Siga-nos

OiCanadá

Notícias

Propaganda da polícia de Toronto alerta sobre aumento do uso de armas na cidade

Pouco depois que uma mulher grávida morreu baleada em Etobicoke, a Associação da Polícia de Toronto (TPA) tem colocado anúncios de página inteira em vários jornais de destaque solicitando apoio do público em face de um aumento significativo da criminalidade.

Intitulado “A segurança pública não deveria ser um assunto público?”, o presidente da TPA Mike McCormack escreve sobre uma “crescente desconexão entre a polícia e a comunidade” e a alarmante série de crimes por armas de fogo ocorrida recentemente.

Segundo a carta, “a cidade mais segura da América do Norte tem um problema de violência causada por armas. Em comparação com o ano anterior, os tiroteios aumentaram 61%. Mortes por tiro aumentaram 217%. E, normalmente, a criminalidade piora no verão.”

Mike também observa que a onda de violência decorre das restrições orçamentais e pressão de políticos e grupos da comunidade para conter os gastos com a polícia.

O advogado proeminente de Toronto Selwyn Pieters considerou a carta como sendo “fora da realidade” e “inflamatória”.

“Toronto é uma cidade relativamente segura,” alega Selwyn. “A polícia sabe disso. Se é para seus próprios fins orçamentais ou se é para algum tipo de esquema ou vantagem política, essa publicação é simplesmente inflamatória. Ela não fala a verdade e não condiz com a realidade.”

Mike foi rápido em contra argumentar em relação àqueles que sentem que ele está usando as notícias dos recentes tiroteios para ganho político. Ele diz que está simplesmente tentando mover a conversa que acontece entre os políticos nos bastidores e colocá-la nas mãos do público.

“É hora de ouvir o que o público pensa sobre esse assunto… a narrativa pública não está sendo ouvida”, acrescenta ele. “Tudo o que ouvi de políticos e de outras pessoas é a crítica ao policiamento. O policiamento sendo julgado como vilão da história. E é hora de parar com isso.”

“Se as pessoas querem me difamar ou criar motivos que não existem, eu não me importo “, enfatiza ele. “Esse não é o nosso objetivo. O que realmente queremos é obter uma solução e acabar com esse massacre.”

Em recente conferência à imprensa, o chefe de polícia Mark Saunders considerou Toronto como a cidade urbana mais segura na América do Norte, mas admitiu que há um problema com armas e gangues em algumas comunidades. Ele afirma que a polícia apreendeu mais de 250 armas este ano e destacou a necessidade de uma maior cooperação da comunidade quando se trata da resolução de crimes.

“Ligue pra gente” diz ele, encorajando aqueles que têm informações sobre crimes relacionados a armas de fogo. “Essa ligação é a diferença entre comunidades seguras e comunidades que não são seguras.”

Jamestown, onde a mulher grávida de 35 anos Candice Rochelle Bobb foi morta a tiros, é uma das comunidades consideradas por Mark como problemática.

Ele aponta que 50% dos tiroteios em Jamestown estão relacionados a gangues de rua, e ainda acrescenta que a polícia não tem novas informações sobre a morte de Candice.

Quando questionado sobre a carta da TPA, Mark teve pouco a dizer.

“Eu li a carta mas não tenho uma opinião sobre ela”, diz ele sem dar muita importância. “A minha responsabilidade é garantir que estamos fazendo o que é preciso para manter esta cidade segura.”

Leia também A selvageria das gangues torontonianas.

Fonte: CityNews

CF Language Services

Cinthia Ferreira é professora de português/inglês/francês e tradutora brasileira, residindo atualmente em Toronto, Canadá. Tradutora formada pela Universidade de Toronto especializada em: Marketing, Business, Turismo, Tecnologia e Documentação para processos de imigração como: Certidões de Casamento, Certidões de Divórcio, Atestados de Antecedentes Criminais, Certidões de Óbito, Diplomas, Documentos de Identidade, Históricos Escolares, Extratos Bancários, Cartas de Recomendação, Currículos, entre outros, nos seguintes idiomas: Inglês, Português, Francês e Espanhol. Professora de Inglês e Português formada em Letras, com mais de 10 anos de experiência em: Cursos Regulares ou Intensivos, Preparação para Teste de Cidadania Canadense, Preparação para exames de proficiência como TOEFL/IELTS, Preparação para exames da imigração CELPIP, MELAB e CAEL, Business English, Conversação, Gramática e Vocabulário através de cursos presenciais ou aulas online.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mais em: Notícias

Receba as novidades do blog por email

Digite seus dados abaixo para assinar nosso boletim e receber todas as novidades do blog em sua caixa postal. É de graça e você pode se descadastrar a qualquer momento.
  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.
Topo