Siga-nos

OiCanadá

Bairros

Guia da boa vizinhança: ranking dos melhores (e piores) bairros para se morar em Toronto

Por mais que Toronto esteja entre as melhores cidades do mundo pra se viver, acertar onde morar por aqui é um fator determinante. E pra te ajudar nessa escolha trouxemos um guia bem detalhado dos melhores bairros para você ter o seu lar, doce lar – ou aqueles que você deve evitar.

Por mais que Toronto esteja entre as melhores cidades do mundo pra se viver, acertar onde morar por aqui é um fator determinante. E pra te ajudar nessa escolha trouxemos um guia bem detalhado dos melhores bairros para você ter o seu lar, doce lar – ou aqueles que você deve evitar.

O guia foi desenvolvido pela revista Toronto Life e faz uma análise dos 140 bairros da cidade baseado em 10 fatores, os quais:

  • Habitação: se é um bairro acessível em termos de custos x benefícios; sua valorização ano a ano e a qualidade, ou seja, quantas de suas casas são passíveis de reformas.
  • Criminalidade: número de crimes na área e os tipos de crime;
  • Trânsito: quantidade de vias congestionáveis e paradas de ônibus por km2.
  • Comércio: quantidade de mercados, lojas de departamentos e farmácias por km2.
  • Saúde: disponibilidade de centros de saúde e exames de câncer per capita, além da qualidade do ar, número de árvores e espaços verdes.
  • Entretenimento: centros esportivos, bares e restaurantes per capita.
  • Comunidade: esforço comunitário pela melhoria dos espaços no km2, além do número de eleitores da região.
  • Diversidade: número e proporção étnica da área.
  • Escolas: quantidade de escolas no bairro e a performance das mesmas no raking do Fraser Institute.
  • Empregabilidade: número de empregos e negócios per capita, assim como a média de desemprego da área.

Todos estes fatores foram extraídos de cada bairro e observados por uma equipe de urbanistas, economistas, sociólogos, cientistas da informação e estatísticos, juntamente com outros dados fornecidos por órgãos oficiais da cidade. Os resultados obtidos derivam de um longo e detalhado estudo.

Como a lista é longa, trouxemos nossos 10 bairros: os sete melhores e os três piores pra você fazer suas escolhas. Mesmo porque o guia te dá a oportunidade de personalizar suas prioridades e ver qual dos 140 bairros da cidade tem mais a sua cara.

Guia da boa vizinhança: ranking dos melhores (e piores) bairros para se morar em Toronto

Enfim, vamos aos sete mais-mais de Toronto.

  • 1º – Yonge – Eglinton

Sim, Yonge com Eglinton. A melhor pontuação do ranking, principalmente nos quesitos: saúde, entretenimento e emprego. Uma área que fica ali no meião entre a Forest Hill e Lawrence Park, bem planejada e com uma valorização anual de cerca de 11%. Casinhas bacanas pela vizinhança, condomínios surgindo a cada dia, tudo por perto e, em breve, com mais um corredor do metrô operando por ali.

  • 2º – Casa Loma

O bairro já ostenta uma das casas mais famosas da cidade: a Casa Loma. E o estilão da vizinhança segue a mesma linha arquitetônica: aquela coisa meio de realeza georgiana com Tudors, com baixíssima criminalidade, bem amparada no quesito saúde e com um trânsito tranquilo, embora o entretenimento por ali não seja dos melhores. Mas, dá pra se virar.

  • 3º – Playter Estates – Danforth

Localizada na região leste da cidade, esta área tem a Danforth Avenue como vizinha, ruas muito arborizadas, várias escolas no entorno, comunidade mais que envolvida na preservação dos seus espaços, embora a diversidade étnica dali não seja das mais sortidas, andar por lá é sentir-se na Grécia.

  • 4º – Runnymede – Bloor West Village

Nas redondezas do High Park, este bairro tem quase tudo por ali. Além do acesso à Bloor para algumas comprinhas básicas. Assistido ainda pelas estações Jane e Runnymede, a área também apresenta baixa criminalidade. A única desvantagem da região é o valor das casas que destoa um pouco do bolso daqueles que desejam mudar pra lá.

  • 5º – Lawrence Park North

Região das famílias cheias da grana, dos aposentados vida-mansa, do trânsito tranquilo, dos espaços verdes, da Avenue e da Yonge e das casas mais acessíveis ao seu bolso, ao contrário da região Sul da Lawrence onde as “casinhas” estão nas cifras dos milhões e milhões de dólares.

  • 6º – North Riverdale

Também localizada no lado leste de Toronto, o bairro se gaba de ter um dos melhores parques da cidade: o Riverdale Park East, com seus campos de futebol, tênis, patinação, piscinas e diversas outras atrações. Além disso, o quesito educação é um dos pontos altos da vizinhança devido às escolas Montcrest e Holy Name Catholic School, bem como uma empregabilidade em alta na região.

  • 7º – Yonge – St. Clair

Uma boa área pra se morar também, ainda que tenha um número bem escasso de escolas nas proximidades. O ranking destaca nesta região a baixa criminalidade, o envolvimento de sua comunidade e os bons níveis de empregabilidade da redondeza.

Agora, alguns bairros pra se evitar, segundo o ranking. E os três piores são:

  • 138º – Downsview – Roding – CFB

Por que evitar? Daqui pra baixo, ou seja, os três piores, vão seguir uma métrica em que os fatores de avaliação vão apresentar notas baixas em vários itens. Esta região, embora tenha uma boa diversidade étnica e uma empregabilidade considerável, não tem bons índices de criminalidade e trânsito, por exemplo. Logo, deve-se pensar bem a respeito caso queira mudar pra lá.

  • 139º – West Hill

Localizada bem ao leste de Toronto, esta região, penúltima colocada no ranking, também não traz boas notas no quesito trânsito, ainda que não seja tão ruim no fator criminalidade. Também tem bons números no fator diversidade, porém apresenta pouco envolvimento dos mesmos nas melhorias do bairro.

  • 140º – Westminster – Branson

E o menino-mau da lista é aquele perímetro Westminster – Branson. Motivos: fator habitação, baixo; fator envolvimento comunitário, baixo; fator trânsito, baixo; diversidade étnica, quase não existe; empregabilidade, coitados; mas, ainda tem um ar de esperança com bons entretenimentos e uma criminalidade não tão alta.

Ainda temos mais 130 bairros neste ranking, alguns bem próximos dos listados acima. Muita coisa pra se levar em consideração quando o assunto é mudança, além daquele conselho de amigo. Pra que você possa se localizar melhor, aferir bem suas escolhas, visite o site do guia, e boa mudança.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Iorran Dalton

    18/nov/2015 at 2:18 PM

    Pablo, boa tarde.

    Meu nome é Iorran e estou indo embora para o Canada com a minha esposa, porem estou com um pouco de medo receio-o enquanto a criminalidade e vizinhança. Gostaria que me ajudasse a verificar o melhor bairro em custo beneficio. Segue alguns pontos: concentração legal de Brasileiros, um lugar familiar, oportunidade de trabalho e o aluguel em torno de uns $800 á $900 um quarto está otimo, pois é só eu e ela. É possível verificar algo em torno disso? pequei suas dicas no blog e estou olhando pelo Google street view o estilo do bairro.

Deixe um comentário

Continue lendo
Publicidade
Pablo Marcelo

Paulistano de berço (São Paulo), Filósofo de formação (Unicamp), Blogueiro dedicado (Blog Numa Fria), Descobridor de Toronto em família (2014).

Mais em: Bairros

Posts Populares

Topo
error: Conteúdo Protegido

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!

Canadá na Web – Assine de graça!

Uma seleção das melhores notícias e artigos da internet sobre o Canadá, criada exclusivamente para assinantes. Digite seus dados abaixo e fique por dentro.

Cadastro efetuado com sucesso!