretamente meu idioma. Também sou ótima cozinheira e sei limpar uma casa com perfeição .
    Sem demagogia, sou hiper educada e sei o meu lugar, não interfiro em assuntos pessoas da família . enfim , apta e pronta para começar a trabalhar a qualquer momento. Obrigada desde já
    atenciosamente
    Lia Mendes

  10. Cheila

    17/mar/2015 at 12:02

    Pablo, boa tarde. Você poderia averiguar se eu posso levar meus filhos menores e meu marido? Sou enfermeira padrão com pós na área de idosos e cuidadores. Penso que está valendo mais ser cuidadora em um país serio do que ser enfermeira aqui no Brasil. Obrigada e um abraço. Ah, e tem mais, meu marido terá uma renda fixa daqui 1 ano e meu filho joga tênis e precisa de um país que valoriza o esporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Papelada

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo